Com golaço de Óscar Romero, Paraguai vence Chile nas Eliminatórias

Destaque da partida, Óscar comemorou seu golaço com seu irmão, 
o corintiano Ángel Romero (Foto: Norberto Duarte/AFP)

02/09/2016

O Paraguai encostou na briga por vagas para a disputa da próxima Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, em jogo que fechou a sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, os paraguaios aproveitaram um início avassalador e conseguiram vencer o Chile por 2 a 1, em jogo disputado no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR).

Com o resultado, a seleção paraguaia chegou à sexta colocação das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, com 12 pontos, mesmo número do Brasil, que estaria se classificando para a repescagem no momento. Já o Chile, atual bicampeão da Copa América, é apenas o sétimo, com 10 pontos.

A partida teve vitória paraguaia principalmente por conta de um início avassalador da equipe da casa, que já vencia por 2 a 0 com oito minutos de jogo, com gols de Óscar Romero, em belo chute aos cinco, e Paulo da Silva. O Chile descontou ainda no primeiro tempo, em cabeçada de Arturo Vidal, aos 35. No entanto, não teve forças para reação na etapa final, que inclusive teve até um maior domínio do Paraguai. No final, aos 48, ainda deu tempo de Medel ser expulso e encerrar as chances de reação dos chilenos.

Ambas as equipes voltam a campo pelas Eliminatórias Sul-Americanas na próxima terça-feira. Às 20h (de Brasília), o Paraguai visita o Uruguai, no Estádio Centenário. Já o Chile entra em campo um pouco mais tarde, às 20h30 (de Brasília), recebendo a Bolívia, no Estádio Monumental David Arellano

O jogo – A partida começou com a seleção chilena tomando uma postura mais ofensiva mesmo atuando fora de casa. Com isso, a La Roja criou a primeira chance de perigo aos quatro minutos. Após jogada pela direita, a bola sobrou para Mena, que arriscou um chute forte de fora da área e levou perigo ao gol defendido por Diego Barreto.

O que se viu na sequência, no entanto, foi um show de efetividade do Paraguai. Aos cinco minutos, Óscar Romero recebeu a bola na entrada da área com certa liberdade. O meia armou o chute e mandou uma bomba que foi morrer no ângulo, sem chances de defesa para Toselli, abrindo o placar com um golaço.

Os paraguaios nem esperaram os chilenos se recomporem após o gol sofrido e já ampliaram o marcador. Aos oito minutos, o zagueiro Paulo da Silva aproveitou desvio após cobrança de escanteio e cabeceou firme para balançar as redes e fazer o segundo da seleção Albirroja.

Após se recuperar do baque de sofrer dois gols logo no início, o Chile começou a sair aos poucos para o jogo. Com isso, criou uma chance de perigo somente aos 24 minutos de partida. Eduardo Vargas recebeu a bola dentro da área e parecia que perderia o tempo de finalização. O atacante, no entanto, virou uma bicicleta e surpreendeu o goleiro Barreto, que teve que se esticar para defender e salvar a seleção paraguaia.

Se evitou o gol neste lance, Barreto nada pôde fazer aos 35 minutos. Após cobrança de falta, Arturo Vidal subiu mais que a defesa paraguaia e desviou de cabeça para diminuir a desvantagem e recolocar o Chile no jogo antes do intervalo.

Mesmo com a vantagem no placar, o Paraguai voltou para a segunda etapa com uma postura ofensiva e com mais volume de jogo. Aos três minutos, Óscar Romero aproveitou erro do adversário e recebeu a bola para arriscar chute de primeira. A finalização chegou com efeito e obrigou Toselli a fazer uma grande defesa para evitar o gol.

Logo na sequência, aos quatro, os paraguaios tiveram uma chance ainda mais clara. Após roubo de bola na defesa chilena, Lezcano recebeu cara a cara com Toselli. O atacante, no entanto, finalizou por cima, desperdiçando uma grande oportunidade.

Aos poucos, o Paraguai esfriou seu ritmo de jogo e o Chile equilibrou o domínio da partida. No entanto, os chilenos não criavam grandes chances para empatar.

Nos minutos finais, o que poderia ser uma pressão dos chilenos, se transformou em nervosismo. Com isso, os visitantes ainda viram Medel ser expulso aos 48 minutos. Sem chances criadas, o Chile possibilitou ao Paraguai apenas a espera do apito final para que os donos da casa comemorassem uma importante vitória nas Eliminatórias.

FICHA TÉCNICA

PARAGUAI 2 X 1 CHILE

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data: 1 de setembro de 2016 (Quinta-feira)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)

Cartões Amarelos: Rodrigo Rojas, Cristian Riveros e Gustavo Gómez (Paraguai); Gary Medel, Pinilla, Eduardo Vargas e Charles Aránguiz (Chile)

Cartões Vermelhos: Gary Medel (Chile)

Gols: PARAGUAI – Óscar Romero, aos cinco, e Paulo da Silva, aos oito minutos do primeiro tempo

CHILE – Arturo Vidal, aos 35 minutos do primeiro tempo

PARAGUAI: Diego Barreto, Jorge Moreira, Gustavo Gómez, Paulo Da Silva e Salustiano Candía; Víctor Ayala, Cristian Riveros, Rodrigo Rojas (Bruno Valdez) e Óscar Romero; Darío Lezcano (Jorge Benítez) e Federico Santander (Almirón)
Técnico: Francisco Arce




CHILE: Cristopher Toselli, Mauricio Isla, Gary Medel, Enzo Roco e Eugenio Mena (Pinilla); Francisco Silva (Felipe Gutiérrez), Charles Aránguiz e Arturo Vidal; José Pedro Fuenzalida (Edson Puch), Eduardo Vargas e Alexis Sánchez
Técnico: Juan Antonio Pizzi




Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...