Bélgica 2 x 1 Estados Unidos - Belgas abusam dos erros, mas avançam na prorrogação

Foto: Divulgação
01/07/2014

Enquanto De Bruyne e Lukaku anotaram para os belgas, Green descontou para os norte-americanos

Após abusar dos erros durante os 90 minutos, perdendo diversas oportunidades claras de gol, a Bélgica sofreu, mas venceu os Estados Unidos por 2 a 1 na noite desta terça-feira, em Salvador, na Arena Fonte Nova, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Enquanto De Bruyne e Lukaku anotaram para os belgas, Green descontou para os norte-americanos.

Primeira colocada do Grupo H, a Bélgica finalmente jogou o que era esperado e conseguiu avançar às quartas de final, tendo pela frente a Argentina, neste sábado, às 13 horas, no Estádio Mané Garrincha. Já para os EUA é o fim do sonho americano.

Foto: Divulgação

Pressão belga!
Se na primeira fase a Bélgica venceu todas as suas partidas no Grupo H, mas não convenceu diante dos Estados Unidos os belgas entraram em campo dispostos a chegarem ao primeiro gol rapidamente. Do outro lado, os norte-americanos apostavam nos contragolpes e criavam boas oportunidades, mas em menor número.

Logo nos primeiros minutos ficou evidente a deficiência dos Estados Unidos em seu lado direito da defesa. Foi por lá que os Diabos Vermelhos mais chegaram. Com um minuto, De Bruyne, que foi o melhor jogador da primeira etapa, arrancou em velocidade e Origi exigiu boa intervenção de Howard, que voltará a brilhar na sequência do primeiro tempo.

Já Courtois que até então pouco havia aparecido, começou a brilhar depois dos 20 minutos, muito em função das boas jogadas feitas por Dempsey e Jones. Com o jogo intenso, ambos os times se cansaram na reta final da etapa inicial, se preservando para o segundo tempo.

Show de erros
Na volta do intervalo, a superioridade belga em campo ficou ainda mais evidente. Ainda se destacando, De Bruyne era quem mais causava pavor no adversário. Com grande movimentação, o meia era responsável pela criação de praticamente todas as jogadas de sua seleção.

O restante da equipe, porém, não conseguia aproveitar as oportunidades criadas pelo jogador. O show de erros começou aos dois minutos, com Mertens de cabeça. E continuou com Fellaini, Origi, Vertonghen e Mirallas. Os motivos para não chegar ao gol foram os mais diversos. Passaram desde as boas defesas de Howard, até bola no travessão e finalizações de fora da área.

Se no primeiro tempo os americanos ainda tentavam atacar quando tinha espaço, no segundo, se contentaram apenas em se defender. Pior fisicamente e tecnicamente, o time comandado por Klinsmann fez de tudo para levar o confronto para a prorrogação. E conseguiu.

Santa prorrogação
Já na prorrogação, De Bruyne confirmou porque era o melhor em campo ao lado do goleiro Howard. Logo aos dois minutos, Lukaku invadiu a área dividiu com com Besler e tocou para De Bruyne, que se livrou da marcação e chutou cruzado, sem chances para o arqueiro norte-americano.

Com a vantagem no marcador, os belgas se sentiram ainda mais a vontade na partida e enfrentando um adversário sem grande criatividade, apenas controlaram o resultado, em mais um bom lance, De Bruyne lançou Lukaku que aumentou o placar em bonito chute. Já na segunda etapa, precisando de qualquer maneira de gols, os Estados Unidos foram com tudo para o ataque e descontaram com Green, que recebeu bom passe de Bradley. O tento empolgou os norte-americanos que buscaram até o fim o empate, mas não conseguiram.

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA 2 x 1 ESTADOS UNIDOS

BÉLGICA - Courtois; Alderweireld, Kompany, Van Buyten e Vertonghen; Witsel, De Bruyne, Fellaini, e Hazard (Chadli); Mertens (Mirallas) e Origi (Lukaku). Técnico: Mark Wilmots.

ESTADOS UNIDOS - Howard; Johnson (Yedlin), Cameron, Gonzalez, Besler e Beasley; Bradley, Bedoya (Green), Jones e Zusi (Wondolowski); Dempsey. Técnico: Jürgen Klinsmann.

GOLS - De Bruyne, aos 2, e Lukaku, aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação; Green, a 1 minuto do segundo tempo da prorrogação.
CARTÃO AMARELO - Kompany (Bélgica); Cameron (Estados Unidos).
ÁRBITRO - Djamel Haimoudi (Fifa/Argélia).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 51.227 presentes.
LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...