.

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Construção do estádio Zenit Arena em São Petersburgo está em curso


© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

© RIA Novosti/Alexei Danichev

23/11/2014

A Copa do Mundo da FIFA será realizada em 2018 em 11 cidades da Rússia, incluindo São Petersburgo. O estádio Zenit Arena, cuja construção começou em 2006, será construído até maio de 2017. O custo do estádio de futebol é estimado em 34 bilhões de rublos.

No momento, no estádio, realiza-se a montagem da parte fixa do telhado (já foram montados mais de 50%), a edificação de instalações técnicas, montagem de escadas rolantes e de redes de engenharia (25%), a instalação da fachada (30%) e acabamento das instalações (35%).

Espera-se que, após o término dos trabalhos de construção, o estádio será um dos complexos esportivos mais tecnologicamente avançados da Europa. O estádio não terá pistas de atletismo e será usado apenas para jogos de futebol.


Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Valcke critica ameaça de boicote à Copa na Rússia

Jérome Valcke: para ele, sugestão de boicote é apenas tentativa de 
provocar discórdia (Sergio Moraes/Reuters)

23/11/2014

Depois da realização da Copa no Brasil, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, já se concentra na preparação para a próxima edição do evento.

Em visita oficial à Rússia, encerrada nesta sexta-feira na cidade de Sochi, ele criticou a ameaça de um possível boicote de países europeus ao Mundial de 2018.

Alguns políticos europeus defendem que países do continente boicotem a disputa da Copa de 2018, como represália à ação da Rússia no conflito político e social que atinge a Ucrânia.

Segundo Valcke, tal sugestão não tem sentido e é apenas uma tentativa de provocar discórdia.

Em entrevista coletiva em Sochi, o dirigente da Fifa lembrou que a Copa do Mundo "é um evento esportivo" e que "não tem nada a ver com questões políticas".

Valcke também comentou sobre a preparação para 2018, ressaltando que o trabalho tem sido feito em "sincronia" com os russos.

Fonte: Exame

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Brasil e Rússia estreitam cooperação na área de defesa

Comitiva da Rússia cumpriu extensa agenda na visita ao Brasil
Divulgação/ Ministério da Defesa
20/11/2014

Comitiva russa demonstra interesse na experiência do Brasil como anfitrião da Copa do Mundo. Europeus sediarão evento em 2018

Comitiva da Rússia visitou o Brasil nesta semana para conhecer a parte operacional dos sistemas brasileiros de Defesa Aeroespacial e de Defesa Antiaérea, responsáveis pelas ações de proteção com emprego de mísseis para o abate de alvos aéreos hostis.

Liderado pelo general Serguei Babakov, comandante das tropas de misseis antiaéreos da Força Aérea Russa, o grupo foi recebido pelo brigadeiro Gérson Machado, responsável pela Chefia de Logística do Ministério da Defesa.

A comitiva cumpriu uma extensa agenda com o objetivo de estreitar a cooperação entre os dois países no setor de defesa antiaérea.

Em Brasília, a comitiva russa visitou o 11º Grupo de Artilharia Antiaérea, onde o comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, general João Chalella, fez uma apresentação sobre como a unidade se insere no sistema de defesa aeroespacial.

Na oportunidade, foram apresentados os equipamentos utilizados pelo Brasil, como radares e misseis, além do Centro de Operação Antiaérea.

“Mostramos a estrutura da Brigada e como é feito esse acionamento pelos nossos sistemas de comunicações, sempre sob o controle do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra)”, disse o general.

Os militares russos também estiveram no Comdabra e no Cindacta 1 (1º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), onde o brigadeiro Leonidas Medeiros detalhou como é feito o monitoramento de toda a malha aérea, além de apresentar os sistemas utilizados para controlar os cerca de 22 milhões de quilômetros quadrados do espaço aéreo brasileiro.

Troca de experiências

O general Serguei Babakov conversou com os responsáveis pela defesa antiaérea do Brasil, detalhando técnicas e equipamentos que já são utilizados em seu país e elogiou a parceria com o Brasil.

“Estou muito satisfeito com a cooperação estabelecida entre os nossos ministérios da Defesa. Espero que esses contatos se aprofundem, porque isso amplia a nossa cooperação mútua e também o entendimento entre os nossos países”, disse.

Brasil e Rússia vêm estabelecendo uma série de conversas ao longo dos últimos anos sobre a demanda das Forças Armadas brasileiras por um sistema de defesa antiaérea de média altura, capaz de abater alvos que transitam a partir de 10 mil metros. 

Em agosto deste ano, uma comitiva brasileira esteve em Moscou, na Rússia, para realizar avaliações complementares do sistema de artilharia antiaérea de média altura Pantsir-S1, que poderá ser adquirido pelo Brasil para suprir essa necessidade.

Até o final deste ano, está prevista outra visita de comitiva do Ministério da Defesa a Rússia, como parte da continuação das tratativas entre os dois países sobre o assunto.

A Copa do Mundo e o planejamento de Defesa

Além de técnicas e equipamentos de defesa antiaérea, os militares dos dois países também trocaram informações sobre o planejamento de segurança e defesa adotado pelo Brasil durante a realização de grandes eventos, que obteve bons resultados copa do Mundo 2014.

Os oficiais brasileiros explicaram que, para o mundial, os militares das três Forças Armadas atuaram em diversas áreas de segurança e que tudo foi monitorado pelos centros de comando e controle.

A comitiva russa demonstrou grande interesse em saber mais da experiência brasileira, já que, em 2018, a Rússia sediará o maior evento de futebol do planeta.

“Temos total interesse em continuar esse contato para podermos adotar mais a experiência dos brasileiros”, afirmou o general Serguei Babakov.


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Busca por ingressos empolga, e Inter sonha com público de Copa no sábado

Beira-Rio deve ter casa cheia contra o Galo 
(Foto: JeffersonBernardes/Agência Preview/Divulgação)

20/11/2014

Direção colorada projeta lotação do Estádio Beira-Rio com ao menos 40 mil torcedores nas últimas partidas do Brasileirão, contra Atlético-MG e Palmeiras

As ambições por terminar o Brasileirão dentro do G-4 levam o Inter a arquitetar projeções nada modestas sobre o Beira-Rio lotado nos dois jogos restantes em casa, contra Atlético-MG e Palmeiras, nas 36ª e 37ª rodada. Os colorados sonham alto. Se espelham na festa dos torcedores que tomaram as arquibancadas durante a Copa do Mundo para bater o público recorde do estádio reformado em 2014 - os 37.222 torcedores que assistiram ao Gre-Nal do primeiro turno (veja os cinco maiores públicos em jogos oficiais do Inter na tabela abaixo).



O clube não poupou esforços para superar a marca já neste sábado, às 19h30, contra o Galo. Concretizou uma promoção de ingressos, comercializados a partir de R$ 10, e encontrou a resposta da torcida. Um dia após o início das vendas já havia assegurado 10 mil bilhetes. Mobilização que leva o vice-presidente de administração José Alfredo Amarante a trocar as projeções pelas certezas e cravar ao menos 40 mil torcedores no Beira-Rio no próximo domingo - a média, após 18 jogos no estádio, sem contar Copa do Mundo, eventos teste e o amistoso de inauguração, é de 25.226 pessoas por partida.

- Atingimos 25% da meta de ingressos já na quarta-feira, vendendo apenas para sócios. O número equivale à procura do Gre-Nal no primeiro turno. Com a abertura da venda ao público geral, devemos chegar a 20, 25 mil nesta quinta-feira. Vamos superar (o público do Gre-Nal). Não é expectativa. Vamos ter 40 mil pessoas no Beira-Rio neste sábado, mesmo com chuva. A não ser que caia um verdadeiro dilúvio em Porto Alegre - ressalta o dirigente.

Segundo Amarante, a promoção de ingressos será mantida para a partida contra o Palmeiras, às 17h do domingo, próximo dia 30, pela 37ª rodada do Brasileirão. Os planos são ainda mais ambiciosos. O dirigente espera público de "Copa do Mundo" no Beira-Rio, devido ao horário do jogo, para superar novamente a barreira dos 40 mil torcedores.

- A ideia é manter a promoção. O mesmo preço no jogo contra o Palmeiras. Pelo horário, vai bater a previsão de público que teve a Copa do Mundo. Nossa ideia é ter 45 mil pessoas no jogo contra o Palmeiras - ressalta.

As vendas ao público em geral para a partida deste sábado, contra o Atlético-MG, se iniciam nesta quinta-feira, pelo preço mínimo de R$ 20 nas cadeiras superior e inferior. A bilheteria oficial opera a partir da quinta, das 10h, às 18h, no Gigantinho. No dia da partida, o serviço abre às 10h, até o horário do confronto.

A venda aos associados foi aberta na terça-feira, no site oficial. Os sócios do clube que têm acesso garantido e pretendem ir ao jogo devem realizar o check in no site do clube. O mesmo vale aos membros que não devem comparecer ao confronto, que podem efetuar o check out e disponibilizar seu assento ao público geral.

Confira os valores das entradas:
Superior locada: R$ 60
Inferior locada: R$  80
Superior: R$ 20
Inferior: R$ 20
Visitantes: R$ 20 

* Sócios pagam metade do valor

Jogos da Copa do Mundo contaram com Beira-Rio lotado (Foto: Getty Images)

Fonte: Globo Esporte

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Fifa pode tornar público relatório sobre Copas de 2018 e 22

Hans-Joachim Eckert, juiz de ética da Fifa
Foto: Michael Buholzer / Reuters
20/11/2014

A Fifa cogita tornar público o relatório da investigação sobre o processo de licitação para as Copas do Mundo de 2018 e 2022, que serão disputadas respectivamente na Rússia e no Catar, mas apenas se todas as pessoas citadas no documento abrirem mão de qualquer ação legal contra a entidade. A afirmação foi feita pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, nesta quarta-feira.

O posicionamento de Blatter foi uma resposta ao presidente da Federação Inglesa, Greg Dyke, que enviou uma carta a todos os membros do comitê executivo solicitando todas as informações da investigação. Em defesa da entidade máxima do futebol, Blatter disse que uma cláusula de confidencialidade impede que o documento seja revelado.

Em tom de provocação, o presidente da Fifa citou na carta que a candidatura inglesa ao Mundial 2018 foi qualificada como antiética pelo relatório, feito de forma independente pelo ex-procurador americano Michael Garcia.

"Por isso, gostaria de lhe perguntar se podemos interpretar a carta como um consentimento em nome de qualquer pessoa afetada pelas partes do relatório relativas à candidatura inglesa para a publicação do relatório e renúncia de qualquer ação legal em caso da publicação", questionou Blatter.

Na última quinta, o comitê de ética da Fifa decidiu que as candidaturas de Rússia e Catar não apresentaram nenhuma irregularidade, apesar de pessoas não identificadas terem sido alvo de uma queixa-crime na Suíça por participação ilícita no processo de licitação.

Baseada no resumo do relatório final, um texto de 42 páginas feito por Hans-Joachim Eckert motivou a decisão dos executivos da Fifa. A decisão foi criticada por Michael Garcia, que viu um desvirtuamento do conteúdo da investigação no resumo apresentado por Eckert.

Fonte: Terra

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Fifa volta atrás e levará à Justiça escolha das sedes das Copas de 2018 e 2022

Foto: Divulgação

20/11/204

Inicialmente, entidade disse que não constatou irregularidades nos processos de escolha de Rússia e Catar. Agora, admite que pode ter havido corrupção, como sugeriu um investigador

A Fifa decidiu rever seu posicionamento quanto à polêmica escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018, na Rússia, e 2022, no Catar. Diante das suspeitas de corrupção no processo de escolha, a questão será levada à Justiça de Berna, na Suíça, conforme comunicado emitido pela entidade nesta terça-feira.

Hans-Joachim Eckert, presidente do Conselho de Ética da Fifa, foi quem recomendou a Joseph Blatter, presidente da Fifa, que levasse o caso à Justiça. A suspeita é de que tenham ocorrido transferências de bens durante o processo de escolha das sedes, como apontado por Michael Garcia, investigador independente contratado pela entidade.

A investigação de Garcia durou mais de um ano, com 75 pessoas ouvidas. Inicialmente, ao analisar o relatório final, Eckert disse que não havia razões para se suspeitar das escolhas de Rússia e Catar. Porém, esse posicionamento foi duramente contestado pelo próprio investigador, segundo quem a Fifa não havia interpretado corretamente o relatório.

"O comunicado divulgado pela Fifa contém várias representações de fatos que estão materialmente incompletas e erradas", declarou Garcia na ocasião. "Pretendo apelar contra essa decisão", completou. A Fifa, então, reviu seu posicionamento, e agora indica que acredita nas suspeitas de corrupção.

A absolvição de Rússia e Catar não incomodou apenas Garcia. A Alemanha, atual campeã mundial, contestou o posicionamento da Fifa e chegou a recomendar que a Uefa (União de Fiutebol da Europa) se retirasse da Fifa caso o posicionamento não fosse revisto.

Fonte: JusBrasil

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Seleção Olímpica é campeã do Torneio Internacional na China

Brasil campeão - Créditos: CBF

20/11/2014

A Seleção Brasileira Olímpica derrotou a China por 2 a 1 e conquistou o Torneio Internacional de Wuhan. Os gols do time de Alexandre Gallo foram marcados por Lucas Evangelista e Wellington Silva. 

O jogo iniciou parelho e bastante disputado no meio de campo, mas o Brasil começou a impor seu jogo e pressionar a saída de bola adversária a partir dos 15 minutos.

O Brasil abriu o placar aos 19 minutos, com Lucas Evangelista. O capitão Dória roubou a bola na defesa e carregou até a linha de fundo, quando cruzou rasteiro da esquerda para o meio da grande área: Lucas bateu forte no meio do gol

O segundo gol saiu aos 44 minutos do primeiro tempo, em mais uma roubada de
bola brasileira. Wellington Silva recebeu na entrada da grande área e bateu forte e no alto, indefensável para o goleiro chinês.

A segunda etapa começou como o final do primeiro tempo: com o Brasil impondo seu jogo e pressionando a saída de bola do adversário.

Aos 21 minutos gol da China. Dória cometeu falta dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Liao bateu, marcou para os donos da casa e fez o jogo esquentar.

O goleiro Jacsson fez excelente defesa aos 30 minutos em chute de dentro da grande área.

O jogo seguiu quente até seu final, mas o Brasil segurou o ímpeto da seleção chinesa e conquistou mais um título, o sexto disputado com Gallo no comando e o sexto vencido. 

O atacante Vinícius Araújo foi eleito o melhor jogador da competição. 

No outro jogo da última rodada do Torneio Internacional de Wuhan, a Austrália derrotou a Coreia do Sul por 1 a 0 e chegou aos quatro pontos com saldo de um gol negativo. Os coreanos encerraram sua participação com apenas um ponto. 

O Brasil jogou com Jacsson, Fabinho, Wallace, Dória (capitão) e Wendell (Vinicius Ribeiro); Filipe Augusto, Danilo (Alef), Lucas Evangelista (Vinícius Araújo) e Felipe Anderson; Wellington Silva (Kelvin) e Ryder Matos (Felipe Gedoz).

Fonte: CBF

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Huawei prepara rede 5G para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018



20/11/2014

A fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicação Huawei anunciou uma parceria com a operadora russa de telefonia MegaFon para o desenvolvimento de tecnologia 5G, a nova geração de transmissão de dados via rede de celular. O plano é ter tudo pronto para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

A parceria entre as duas companhias vem desde 2002, quando atuaram em conjunto para desenvolver a rede GSM. As empresas terão reuniões regulares para trocar informações sobre a padronização da tecnologia e determinar os requerimentos para a construção da rede 5G.

Os testes para a nova geração de transmissão de dados estão planejados para estarem completos até o final de junho de 2017. Se as companhias obtiverem sucesso, serão as primeiras a ter a tecnologia. O Japão, por exemplo, planeja ter seu 5G para a Olimpíada de Tóquio, em 2020. A Coreia do Sul, um dos países mais avançados do mundo em termos de telefonia celular, também prevê ter a rede de quinta geração no mesmo ano.

Além de desenvolver internamente a tecnologia, a Huawei também investiu 5 milhões de libras esterlinas na Universidade de Surrey, na Inglaterra, que possui um centro de pesquisa para o 5G. No país da Rainha, a rede está prevista para chegar em 2022.

Nova linha de celulares

De acordo com o PhoneArena.com, vazou um "roadmap" da linha de celulares da Huawei para o ano de 2015. Um dos destaques é o Ascend D8, com processador Kirin 950 de 64 bits, tela 2K de 5,5 polegadas, 4 GB de RAM e preço de 5 mil yuans (R$ 2.111). Ele está previsto para ser revelado em maio. Já o Mate8 deve aparecer em setembro, trazendo um Kirin 930, tela 2K de 6 polegadas e 3 GB de RAM. Preço? 4 mil yuans (R$ 1.689).

O Ascend P8 está previsto para aparecer na CES, em janeiro do ano que vem, e é equipado com um Kirin 930, tela 1080p de 5 polegadas e 3 GB de memória. O preço previsto é de 3 mil yuans (R$ 1.266). A imagem vazada também sugere os lançamentos do Ascend 5, 5X, 7 e 7x, com configurações mais modestas.

Fonte: Tecmundo

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Novato faz golaço e dá vitória ao Brasil em retorno de Thiago Silva

19/11/2014

No último jogo de 2014, Seleção de Dunga sofre primeiro gol em seis jogos, mas consegue bater Áustria. Defensor recebe braçadeira de Neymar, substituído no fim

Prazer, Roberto Firmino! Para o torcedor brasileiro que não conhecia esse alagoano de apenas 23 anos, o golaço marcado no triunfo por 2 a 1 sobre a Áustria, nesta terça-feira, no Ernst Happel Stadium, em Viena, o credenciou a ter novas oportunidades na renovada equipe nacional do técnico Dunga. David Luiz, de cabeça, marcou o outro. Dragovic, de pênalti, diminuiu a diferença, balançando pela primeira vez a rede do time canarinho desde a Copa do Mundo.

Quem também roubou a cena foi o zagueiro Thiago Silva. Após as declarações de que estava chateado por ter perdido o posto de capitão e a titularidade da Seleção, o jogador acabou entrando aos 26 minutos do primeiro tempo após lesão muscular do titular Miranda. No fim, ele ainda recebeu a braçadeira de Neymar, que foi substituído aos 47 da etapa final. 

O último treinador a vencer as seis primeiras partidas no comando da Seleção foi João Saldanha, em 1969. Depois, ele chegou a 13 vitórias. O Brasil só volta a campo em 2015. Em março, o time canarinho fará dois amistosos, um deles contra a França, em Paris. O outro confronto ainda não foi definido.

Firmino entrou no segundo tempo e deu a vitória ao Brasil na Áustria  (Foto: Agência Reutes)

O Brasil demorou para encontrar-se em campo. Teve muitas dificuldades para superar a forte marcação dos austríacos, que marcavam com dez atletas de linha atrás da linha do meio de campo. As quatro primeiras finalizações foram dos donos da casa. Em uma delas, Okotie 

 mandou para a rede pelo alto, mas usou as mãos. Em outra, após desvio de Luiz Gustavo, a bola acertou a trave de Diego Alves. Porém, o lance já estava parado por conta de um impedimento. 

Aos 26, Miranda sentiu a parte posterior de coxa e deu lugar a Thiago Silva. Era o que o defensor precisava para tentar deixar outra impressão ao técnico Dunga após causar polêmica por afirmar que estava chateado com a perda da braçadeira de capitão e da titularidade na equipe nacional. Não comprometeu na etapa final e ainda viu o Brasil finalizar pela primeira vez aos 33 minutos.

Oscar bateu de fora da área para defesa do goleiro Almer. O lance acordou a Seleção que passou a dominar a partida e a arriscar mais as finalizações. David Luiz ainda teve a chance de marcar em cobrança de falta, mas a bola passou rente ao travessão da Áustria, que era empurrada pelos mais de 48 mil torcedores que compareceram ao estádio em Viena. 

David Luiz usou a cabeça para colocar o Brasil na frente (Foto: Mowa Press)

Na volta para o segundo tempo, o panorama de dificuldades para chegar ao gol austríaco não mudou. Disposto a alterar o time para chegar ao resultado, Dunga apostou nas entradas de Roberto Firmino e Douglas Costa nas vagas de Luiz Adriano e Willian. E deu certo. Após lance do ex-jogador do Grêmio, escanteio para o Brasil. Aos 18, Oscar cobrou e David Luiz fez o primeiro. 

O Brasil seguiu jogando melhor, tocando mais a bola. Mas acabou sofrendo o empate após pênalti de Oscar. O zagueiro Dragovic bateu e acabou com a invencibilidade de gols da Seleção. Quando parecia que a partida terminaria empatada, o novato Roberto Firmino recebeu na intermediária e soltou a bomba. Um golaço nos 48 minutos em que atuou pela Seleção em dois jogos.

No fim, Neymar aproveitou a substituição para encerrar qualquer polêmica sobre a braçadeira de capitão. Ao deixar o campo, caminhou até Thiago Silva e o cedeu o posto ao defensor. Após o apito final, vibração de todo o grupo brasileiro.

Dunga encerra 2014 com seis vitórias em seis jogos no retorno à seleção brasileira (Foto: Reuters)

Ficha técnica:
ÁUSTRIA 1: Almer (Özcan), Klein, Dragovic, Hinteregger, Fuchs; Ilsanker, Kavlak, Harnik (Prödl), Arnautovic (Ulmer), Junuzovic (Weimann); Okotie (Sabitzer). Técnico: Marcel Koller

BRASIL 2: Diego Alves, Danilo, Miranda (Thiago Silva), David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo , Fernandinho (Casemiro) e Oscar (Fred); Willian (Douglas Costa), Neymar (Marquinhos) e Luiz Adriano (Roberto Firmino). Técnico: Dunga. 

Local: Ernst Happel Stadium, Viena, Áustria
Gols: David Luiz (Brasil), aos 18 min do 2º tempo; Dragovic (Áustria), aos 29 min do 2º tempo; Roberto Firmino (Brasil), aos 37 do 2º tempo


Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Rússia expedirá vistos gratuitos para voluntários da Copa do Mundo de 2018

19/11/2014

Torcedores não precisarão do documento para estarem no mundial de futebol

Os voluntários que quiserem ir à Rússia para ajudar na organização da Copa do Mundo de 2018 poderão obter vistos grátis nos consulados do país pelo mundo afora. De acordo com o chefe da seção consular do Ministério das Relações Exteriores russo, Yevgeny Ivanov, a pasta pretende emitir vistos humanitários sem cobrar taxas.

O funcionário aproveitou o anúncio para lembrar que anteriormente Moscou também decidiu abolir os vistos para os fãs do futebol que quiserem viajar para a Rússia a fim de acompanhar o torneio. A próxima Copa do Mundo será disputada, em 12 estádios de 11 cidades russas, entre os dias 8 de junho a 8 de julho de 2018.


Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Chile apresenta mascote da Copa América 2015

Mascote da Copa América 2015 foi apresentado ao lado dos participantes 
do torneio | Crédito: Divulgação

19/11/2014

Zorro Culpeo representará o torneio em 2015

A Copa América 2015 ainda não teve os grupos sorteados, mas já tem mascote. Nesta terça (18), o Chile apresentou ao mundo a raposa colorada Zorro Culpeo como novo mascote do torneio.

O animal tem como habitat natural desertos, bosques e montanhas da Cordilheira dos Andes, no Chile.

O animal foi idealizado pela empresa portuguesa Brandia, que cuidou do logotipo do torneio e também do emblema da Copa de 2018, na Rússia.

Fonte: Placar

Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Chefes de ética da Fifa vão se reunir na quinta após polêmica sobre Copas de 2018 e 2022

Hans-Joachim Eckert, juiz de ética da Fifa - GETTY

19/11/2014

O juiz de ética da Fifa, Hans-Joachim Eckert, vai se reunir com o investigador Michael Garcia na quinta-feira para discutir suas diferenças sobre o controverso processo de votação para as Copas do Mundo de 2018 e 2022.

Uma fonte próxima à investigação confirmou à Reuters que a reunião vai ocorrer na quinta-feira e disse que o local ainda não tinha sido decidido.

A Fifa foi alvo de polêmica na quinta-feira, quando Eckert, chefe da câmara decisória do Comitê de Ética, disse não encontrar motivos para reabrir o processo que concedeu a realização da Copa do Mundo de 2018 à Rússia e a de 2022 ao Catar.

Mas três horas depois, o ex-promotor dos EUA Garcia, que passou 18 meses investigando alegações de corrupção durante o processo, publicou seu próprio comunicado dizendo que o documento da Fifa contém "diversas representações dos fatos materialmente incompletas e equivocadas" sobre seu relatório de 430 páginas, acrescentando que irá recorrer da decisão.

Inglaterra, Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda também foram candidatas ao torneio de 2018, enquanto Japão, Estados Unidos, Coreia do Sul e Austrália se candidataram à Copa de 2022.

Fonte: ESPN

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...