.

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Ranking da Fifa tem quatro seleções da Copa América no top 10



28/11/2014

Argentina só está atrás da Alemanha em nova lista divulgada pela entidade

A Fifa divulgou nesta quinta-feira a atualização de seu ranking de seleções. Quatro países sul-americanos que disputarão a Copa América em 2015 aparecem com destaque na lista, ocupando lugares no top 10.

A Argentina é a melhor posicionada. Aparece em segundo, atrás apenas da Alemanha e uma posição à frente da Colômbia. O Brasil manteve a sexta colocação, enquanto o Uruguai perdeu dois lugares e está em décimo.

Anfitrião da Copa América, o Chile aparece em 14º. O México desceu três lugares em relação ao ranking anterior e está em 20º.

A Jamaica, por sua vez, é uma das seleções que mais ganhou posições. Campeã da Copa do Caribe, a equipe estreante da Copa América pegou um elevador de 42 colocações e agora está em 71º

Os outros seis países que vão ao torneio continental aparecem nas seguintes posições: Equador (27º), Peru (52º), Paraguai (75º), Bolívia (87º) e Venezuela (89º) 

Abaixo o top 10 do ranking da Fifa e as posições dos demais países que vão à Copa América:

 1. Alemanha 1.725 pontos
 2. Argentina 1.538 pontos
 3. Colômbia 1.449 pontos
 4. Bélgica 1.417 pontos
 5. Holanda 1.374 pontos
 6. Brasil 1.316 pontos
 7. França 1.160 pontos
 7. Portugal 1.160 pontos
 9. Espanha 1.142 pontos
10. Uruguai 1.135 pontos
14. Chile 1.022 pontos
20. México 913 pontos
27. Equador 852 pontos
52. Peru 565 pontos
71. Jamaica 467 pontos
75. Paraguai 438 pontos
87. Bolívia 375 pontos
89. Venezuela 369 pontos


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

SportTV produz documentário sobre quatro sedes da Copa do Mundo de 2018

Estádio "Kazan arena" Foto: TASS

28/11/2014

Moscou, São Petersburgo, Volgogrado e Kazan serão as cidades retratadas por jornalistas brasileiros. Programa vai estrear no dia de Natal.

Um grupo de jornalistas da SportTV chegou à Rússia para fazer um documentário sobre quatro das 11 cidades-sede da Copa do Mundo de 2018. Eles farão gravações em Moscou, São Petersburgo, Volgogrado e Kazan.

Embora as filmagens girem em torno dos preparativos e construção de instalações esportivas para a Copa do Mundo, os jornalistas selecionaram Kazan por sua história antiga e Volgogrado, pelo “trágico passado de guerra”.

O filme “Rússia 2018: a Copa do Mundo é Aqui” será exibido em 25 de dezembro. Os espectadores russos terão a oportunidade de assistir ao documentário pela internet.

Publicado originalmente pelo portal Business-gazeta.ru

Fonte: Gazeta Russa

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Evento anuncia os patrocinadores da Copa América Chile 2015

Além das estratégias de divulgação para o torneio, os patrocinadores foram 
apresentados aos canais de publicidade da competição. Foto: reprodução.

27/11/2014

Copa América Chile 2015, maior competição de futebol das Américas, reuniu seus patrocinadores em um evento exclusivo organizado pela Wematch. O encontro aconteceu na cidade de Vinã Del Mar até o dia 25 de novembro no Sheraton Hotel e Casino.

Principais representantes de cada empresa conheceram uns aos outros e começar a pensar em ativações de marketing para o campeonato. Além das estratégias de divulgação para o torneio, os patrocinadores foram apresentados aos canais de publicidade da competição, como exposição em campo, comunicação nos estádios, mídia digital e outros.

Foram apresentadas as principais ativações em patrocínio de grandes marcas como Mastercard, Santander, KIA, Kellogg’s Pringles e Coca-Cola para todo o campeonato. As empresas parceiras também terão a oportunidade de pensar e trabalhar em conjunto ações coletivas, visando o público do torneio durante todo o ano de 2015.

Em sua 44º edição, a Copa América Chile 2015 acontece entre os dias 11 de junho e 4 de julho. A competição é organizada pela Wematch, joint venture formada pela Traffic Sports, Torneos e Full Play.


Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Atlético Mineiro é campeão da Copa do Brasil após vencer o Cruzeiro por 1 a 0

Diego Tardelli marca o gol do título do Atlético Mineiro (Foto: Bruno Cantini / Atlético)

27/11/2014

O Atlético Mineiro é campeão da Copa do Brasil pela primeira vez. O Galo derrotou o Cruzeiro por 1 a 0 no Mineirão e levou o título e a vaga na Libertadores 2015. Com o Mineirão com apenas 1.800 torcedores atleticanos, depois de uma polêmica sobre os ingressos, o Atlético anulou o campeão brasileiro. Com o gol de Diego Tardelli, de cabeça, a massa atleticana comemorou muito o título nacional.

O jogo

Aos 12 minutos, o Galo criou sua primeira oportunidade de gol. Luan roubou a bola e partiu em contra-ataque, o meia encontrou Marcos Rocha invadindo a área, só que o goleiro Fábio salvou ao dividir com lateral. Na sobra, Tardelli tentou completar de primeira, mas a bola foi para a fora.

Logo depois o Cruzeiro deu o troco. Aos 15 minutos, Fábio bateu o tiro de meta longo, Ricardo Goulart aproveitou a falha da marcação, invadiu a área e chutou cruzado para fora.

O Galo era melhor e criava mais chances no jogo. Aos 24 minutos, falta para o Atlético na ponta esquerda. Dátolo cruzou na pequena área e Tardelli, sozinho, escorou para a fora. O Galo teve de realizar sua primeira substituição logo aos 30 minutos. Luan torceu o joelho ao tentar um cruzamento e deu lugar para Maicosuel.

E foi logo Maicosuel que criou uma nova oportunidade para o alvinegro. Aos 42 minutos, o meia lançou Tardelli, que devolveu para Maicosuel. Ele invadiu a área e foi abafado por Fábio, a bola sobrou para Dátolo, que isolou por cima do gol.

Aos 46 minutos, o Galo conseguiu abrir o placar. Datólo cruzou na área da ponta direita, Tardelli passou por trás da zaga e cabeceou sozinho para as redes, 1 a 0 no Mineirão. O Atlético ampliou a vantagem que havia feito no Independência, O Cruzeiro precisaria agora fazer quatro gols para ficar com o título.

O Atlético passou a jogar mais recuado no segundo tempo, tentando os contra-ataques para ampliar o placar. Aos 6 minutos, Douglas Santos foi lançado na ponta esquerda, o lateral foi linha de fundo e cruzou no segundo pau para Maicosuel resvalar para fora.

O Cruzeiro passou a jogar no desespero. Aos 17 minutos, Éverton Ribeiro bateu falta para área atleticana e a bola sobrou para Ricardo Goulart chutar sozinho para fora.

O Galo conseguia segurar o resultado no Mineirão. Aos 30 minutos, Dátolo bateu uma falta forte no travessão de Fábio. Aos 38, o Cruzeiro ainda arriscou de longe com Ricardo Goulart, mas Victor defendeu firme. Aos 39, Leandro Donizete se desentende com Dagoberto é foi expulso pelo árbitro.

Só que não dava mais tempo para a raposa. O Galo fez um bela partida, não deu chances para o rival, e teve a chance até de fazer mais gols. O título garante o Atlético na Libertadores de 2015.

Campanha do campeão

Por ter sido eliminado nas oitavas de final da Libertadores, o Atlético entrou na disputa da Copa do Brasil já na reta final. Durante a competição, a equipe jogou oito vezes, vencendo seis jogos e perdendo dois. O Galo fez 14 gol e levou 6.

O Atlético começou a competição eliminando o Palmeiras com duas vitórias, 1 a 0 em São Paulo e 2 a 0 em BH. Na quarta de final, o Galo começou perdendo para o Corinthians por 2 a 0 em Itaquera, mas venceu de forma espetacular por 4 a 1 no Mineirão. Na semifinal contra o Flamengo, os atleticanos perderam o primeiro jogo novamente por 2 a 0, e na segunda partida repetiram os mesmos 4 a 1 na Pampulha. A primeira partida da final, o Galo abriu 2 a 0 de vantagem no Independência e no Mineirão levantou a taça após a vitória por 1 a 0.

O goleiro Victor, o zagueiro Jemerson, os meias Dátolo e Luan jogaram todos os oito jogos do Atlético na Copa do Brasil. Luan acabou sendo o artilheiro do clube na competição com cinco gols. Os artilheiros da competição foram Bil (Ceará), Léo Gamalho (Santa Cruz) e Gabriel (Santos) com seis gols.

Confira a lista de jogos do Atlético

Oitavas de final
27/08/14 - Palmeiras 0 x 1 Atlético Mineiro
04/09/14 - Atlético Mineiro 2 x 0 Palmeiras
Quarta de final
01/10/14 - Corinthians 2 x 0 Atlético Mineiro
15/10/14 - Atlético Mineiro 4 x 1 Corinthians
Semifinal
29/10/14 - Flamengo 2 x 0 Atlético Mineiro
05/11/14 - Atlético Mineiro 4 x 1 Flamengo
Final
12/11/14 - Atlético Mineiro 2 x 0 Cruzeiro
26/11/14 - Cruzeiro 0 x 1 Atlético Mineiro

Ficha do jogo

Cruzeiro 0 x 1 Atlético Mineiro
Jogo de volta da final da Copa do Brasil

Data: 26 de novembro de 2014
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Gol: Diego Tardelli (CAM)
Cartões amarelos: Willian (CRU), Leonardo Silva (CAM), Rafael Carioca (CAM), Leandro Donizete (CAM), Dátolo (CAM), Luan (CAM) e Maicosuel (CAM)
Cartões vermelhos: Leandro Donizete

Cruzeiro: Fábio; Ceará (Júlio Baptista), Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique (Willian Farias), Nilton, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Dagoberto) e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético Mineiro: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson, Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca (Pierre), Dátolo e Luan (Maicosuel); Diego Tardelli (Eduardo) e Carlos. Técnico: Levir Culpi

Fonte: Portal EBC

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Governo abre concessão para companhias aéreas estrangeiras durante Copa-2018

As autoridades russas pretendem ainda suspender a necessidade de autorização 
prévia para voo de aviões de pequeno porte Foto: Maksim Blinov/RIA Nóvosti

27/11/2014

Ministério do Transporte está preparando emendas à lei para possibilitar a operação de companhias aéreas estrangeiras em solo russo durante o próximo Mundial. Iniciativa prevê que seleções sejam responsáveis pela escolha das prestadoras do serviço de transporte de seus torcedores. Medida causou descontentamento entre representantes do setor aéreo nacional.

As companhias aéreas estrangeiras terão acesso ao mercado interno da Rússia ao longo de toda a Copa do Mundo de 2018. “Levando em conta o número previsto de visitantes estrangeiros no decorrer do evento, o Ministério de Transporte não descarta a possibilidade de emitir autorizações para companhias de fora”, anunciou o chefe da pasta, Maksim Sokolov.

Um representante da assessoria de imprensa do ministério ouvido pela Gazeta Russa explicou que, se o projeto for pra frente, as companhias aéreas estrangeiras serão autorizadas a transportar as seleções que participam do campeonato e algumas categorias de torcedores.

Os gestores de cada seleção ficarão responsáveis pela celebração dos respectivos acordos com as transportadoras aéreas conforme as suas demandas. As autoridades russas não terão participação alguma do processo em questão.

Além disso, as autorizações para operação em território russo serão emitidas a companhias estrangeiras caso as empresas nacionais expressem o seu consentimento ou não apresentem uma contraproposta. Em contrapartida, as transportadoras russas devem receber  as mesmas licenças para operação nos países de origem das companhias estrangeiras selecionadas.

“Como o sorteio da Copa do Mundo será realizado apenas em 2016, os parâmetros que regulamentam as atividades dessas empresas ainda não foram definidos. Assim que isso acontecer, será possível planejar o fluxo de passageiros para cada seleção”, acrescentou o representante do Ministério de Transporte.

Pelas atuais estimativas, cerca de 1,8 milhões de passageiros devem ser transportados durante o período da Copa-2018. Esse número inclui também as delegações da Fifa e representantes oficiais, assim como jornalistas, 85% dos torcedores estrangeiros e metade de todos os fãs de futebol espalhados pela Rússia, que não dão preferência a outros meios de transporte mais econômicos, como os trens ferroviários.

Lucro geral
A iniciativa do Ministério do Transporte da Rússia visa a facilitar a realização do Mundial. Apesar de a eficiência da medida ter sido comprovada na Copa do Mundo no Brasil, os representantes do setor de aviação na Rússia não ficaram satisfeitos com a decisão. “A ausência dos prestadores de fora teria permitido aumentar os ganhos das companhias nacionais”, lamenta um representante do setor aéreo da Rússia.

Por outro lado, os especialistas acreditam que a iniciativa deve aperfeiçoar as operações das empresas nacionais. “Isso permitirá evitar despesas adicionais a serem pagas pelas transportadoras russas”, aponta Serguêi Khestanov, diretor-executivo do grupo empresarial Alor. Segundo ele, o transporte dos 1,8 milhões de passageiros estimados entre as 11 cidades-sede exigiria investimentos complementares destinados à compra ou aluguel de novas aeronaves, treinamento de equipes de tripulação e pagamento de seguros.  Pelos seus cálculos, o valor de um Boeing 737 chega a U$ 3,2 milhões, enquanto a compra de seguro Aircraft Hull Insurance e do seguro obrigatório exigiria mais US$ 7 mil e 55 mil, respectivamente.

As autoridades russas pretendem ainda suspender a necessidade de autorização prévia para voo de aviões de pequeno porte (com até 19 lugares) que pertençam a pessoas físicas ou jurídicas estrangeiras. “Segundo o novo decreto, essas aeronaves de fora do país poderão se deslocar livremente pelo território russo, o que é proibido atualmente”, ressalta Oleg Panteleev, diretor do departamento de análise da agência de aviação civil AviaPort.

Fonte: Gazeta Russa

Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Alemanha recebe Distintivo de Campeão Mundial na estreia do filme sobre a conquista

© Getty Images

26/11/2014

O presidente da FIFA, Joseph S. Blatter, entregou o Distintivo de Campeão Mundial aos jogadores e à comissão técnica da seleção alemã nesta segunda-feira em Berlim, antes da estreia internacional do filme Die Mannschaft (A Equipe), documentário sobre a conquista da Copa do Mundo da FIFA 2014™ pelo país. O cinema da Potsdamer Platz reuniu todos os atletas que ergueram a taça no Brasil para relembrarem as emoções da última Copa ao lado do presidente da Federação Alemã de Futebol, Wolfgang Niersbach, e do presidente da FIFA.

"A conquista da Copa do Mundo no Brasil coroou o desenvolvimento iniciado com o conto de fadas da organização do torneio em 2006", destacou Blatter, que também elogiou o papel exemplar de embaixadores que os 23 membros da equipe desempenharam na competição. "O estilo de jogo atraente e vistoso do time simboliza uma Alemanha cosmopolita e cativante que todo mundo reconhece, respeita e admira."

A FIFA entregou o cobiçado Distintivo de Campeão Mundial pela primeira vez à Itália, em 2006. Em reconhecimento ao sucesso da Alemanha no Brasil 2014, as camisas do país exibirão a marca do triunfo até a final da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018.

O presidente da federação alemã se mostrou contente pela distinção. "É uma enorme honra para a nossa seleção poder usar o Distintivo de Campeão do Mundo no uniforme", comentou Niersbach. "É uma prova visível de que ela conquistou grandes coisas no Brasil. Toda a comunidade do futebol da Alemanha está orgulhosa desse emblema dourado."

O técnico Joachim Löw e o capitão Philipp Lahm também estavam orgulhosos pelo quarto título mundial do país, após as conquistas de 1954, 1974 e 1990. "O Distintivo é uma honra maravilhosa, mas ao mesmo tempo eu o vejo como um incentivo e uma obrigação de não diminuir a pressão", comentou Löw.

Além da premiação, outro destaque da noite foi a estreia mundial do filme Die Mannschaft. O documentário oficial do torneio no Brasil mostra imagens inéditas a que os torcedores não tiveram acesso nos estádios, pela televisão ou na Internet, levando o público a fazer parte da atmosfera única do Mundial.

O filme de 90 minutos, lançado pela Constantin Film em colaboração com a FIFA, a Federação Alemã de Futebol e a Little Shark Entertainment, estará em cartaz nos cinemas da Alemanha a partir do dia 13 de novembro. A renda gerada com a película será destinada a projetos filantrópicos da FIFA e da federação alemã. Um terço da arrecadação será usado pelo programa social da FIFA Football for Hope, enquanto os dois terços restantes serão repassados à federação para serem investidos em iniciativas sem fins lucrativos. 

Fonte: FIFA

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Comentarista projeta a próxima Copa América: "Será uma das melhores"

Troféu da Copa América 2015 foi exibido no Chile, durante o sorteio 
dos grupos (Foto: Agência AFP)

26/11/2014

Marco Antônio Rodrigues se anima com a competição entre seleções que agita o calendário em 2015: "Muito disputada e o Brasil nem é favorito"

A Conmebol sorteou nesta semana os grupos da Copa América 2015, que será realizada entre junho e julho do próximo ano, no Chile. E, na opinião do comentarista Marco Antônio Rodrigues, a competição deve ser um sucesso por reunir várias equipes que atravessam um grande momento.

- Acho que pode ser uma das melhores Copas América de todos os tempos. O futebol do continente se reforçou nos últimos anos. O Chile tem uma boa seleção, o México tem um time interessante, a Argentina nunca esteve tão forte, vice-campeã do mundo, tem o melhor jogador do mundo e um grande elenco, Uruguai como uma incógnita, numa geração que está acabando. A Colômbia com um grande time. Acho que será muito disputada e o Brasil nem é favorito - projetou ele.

O Brasil vai estrear no dia 14 de junho, contra o Peru, em Temuco, a cidade mais ao sul do torneio - 671 km distante de Santiago. As outras duas partidas da equipe canarinho na primeira fase serão em Santiago: em 17 de junho, a Seleção pega a Colômbia, e quatro dias depois encerra a participação na primeira fase contra a Venezuela - todos do Grupo C.

O Grupo A será formado por Chile, México, Equador e Bolívia. A Argentina, por sua vez, está no Grupo B, ao lado do Uruguai, Paraguai e Jamaica.


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Caminho do Gol conquista prêmio Top de Marketing ADVB

Programação cultural e de serviços reuniu 280 mil pessoas em cinco dias
Foto: Luciano Lanes/PMPA

26/11/2014

Projeto inovador entre as cidades-sede da Copa do Mundo 2014, o Caminho do Gol de Porto Alegre foi o vencedor do prêmio Top de Marketing ADVB/RS 2014, na categoria Entretenimento. A premiação, promovida pela Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil, será entregue em cerimônia nesta quinta-feira, 27 de novembro, às 19h30, no Teatro do Bourbon Country, com a presença do prefeito José Fortunati.

Ao mobilizar mais de 280 mil torcedores numa programação cultural e de serviços no trajeto preferencial para o estádio nos cinco dias de jogos na Capital, o projeto criado pela equipe da prefeitura conquistou destaque nacional e internacional. O trajeto de 3,5 quilômetros, do Mercado Público até o estádio Beira-Rio, ofereceu mais de 100 atrações culturais, praças de alimentação e cinco estações com serviços de segurança, saúde, turismo, transporte, acessibilidade, proteção à infância e wi-fi gratuito. Na Estação da Praça Izabel, a Católica, Porto Alegre também inovou com a instalação de serviços consulares de cada país que teve a sua seleção atuando na Capital. Todo o caminho recebeu decoração temática, alusiva ao posicionamento da cidade para o Mundial – “Todos os Povos. Todas as Cores. – Porto Alegre contra o preconceito”. 

Para Fortunati, o Caminho do Gol foi um marco democrático na recepção aos turistas e no envolvimento dos moradores no clima do Mundial, independentemente se tinham ou não ingressos para os jogos. “O prêmio consolida o ponto alto da Copa do Mundo em Porto Alegre fora das quatro linhas. Partindo de uma instituição deste porte, com a avaliação de profissionais com experiência no mercado, é um reconhecimento mais do que merecido aos profissionais que planejaram e executaram o grande conjunto de eventos e serviços mobilizados”, manifesta o prefeito.

Público multicultural – Porto Alegre foi a única cidade-sede a ter o Caminho do Gol, por onde passaram torcedores de França, Honduras, Austrália, Holanda, Coreia do Sul, Argélia, Argentina, Nigéria e Alemanha. Muitos destes criaram eventos específicos motivados pelos jogos, como foi o caso da Orange Square dos holandeses, da Maison Bleu dos franceses e da Mini Oktoberfest dos alemães. 

O Caminho do gol porto-alegrense foi inspirado em experiências similares durante os mundiais da Alemanha e África do Sul, idealizado e executado sob a coordenação das equipes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e da Secretaria Extraordinária para a Copa do Mundo 2014 (Secopa). O planejamento da Prefeitura de Porto Alegre começou em 2011, com o objetivo de aproveitar a geografia da cidade, reunindo belezas naturais, pontos turísticos e ligação entre a área central e o local dos jogos. O projeto também contou com a participação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Os alunos da instituição criaram a marca do projeto.

Seleção – O Top de Marketing completa 32 anos em 2014. Nesta edição, o processo de avaliação foi renovado, com a criação de um júri presencial, conselho formado por líderes empresarias e processo seletivo em três etapas. Os projetos foram inicialmente indicados por mil profissionais de marketing da Região Sul, em 26 categorias. Na segunda etapa, o Caminho do Gol foi um dos três selecionados na categoria Entretenimento. No dia 13 de novembro, o case foi defendido diante do júri. A nota final, que apontou o projeto da prefeitura como vencedor, é composta pela pontuação da descrição do case (60%) e da apresentação presencial (40%). O case “Caminho do Gol – de Porto Alegre para o mundo” foi desenvolvido por profissionais da Secopa e do Gabinete de Comunicação Social (GCS). 

Números do Caminho do Gol

• 3,5 quilômetros pela Borges de Medeiros, do Mercado Público ao estádio Beira-Rio
• 20 dias de serviços consulares
• Mais de 100 atrações culturais (música, teatro de rua, circo, danças típicas e atividades interativas)
• 21, 8 mil usuários na rede wi-fi gratuita (total de 66,8 mil acessos)
• 80 ambulantes cadastrados
• Acessibilidade: 2 mil pessoas utilizaram os oito carros elétricos 
• Recorde de público - cerca de 90 mil argentinos


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Centros de Treinamento para formação de Atletas são destaque durante audiência pública

Foto: Divulgação

26/11/2014

A formação de atletas nas categorias de base foi o principal enfoque da audiência pública na quarta-feira, na Câmara dos Deputados. O encontro promovido pelas Comissões do Esporte; Constituição, Justiça e Cidadania e de Trabalho foi com o com técnico da Seleção Brasileira de Futebol sub-20, Alexandre Gallo, que será o técnico dos Jogos Olímpicos.

O deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), que é vice-presidente da Comissão do Esporte, detalhou sobre a sua iniciativa inserida no artigo 29 da Lei Geral da Copa, para que parte do lucro da FIFA durante a Copa de 2014, seja direcionada a construção dos Centros de Treinamento visando à formação de atletas nas categorias de base. O parlamentar relata que a Confederação Brasileira do Futebol já recebeu R$ 40 milhões para construção de 15 centros de treinamento, sendo que o primeiro foi construído em Belém do Pará. Ele recorda que mais recursos deverão ser liberados para construção dos CTs em outros Estados.

Reestruturação do futebol

Hamm salienta que essa proposta objetiva capacitar e qualificar os atletas evitando que o jovem siga o descaminho das drogas e fundamentalmente forme atletas de rendimento e atletas profissionais de futebol. “Um dos pilares para a reestruturação do futebol brasileiro está na categoria de base que precisa desse fortalecimento”, sintetiza.

Por outro lado, o parlamentar também ressalta que estão trabalhando na reestruturação do esporte brasileiro, por intermédio de legislação voltada ao futebol e as modalidades esportivas. Outra proposta é para a implantação do fundo de iniciação esportiva.

Gallo parabenizou Afonso Hamm pela proposta, ressaltando que o esporte necessita de uma formação e estruturação desde cedo, não somente para formar atletas, mas, também para garantir que os jovens tenham chance de crescer como atletas e como homens. “A alteração da Lei Pelé acrescentando o desporto de formação é uma saída viável e possível permitindo que a justiça do trabalho não puna as ações desenvolvidas para garantir a educação de alto nível”, sintetiza.

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Brasil reencontra Colômbia na Copa América; veja como ficaram os grupos

Sorteio de grupos da Copa América define adversários do Brasil na 
primeira fase - Crédito: EFE/Mario Ruiz

26/11/2014

O Brasil terá pela frente Colômbia, Peru e Venezuela na fase de grupos da Copa América de 2015, no Chile. A definição foi conhecida nesta segunda após sorteio em Viña del Mar (Chile).

A seleção de Dunga estreia contra o Peru, do atacante corintiano Guerrero, dia 14 de junho.

Brasil e Colômbia, do meia James Rodríguez, se enfrentaram pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2014 e a seleção venceu o jogo que ficou marcado pela lesão de Neymar nas costas. E também se enfrentaram em um amistoso depois do Mundial, com nova vitória brasileira.

Na Copa América, as equipes se enfrentarão pela primeira fase no dia 17 de junho, em Santiago. Brasil x Venezuela será 21 de junho.

O Chile é o cabeça de chave do Grupo A, que terá ainda México, Equador e Bolívia.

Os chilenos abrem o torneio dia 11 de junho contra o Equador.

O Grupo B tem a Argentina como cabeça de chave e é formado por Uruguai, Paraguai e Jamaica (que entra como convidada).

A seleção argentina enfrenta o Paraguai em sua estreia.

O presidente da CBF, José Maria Marin, esteve no sorteio. "Precisamos dar uma alegria ao povo brasileiro", disse Marin ao site oficial da competição. Ele estava acompanhado do futuro presidente da entidade, Marco Polo Del Nero.

As equipes participantes da competição foram divididas em potes. No pote 1 ficaram Colômbia, México e Uruguai; no 2 estavam Equador, Paraguai e Peru; e Bolívia, Jamaica e Venezuela no pote 3.

A seleção brasileira também já sabe em que estádios vai jogar na primeira fase da competição. A estreia do Brasil no dia 14 será no Estádio Municipal de Temuco. O Brasil também jogará no Estádio Monumental de Santiago e em Rancagua.

Avançam para as quartas de final os dois melhores de cada grupo, além dos dois melhores terceiros colocados.

A Copa América-2015 acontecerá entre 11 de junho e 4 de julho de 2015. Grupo A



Fonte: UOL

Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Confira os resultados dos adversários do Brasil depois da Copa do Mundo

Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

24/11/2014

A Seleção Brasileira disputou seis jogos depois da Copa do Mundo deste ano, com Dunga como técnico - Colômbia, Equador, Argentina, Japão, Turquia e Áustria - e venceu os seis.  Nesse mesmo tempo, esses adversários também tiveram outros confrontos, mas nenhum deles teve o desempenho tão bom quanto o do Brasil.

A Colômbia, o primeiro adversário do Brasil pós Copa, entrou em campo quatro vezes, e teve três vitórias - sobre a Eslovênia, Estados Unidos e Canadá - e uma derrota - para a Seleção Brasileira.

No segundo amistoso, a Seleção enfrentou o Equador. Os equatorianos jogaram quatro partidas: duas vitórias - El Salvador e Bolívia -, um empate - Estados Unidos - e uma derrota - Brasil.

A Argentina disputou cinco jogos e teve três vitórias e duas derrotas. No primeiro jogo, venceu a campeão do mundo Alemanha por 4 a 2 e em seguida, perdeu por 2 a 0 para a Seleção Brasileira, na decisão do Superclássico das Américas. Além desses dois resultados, os hermanos perderam para Portugal e venceram a Croácia e Hong Kong.

O terceiro confronto do Brasil foi contra o Japão. Nos meses depois do Mundial, os japoneses realizaram seis jogos e três vitórias - Austrália, Honduras e Jamaica -, um empate com a Venezuela e duas derrotas - para a Seleção e para o Uruguai.

A Turquia também jogou seis partidas e conquistou duas vitórias, um empate e três derrotas. Venceu o Cazaquistão; foi goleado pelo Brasil; empatou com a Letônia; perdeu para a República Tcheca e para a Islândia; e derrotou a Dinamarca.

O último adversário de 2014 da Seleção Brasileira foi a Áustria, que participa das Eliminatórias para a Eurocopa 2016. Os austríacos disputaram cinco jogos: três vitórias sobre a Rússia, Montenegro e Moldávia; um empate, com a Suécia; e uma derrota para o Brasil. A Áustria não perdia em casa há dois anos.

Veja os resultados:

Colômbia: quatro jogos, três vitórias e uma derrota

Colômbia 1 a 0 Eslovênia

Colômbia 2 a 1 Estados Unidos

Colômbia 1 a 0 Canadá

Colômbia 0 a 1 Brasil



Equador: quatro jogos, duas vitórias, um empate e uma derrota

Equador 5 a 1 El Salvador

Equador 1 a 1 Estados Unidos

Equador 0 a 1 Brasil

Equador 4 a 0 Bolívia



Argentina: cinco jogos, três vitórias e duas derrotas

Argentina 0 a 1 Portugual

Argentina 2 a 1 Croácia

Argentina 7 a 0 Hong Kong

Argentina 0 a 2 Brasil

Argentina 4 a 2 Alemanha



Japão: seis jogos, três vitórias, um empate e duas derrotas

Japão 2 a 1 Austrália

Japão 6 a 0 Honduras

Japão 0 a 4 Brasil

Japão 1 a 0 Jamaica

Japão 2 a 2 Venezuela

Japão 0 a 2 Uruguai



Turquia: seis jogos, duas vitórias, um empate e três derrotas

Turquia 3 a 1 Cazaquistão

Turquia 0 a 4 Brasil

Turquia 1 a 1 Letônia

Turquia 1 a 2 República Tcheca

Turquia  0 a 3 Islândia

Turquia 2 a 1 Dinamarca



Áustria: cinco jogos, três vitórias, um empate e uma derrota

Áustria 1 a 2 Brasil

Áustria 1 a 0 Rússia

Áustria 1 a 0 Montenegro

Áustria 2 a 1 Moldávia

Áustria 1 a 1 Suécia

Fonte: CBF

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

"Precisamos dar uma alegria ao povo brasileiro", diz Marin sobre a Copa América

Getty

24/11/2014

Presidente da CBF falou sobre a importância de vencer o torneio para se recuperar do fracasso da Copa do Mundo, disputada em casa

Depois de uma Copa do Mundo ruim, o presidente da CBF, José Maria Marin, afirmou que a Copa América de 2015, que será realizada no Chile, será uma ótima oportunidade para o Brasil diminuir o fracasso e voltar aos trilhos dos títulos.

"O Brasil, pelo seu passado, presente, e pensando no futuro, vem com toda a disposição para vencer e disputar bem. Precisamos dar uma alegria ao povo brasileiro" afirmou o dirigente brasileiro, ao site oficial da Copa América.

Para Marin, uma conquista significaria sair do inferno em que a Seleção passou depois da goleada contra a Alemanha e perda do Mundial e a volta ao céu.

"Na Copa iríamos ou todos para o céu ou todos para o inferno. Perdemos e fomos ao inferno, mas acredito que agora já estamos no purgatório. Com a conquista da Copa América, entramos novamente no caminho para entrar no céu."

No Mundial, foi possível notar o crescimento das equipe sul-americanas, com Argentina, Chile e Colômbia tendo boas campanhas e avançando da primeira fase. Assim, o mandatário acredita que o Brasil não terá vida fácil para conquistar o torneio.

"A Copa América vai ser muito difícil. Vou ser franco: todos, todos, todos os participantes estão com grandes equipes. Houve uma grande melhoria no futebol em todos os sentidos", completou Marin.

Sob o comando de Dunga, a Seleção Brasileira se reencontrou com as vitórias e mantém 100% de aproveitamento após seis partidas. Nesse período, a defesa também sofreu apenas um gol, sendo um começo promissor para o ano de 2015, onde as Eliminatórias para 2018 terão início, depois da Copa América.

Fonte: Goal

Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...