.

.

RÚSSIA CORRE ATRÁS DO TEMPO PARA FINALIZAR ESTÁDIOS DA COPA; VEJA COMO ESTÃO AS OBRAS



16/01/2018


Nós, brasileiros, conhecemos bem essa história: tivemos pelo menos sete anos para preparar os estádios para a Copa do Mundo de 2014, mas muitos deles quase não foram entregues e as desculpas foram muitas. A temática é a mesma na Rússia, que chega à etapa final de preparação para o seu Mundial, que começa dia 14 de junho, com menos da metade das arenas prontas.

Até o momento, apenas cinco delas foram finalizadas: quatro usadas na Copa das Confederações, em 2017 – São Petersburgo, Spartak (Moscou), Olímpico de Fisht (Sochi) e Cazã –, mais Lujniki, também em Moscou, que será o palco da abertura, entre Rússia e Arábia Saudita, e final do Mundial.

De todos os estádios, nove estão sendo construídos exclusivamente para a Copa do Mundo, outros dois reformados e um teve que ser demolido e reerguido.

Das arenas restantes, elas precisam ser finalizadas entre os meses de abril e maio, sendo que a Fifa exige que elas passem por, pelo menos, três eventos testes antes da Copa do Mundo.

Segundo última atualização da entidade, em dezembro, o andamento das obras é pior do que a Copa no Brasil, que tinha seis estádios concluídos há seis meses do Mundial. Não vai ser fácil.




RYAN GIGGS É ANUNCIADO COMO NOVO TÉCNICO DA SELEÇÃO DO PAÍS DE GALES

Ryan Giggs é anunciado como novo técnico da seleção do País de Gales

16/01/2018

Antes, depois de atuar por 23 anos como jogador no Manchester United, ele foi interino do clube no final da temporada 2013/2014

Depois de não conseguir a classificação para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a seleção do País de Gales anunciou nesta segunda-feira o seu novo treinador. E trata-se de um nome conhecido: o ex-jogador Ryan Giggs, que fez história pelo Manchester United.

Galês de 44 anos, Giggs defendeu a seleção de seu país em 64 duelos - entre 1991 e 2007 - e terá agora o seu primeiro desafio oficial como treinador. Antes, depois de atuar por 23 anos como jogador no Manchester United, ele foi interino do clube no final da temporada 2013/2014. Depois, permaneceu como assistente até julho de 2016.

Giggs assinou um contrato de quatro anos com a Associação de Futebol Galesa. "Estamos extremamente felizes de apontar Ryan como o novo técnico da seleção. Com a sua imensa experiência como jogador, técnico e assistente do maior clube do mundo, estamos confiantes no futuro sucesso da seleção", comentou Jonathan Ford, diretor executivo da federação.

Feliz com o acerto, Giggs já projetou os primeiros passos na seleção. "Estou muito orgulhoso pela honra de treinar a equipe nacional", celebrou o ex-jogador, acrescentando que está ansioso pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020. "Não vejo a hora de começar a trabalhar com os jogadores e nos prepararmos para os jogos cruciais ao longo do ano."

TEM HISTÓRIA NO FUTEBOL

Meia-atacante de imenso sucesso no Manchester United, tendo conquistado duas vezes a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes, além de uma série de títulos nacionais, Giggs será o substituto de Chris Coleman. Embora tenha levado o País de Gales a uma inesperada semifinal da Eurocopa em 2016, ele não conseguiu a classificação ao Mundial.

O primeiro desafio de Giggs será a Copa da China, contra a seleção local, em 22 de março, em Nanning.

PARA FECHAR LISTA DE AMISTOSOS, TITE NÃO IRÁ À SEMINÁRIO DA COPA EM SOCHI

Tite não vai a seminário da Fifa (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

15/01/2018 

No fim de fevereiro, técnico vai se dedicar à escolha dos jogadores para enfrentar Rússia e Alemanha, em março

Por GloboEsporte.com

Entre os dias 26 e 28 de fevereiro, a Fifa vai realizar um workshop da Copa do Mundo na cidade de Sochi, que também será a sede da seleção brasileira durante o torneio. As 32 classificadas terão representantes no evento, mas Tite, dessa vez, não irá.

Isso porque na semana seguinte ele terá que anunciar os 23 convocados para os amistosos contra Rússia e Alemanha, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente. O técnico quer se dedicar integralmente à escolha dos jogadores. Nesse período, ele deverá assistir a jogos no estádio e pela televisão, além de monitorar dados e informações para fechar sua lista.

Essa será a última convocação de Tite antes de divulgar, no início de maio, os 23 que irão à Copa.

Pela CBF, estarão no workshop o coordenador Edu Gaspar, o médico Rodrigo Lasmar, o supervisor Luis Vagner Vivian, o administrador Hamilton Corrêa e o chefe de segurança Aloísio Rocha. O evento vai tratar de assuntos de logística, comunicação, além das áreas médica e administrativa.

COPA DE 1930: URUGUAIOS CELEBRAM TÍTULO EM CASA

Seleção uruguaia já tinha dois títulos olímpicos e celebrou o fato de ser a primeira 
equipe campeã de uma Copa. Foto: Divulgação

15/01/2018
    
Por Luana Ponsoni, da editoria de esportes do Jornal do Commercio 

Para os amantes do futebol, a ansiedade costuma ser grande. Afinal, são necessários quatro anos até a chegada da próxima Copa do Mundo. Em meio às expectativas para o torneio deste ano, na Rússia, muitos nem imaginam que a primeira edição do evento demorou duas décadas e meia para deixar de ser uma ideia e virar realidade. Antes da concretização da Copa de 1930, no Uruguai, a Fifa amargou um imenso fracasso ao tentar organizar o Mundial em 1905. Apenas depois que o francês Jules Rimet assumiu a presidência da entidade, em 1920, é que se atingiu o cenário favorável à estreia da competição.

Na primeira tentativa de viabilizar o Mundial, a Fifa, então presidida pelo francês Robert Guerin, viu o prazo de inscrições chegar ao fim totalmente esvaziado. Na época, a entidade tinha 11 seleções filiadas. Todas, porém, de países da Europa. A eclosão da Primeira Guerra Mundial também foi um sério entrave ao prosseguimento da ideia. Dois anos após o fim do conflito, porém, a Federação contava com a adesão de países de outros continentes, como a África do Sul, Argentina e os Estados Unidos. Nesse momento, criar uma competição de futebol aberta entre vários países voltou a fazer todo sentido.

A palavra final para a realização da primeira Copa do Mundo aconteceu no Congresso da Fifa em Amsterdã (HOL), em maio de 1928. A proposição oficial de Jules Rimet recebeu 23 votos favoráveis e três contra. O Uruguai demonstrou grande interesse em receber o torneio. Como argumento, usou a comemoração do centenário de sua independência e o fato de a seleção do país ser bicampeã olímpica, títulos que lhe renderam a alcunha de Celeste Olímpica.

O plano estrutural apresentado pelo Uruguai propunha ainda a construção do estádio Centenário, considerado pela Fifa, anos depois, um monumento ao futebol mundial. Com tantos atrativos, o país sul-americano acabou ganhando a preferência para ser a sede da edição inaugural da Copa do Mundo. Magoada, a Itália, também candidata, liderou um boicote ao evento que acabou sendo seguido por boa parte dos europeus. Do Velho Continente, participaram apenas França, Bélgica, Romênia e Iugoslávia.

“É uma viagem impraticável, tanto pela distância até Montevidéu, como pelo prejuízo que os clubes vão ter se cederem jogadores, em pleno campeonato, a uma Liga recém-criada”, chegou a justificar o então técnico da Espanha, José María Mateos. Os demais participantes da Copa de 1930 foram Estados Unidos, Argentina, Chile, México, Brasil, Bolívia, Peru e Paraguai, além do país-sede.

Com 13 seleções, a Copa do Mundo de 1930 organizou as equipes em quatro grupos. Apenas um deles, porém, tinha quatro times. Com uma seleção composta principalmente por cariocas, em razão de disputas entre cartolas das federações do Rio de Janeiro e de São Paulo, o Brasil caiu na mesma chave de Bolívia e Iugoslávia. A Canarinho, porém, não passou da fase de grupos. Na estreia, foi derrotada por 2×1 para os iugoslavos. Naquele jogo, a seleção já perdia por 2×0 quando Preguinho, atacante do Fluminense, fez o primeiro gol do Brasil em Copas do Mundo. No segundo compromisso, o escrete nacional venceu a Bolívia por 4×0 (dois de Preguinho e dois de Moderato, atacante do Flamengo). De nada adiantou. Quem avançou foi o extinto país dos Bálcãs, que também superou a Bolívia por 4×0.

A PRIMEIRA FINAL

Uruguai e Argentina, países onde o futebol se popularizou de forma mais rápida do que no Brasil, decidiram a primeira Copa do Mundo. Anfitriões, os uruguaios queriam coroar a construção do estádio Centenário com o título mundial, repetindo o feito das Olimpíadas de 1924 e 1928. Para isso, contavam com os gols do atacante Cea e a maestria de Scarone, um dos melhores do torneio. Já os argentinos apostavam no faro de gol de Stabile. “O infiltrador”, como era conhecido o atacante do Huracán, acabaria como o artilheiro do Mundial depois de balançar as redes oito vezes. Mas não levaria a taça.

A decisão da primeira Copa atraiu cerca de 30 mil argentinos ao país vizinho. Apenas dez mil tiveram acesso ao Centenário, que registrou um público oficial de 70 mil pessoas, mas havia mais torcedores, pois milhares entraram sem pagar. O clima era tenso. Tanto que o árbitro belga Jan Langenus pediu um seguro de vida e retorno imediato à Europa.

Antes de a bola rolar, outro problema: justamente com a pelota. Cada seleção queria jogar com a sua – a dos uruguaios era mais pesada. A solução foi disputar cada tempo com uma bola diferente. No primeiro tempo, então, as seleções entraram em campo com a da Argentina. Curiosamente, os hermanos venceram o primeiro tempo por 2×1. Na etapa final, foi a vez da do Uruguai e os donos da casa conquistaram a virada por 4×2. A Celeste Olímpica jogou a etapa final com um jogador a mais, uma vez que o argentino Varallo deixou o campo machucado – não havia substituições na época.

O quarto gol do Uruguai, que sacramentou o título, foi anotado por Hector “Manco” Castro. Auxiliar de carpinteiro quando criança, ele havia perdido a mão direita em um acidente com uma serra elétrica. Como prêmio pelo título, o governo uruguaio deu a uma casa a cada jogador, além de medalhas de ouro. O novo torneio chegava para ficar!

PORTADORES DO CARTÃO SICREDI VISA CONCORREM A VIAGENS PARA A COPA DO MUNDO FIFA RÚSSIA 2018 EM NOVA CAMPANHA



15/01/2018

Promoção estará em vigência até abril de 2018 e tem, entre os prêmios, pacotes de viagem para o evento esportivo na Rússia, cortesia Visa

A Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 terá início no dia 14 de junho, na Rússia, mas, no Brasil, os preparativos do evento já começaram com o lançamento da promoção Sicredi Visa. O cartão Visa, emitido pelo Sicredi, instituição financeira cooperativa – que possui mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros –  lança a promoção “Juntos na Rússia com seu Cartão Sicredi Visa”, que terá vigência até 18 de abril de 2018. Nela, mais de dois mil prêmios serão sorteados, como bolas oficiais da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 da Adidas, vouchers de compras e pacotes de viagem para ir ao evento esportivo, cortesia Visa.

Para participar, é necessário ter o cartão Sicredi Visa, pessoa física ou pessoa jurídica, e cadastrar-se pelo site www.promocaosicredivisa.com.brou pelos telefones 0800 6427161 e 4020 7161. As transações na função crédito e débito que acumularem um valor mínimo de R$ 120,00 em compras por semana receberão um número da sorte.

“A promoção tem entre seus objetivos beneficiar o associado que faz o uso do cartão como forma de pagamento no dia a dia, afirma Eduardo Goni, gerente da Sicredi Cartões.

A ação da Visa em parceria com o Sicredi já ocorreu nas edições de 2010 e 2014. “Por patrocinar o evento por mais de 10 anos, sabemos da importância e da expectativa que a Copa do Mundo da FIFA gera nos brasileiros. É com muita satisfação que estendemos os benefícios desse patrocínio ao Sicredi e assim possibilitar que seus associados vivam um momento único na Rússia. Vamos repetir, com certeza, o sucesso das edições anteriores com essa nova campanha”, aposta  Eduardo Barreto, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Visa do Brasil.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Sobre a Visa

Visa Inc. (NYSE:V) é a empresa líder em pagamentos digitais no mundo. Nossa missão é conectar o mundo por meio do que há de mais inovador, confiável e seguro em meios de pagamentos – permitindo que pessoas, negócios e economias prosperem. Nossa avançada rede de processamento global, a VisaNet, oferece pagamentos seguros e confiáveis em todo o mundo e é capaz de processar mais de 65.000 transações por segundo. O foco implacável da empresa em inovação é um catalisador para o rápido crescimento do comércio conectado em qualquer dispositivo e uma força motriz por trás do sonho de um futuro sem dinheiro em papel para todos, em todos os lugares. À medida que o mundo passa do analógico para o digital, a Visa insere sua marca, produtos, pessoas, rede e escala para remodelar o futuro do comércio. Para mais informações visite www.visa.com.br, nossa página no Linkedin ou siga-nos no twitter @VisaNewsBr

SUÉCIA DERROTA DINAMARCA EM AMISTOSO; ISLÂNDIA GOLEIA A INDONÉSIA


Nilsson, autor do gol da vitória da Suécia sobre a Dinamarca Foto: Reprodução/Svenskfotboll.se

14/01/2018

Equipe que eliminou a Itália da Copa atua com atletas da liga nacional e vence por 1 a 0


Nestes primeiros dias do ano da Copa do Mundo da Rússia, três países nórdicos aproveitaram as pausas em suas ligas nacionais para realizar amistosos de preparação para o torneio. Dois deles se enfrentaram, e a Suécia derrotou a Dinamarca por 1 a 0. Já a Islândia passeou diante da Indonésia e fez 6 a 0.

As três seleções atuaram com equipes alternativas, compostas quase que exclusivamente por atletas que jogam em suas ligas nacionais, paralisadas em meio ao rigoroso inverno local. No duelo entre Suécia e Dinamarca, foi Gustaf Nilsson que definiu a favor dos suecos. Curiosamente, o jogador atua na liga dinamarquesa, no Silkeborg IF.

Já a Islândia teve facilidade para passar pela Indonésia e contou com dia inspirado de seu setor ofensivo. Andri Bjarnason, Kjartan Finnbogason, Ottar Karlsson, Tryggvi Hrafn Haraldsson, Hjörtur Hermannsson e Holmar Örn Eyjolfsson foram os responsáveis por construir a goleada.

A Dinamarca está no Grupo C da Copa do Mundo da Rússia, ao lado de França, Austrália e Peru. A Islândia integra a chave D, com Argentina, Croácia e Nigéria. Já a Suécia está no Grupo F, que conta também com Alemanha, México e Coreia do Sul.

ÁRBITRO ADMITE ERRO QUE TIROU A IRLANDA DO NORTE DA COPA DO MUNDO DE 2018

O árbitro Ovidiu Hategan marcou um pênalti inexistente para Suíça contra a 
Irlanda do Norte - Jason Cairnduff / Reuters

14/01/2018

O árbitro Ovidiu Hategan admitiu que errou ao marcar um pênalti para Suíça, que prejudicou a Irlanda do Norte, e classificou os suíços para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Em entrevista à imprensa romena, o juiz confirmou que foi infeliz ao assinalar a penalidade.

Ovidiu Hategan considerou que o meia Corry Evans, da Irlanda do Norte, cortou um remate com o braço, mas a bola bateu no ombro dele. O duelo aconteceu no dia 9 de novembro do ano passado, pelas Eliminatórias da Europa.

“Foi um momento triste e desagradável para mim. Triste porque cometi aquele erro», disse em declarações a jornalistas romenos.

A Fifa divulgou os 36 nomes dos árbitros que vão participar da Copa do Mundo, e Ovidiu Hategan não está entre eles. O romeno afirmou que o erro pode ter pesado na decisão da entidade de deixá-lo de fora.

“Certamente que o erro teve grande influência (de ele estar fora do Mundial). Não é segredo e não vou escondê-lo. Em nosso mundo, os árbitros são os mesmos que os goleiros - todos veem o erro. Mas superei e sou um homem forte”, disse.

Ainda assim, o árbitro acredita que pode estar presente no Mundial de outra forma.

“Infelizmente eu não estou entre os 36, mas vou ver se consigo ser um árbitro de vídeo”, disse.

Fonte: Extra

DUPLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA VIAJA PARA ACOMPANHAR TRÊS JOGOS

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

14/01/2018

A comissão técnica da Seleção Brasileira já arregaçou as mangas e partiu para o trabalho no começo de 2018. Desde a última segunda (08), o coordenador Edu Gaspar, o técnico Tite e o analista de desempenho, Thomaz Araújo, trabalham no planejamento dos amistosos de março e dos próximos passos da organização e preparação da Copa do Mundo.

Nesta quinta-feira, Cleber Xavier, auxiliar-técnico, e Fernando Lázaro, coordenador do CPA (Centro de Pesquisa e Análise), embarcam para a Europa onde acompanharão três partidas 'in loco', além de três treinamentos. O primeiro deles será uma atividade do clube inglês Liverpool.

No domingo (14) a dupla estará presente no jogo entre Liverpool e Manchester City, pela Premier League. Dois dias depois, na terça-feira (16), assistirão a Monaco e Nice, válido pela Copa da França. Finalizado o primeiro período de observações do ano, Cleber e Fernando irão para a Turquia acompanhar dois treinamentos do Fenerbahçe, além do jogo da equipe contra o Göztepe, no dia 20 de janeiro.

A dinâmica de observação aplicada pela comissão técnica desde sua chegada, em junho de 2016, seguirá o mesmo ritmo neste ano, segundo o coordenador de Seleções, Edu Gaspar.

- Essa agenda de observações foi a fórmula que encontramos para estarmos mais próximos dos atletas, ampliarmos nosso raio de análise e facilitar a tomada de decisões da equipe no momento de uma convocação. É de extrema importância para nosso trabalho, ainda mais em 2018 com a Copa como desafio, além de dois amistosos importantíssimos em março.

Com as três primeiras partidas analisadas 'in loco' por Cleber Xavier e Fernando Lázaro, a comissão técnica da Seleção Brasileira chegará a 213 jogos assistidos, sendo 93 deles no exterior, e 120 no Brasil.

Fonte: CBF

ANFITRIÃ, RÚSSIA FARÁ AMISTOSOS CONTRA ÁUSTRIA E TURQUIA ANTES DA COPA DO MUNDO

Foto: Reuters

14/01/2018

Seleção Russa havia definido a disputa de outros dois amistosos em março

Anfitriã da Copa do Mundo, a seleção russa vai enfrentar duas equipes europeias às vésperas da estreia na competição. Nesta quarta-feira, a União de Futebol da Rússia anunciou que o time nacional fará amistosos com a Áustria e a Turquia nas semanas que antecedem o começo do torneio.


A primeira dessas partidas será em 30 de maio, em Innsbruck, contra a seleção austríaca. Depois, em 5 de junho, os russos vão encarar a Turquia em Moscou. Esse amistoso será nove dias antes do jogo de abertura da Copa do Mundo, em Moscou, quando a Rússia vai enfrentar a Arábia Saudita pelo Grupo A.

Ambos os amistosos devem ser complicados para a Rússia. Afinal, a Áustria a derrotou duas vezes nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016. Além disso, um amistoso entre as seleções turca e russa terminou empatado sem gols em 2016.

Anteriormente, a Rússia havia definido a disputa de outros dois amistosos em março. A equipe vai encarar o Brasil no dia 23, em Moscou, e a França no dia 27, também na Rússia, mas ainda sem local definido.

Com resultados ruins recentemente, a seleção da Rússia está na 64ª colocação no ranking da Fifa. Além da Arábia Saudita, os seus adversários na fase de grupos da Copa do Mundo serão o Egito, em 19 de junho, e o Uruguai, no dia 25.

NA MIRA DE PSG E LIVERPOOL, ALISSON PODE TROCAR DE CLUBE APÓS A COPA

Alisson entrou em campo nesta temporada 25 vezes (Foto: Divulgação/AS Roma)

14/01/2018  

Titular absoluto da Roma e Seleção Brasileira, Alisson pode se despedir do clube italiano ao fim da atual temporada. Em entrevista à emissora Sky Sports, da Itália, o goleiro admitiu que deverá ouvir as propostas de outros clubes europeus na próxima janela de transferências. Entre os interessados aparecem nada mais, nada menos que Paris Saint-Germain e Liverpool.

“Talvez falemos sobre isso [em junho], mas agora minha cabeça está na Roma”, afirmou Alisson ao ser questionado sobre a possibilidade de se transferir da Roma.

Para a janela de janeiro, as chances de Alisson trocar de time são praticamente nulas. Ciente da enorme possibilidade de disputar a Copa do Mundo da Rússia como titular na meta verde e amarela, o goleiro da Roma planeja permanecer na capital italiana, onde se encontra em uma situação bastante estável, com o intuito de seguir sendo a primeira escolha do técnico Tite.

“Estou feliz na Roma. É sempre bom saber que outros clubes estão procurando por você, te observando, mas penso só na Roma e quero fazer o melhor aqui. Deus sabe o futuro”, completou Alisson.

Com contrato até 2021, Alisson só irá se transferir caso os clubes interessados atendam às exigências da Roma, que não deverá facilitar a negociação. O jornal Gazzetta dello Sport usa o exemplo de outro goleiro brasileiro, o Ederson, que saiu do Benfica para o Manchester City por 40 milhões de euros (R$ 156 milhões), para projetar que os romanistas cobrarão um preço ainda maior pelo titular da Seleção.

Agora, resta saber se Alisson irá optar por se juntar à legião de brasileiros do Paris Saint-Germain ou atuar por um dos clubes mais tradicionais da história, o Liverpool. Fato é que os treinadores de ambas as equipes não estão completamente contentes com o nível dos goleiros que têm à disposição. Atualmente, o jovem francês Areola é o titular na meta dos parisienses, enquanto o belga Mignolet é a primeira escolha de Jurgen Klopp.

INGLATERRA ANUNCIA AMISTOSOS CONTRA COSTA RICA E NIGÉRIA ANTES DA COPA

Técnico da Inglaterra anuncia amistosos contra Costa Rica e Nigéria antes da Copa

13/01/2018

Southgate lembrou que a Inglaterra vai encarar na primeira fase do Mundial seleções da América Central e da África

O técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate, confirmou nesta quarta-feira mais dois adversários que a equipe terá pela frente na preparação para a Copa do Mundo deste ano, na Rússia. O país vai enfrentar a Costa Rica e a Nigéria, que também disputarão o torneio.

Southgate lembrou que a Inglaterra vai encarar na primeira fase do Mundial seleções da América Central e da África, já que está no grupo do Panamá e da Tunísia - além da Bélgica, todos na chave G. Por isso, a Associação de Futebol do país (FA) buscou adversários destas regiões para os amistosos.

"Vamos para uma Copa do Mundo em que enfrentaremos adversários da África e da América Central, então vamos ganhar isso nos jogos contra Nigéria e Costa Rica, mas não é apenas sobre os jogos que teremos no grupo, vai também além disso. Nós queremos expor o time a diferentes estilos e experiências", explicou.

O duelo diante da Nigéria vai acontecer no dia 2 de junho, em Wembley. Cinco dias depois, a seleção pega a Costa Rica no Elland Road, casa do Leeds United. O calendário da Inglaterra ainda prevê amistosos preparatórios contra Holanda (23 de março, em Amsterdã) e Itália (27 de março, em Wembley).

APLICATIVO METRÔ DE MOSCOU RECEBERÁ VERSÃO EM PORTUGUÊS ATÉ COPA DO MUNDO DE 2018

 © Sputnik/ Grigory Sysoev

13/01/2018

Até o início da Copa do Mundo de 2018, que ocorrerá na Rússia, o aplicativo para smartphones Metrô de Moscou receberá versões em mais cinco idiomas, incluindo português. Além disso, contará com os mapas das instalações esportivas.

Além de russo e inglês, o aplicativo estará disponível em português, francês, espanhol, chinês e alemão. Turistas de países diferentes poderão encontrar em sua língua nativa uma sessão dedicada ao maior evento esportivo de 2018, comunicou a edição Moskva 24.

O aplicativo será a melhor opção para encontrar o caminho até os estádios Spartak ou Lujniki, onde serão realizadas as partidas do campeonato. Além do mais, o aplicativo proporcionará informações sobre outros estádios, horário de jogos e resultados das partidas. 

Vale destacar que, no aplicativo, turistas terão acesso a excursões com áudio ao longo do Círculo Central de Moscou (linha ferroviária urbana e metropolitana que circula pelos locais históricos da capital russa). Vale ressaltar também que no mesmo aplicativo, usuários poderão escrever sobre coisas esquecidas no metrô, receber informações sobre lojas próximas, onde recarregar celular e onde comprar lembrancinhas.  

A Copa do Mundo FIFA 2018 será disputada entre 14 de junho e 15 de julho. Onze cidades russas foram escolhidas para receber jogos em 12 estádios diferentes. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...