Marta volta à lista de candidatas à melhor do mundo da Fifa

Crédito: Fifa

04/11/2016

Única brasileira na disputa, Marta ficou ausente em 2015, mas pode conquistar o troféu pela sexta vez depois de brilhar na Rio-2016

A Fifa divulgou nesta quinta-feira as dez indicadas ao prêmio de melhor jogadora do mundo em 2016. Cinco vezes vencedora do prêmio, Marta voltou a ser indicada após se destacar na Olimpíada do Rio de Janeiro e por seu clube na Suécia e é a única brasileira da relação. No ano passado, a jogadora alagoana ficou fora da relação final pela primeira vez em 12 anos. 

Marta deve brigar pelo troféu com outras atletas que se destacaram na Rio-2016: as alemãs e campeãs olímpicas Melanie Behringer, Sara Däbritz e Dzsenifer Marozsán, a sueca Lotta Schellin, vice-campeã, e a canadense Christine Sinclair, medalhista de bronze, além da americana Carli Lloyd, vencedora em 2015.  

Esta é 13ª vez que Marta, de 30 anos, aparece entre as 10 melhores do mundo. Ela venceu o prêmio da Fifa em todas suas edições entre 2006 e 2010, ficou quatro vezes com o segundo lugar (2005, 2011, 2012 e 2014) e duas vezes com o terceiro (2004 e 2013). Sua estreia na premiação aconteceu em 2003, quando, ainda menor de idade, ficou na décima colocação.

A lista desta quinta-feira será reduzida a três finalistas em 2 de dezembro. A vencedora será conhecida na renovada cerimônia de gala da Fifa no dia 9 de janeiro de 2017, em Zurique. Oswaldo Alvarez, o Vadão, foi um dos dez indicados pela Fifa ao prêmio de melhor treinador de futebol feminino – horas antes de ser demitido pela CBF.

O prêmio, que voltou a ser independente da Bola de Ouro, entregue pela revista France Football, terá um novo critério: os votos de capitães e treinadores de todas as seleções do mundo terá 50% de peso. A outra metade será a somada entre o voto popular pela internet (25%), além do voto de 200 jornalistas de todo mundo, fechando os outros 25% restantes. As votações começam em 4 de novembro e serão encerradas no dia 22 do mesmo mês.

As dez indicadas ao prêmio de melhor jogadora do mundo em 2016:

Camille Abily (França / Lyon)

Melanie Behringer (Alemanha / Bayern de Munique)

Sara Däbritz (Alemanha / Bayern de Munique)

Amandine Henry (França / Portland Thorns)

Saki Kumagai (Japão / Lyon)

Carli Lloyd (EUA / Houston Dash)

Dzsenifer Marozsán (Alemanha / Frankfurt / Lyon)

Marta (Brasil / Rosengard)

Lotta Schelin (Suécia/Olympique Lyonnais Rosengard)

Christine Sinclair (Canadá / Portland Thorns)

Lista de indicadas tem três alemãs e suas francesas. Marta é a única brasileira (Fifa/Divulgação)

Fonte: Veja.com

Cursos Online na área de Ciências Exatas e Tecnologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...