Neymar brilha, Brasil vira sobre o Peru e supera falha incrível da zaga em estreia

Crédito: Divulgação/ESPN
15/06/2015

Em sua primeira competição pós-7 a 1, o Brasil passou sufoco, foi vaiado, teve de superar falha incrível de David Luiz e Jefferson no início, mas, contando com atuação inspirada de Neymar, virou sobre o Peru nos acréscimos e venceu por 2 a 1 em sua estreia na Copa América, neste domingo, em Temuco, no Chile.

O resultado mantém a sequência de vitórias de Dunga: agora são 11 nas 11 primeiras partidas em seu retorno ao comando.

Os peruanos saíram na frente logo aos dois minutos do primeiro tempo, em lance de Guerrero, que passou por Miranda, invadiu a área, mas perdeu para David Luiz. O zagueiro se atrapalhou ao tentar afastar a bola e viu o goleiro Jefferson fazer besteira ainda maior. O rebote ficou com Christian Cueva, que nao perdoou e marcou.

Neymar tratou de deixar tudo igual rapidamente em combinação com Elias e Daniel Alves que completou de cabeça, aos quatro. A virada veio nos descontos do segundo tempo, aos 46, em assistência do craque para Douglas Costa selar o triunfo brasileiro. 

Dunga surpreendeu na escolha do substituto de Danilo, cortado, ao escolher Daniel Alves, que se apresentou somente na última sexta-feira. Fabinho, que vinha com o elenco em toda preparação, era o favorito.

Outra novidade ficou por conta ainda da manutenção de Fred, titular nos dois amistosos, assumindo o lugar de Philippe Coutinho, que sofre com lesão e tem sua situação monitorada desde a última quinta-feira. Ele realizou exame de imagem ainda em Porto Alegre, antes do embarque para a competição.

Ao todo, foram seis contratempos nos planos de Dunga.

Ele não teve entre seus titulares Diego Alves, Danilo, Marcelo, Luiz Gustavo, Oscar e Coutinho.

Guerrero e Neymar conversam em campo
GETTY

Com um time modificado, o Brasil se recuperou rapidamentre do susto e assumiu a iniciativa dentro da partida.

Foi um jogo franco que, ao mesmo tempo, desafiou qualquer lógica com Neymar, sem marcação individual, tendo liberdade para fazer o que bem entendesse e o Peru com espaço de sobra para criar, sobretudo, com Cueva, Farfán e Guerrero.

A vida da seleção poderia ter sido mais fácil.

Um pouco por falta de capricho de Tardelli, que desperdiçou duas chances incríveis - primeiro, em passe de Neymar que chutou prensado e viu o próprio atacante do Barcelona pegar a sobra; e depois em cruzamento de Daniel Alves -, e também por falta de sorte de Fred em chute à distância e preciosismo de Filipe Luis em lance individual.

Neymar, por outro lado, assegurou um show à parte.

O craque tirou da cartola um chapéu duplo em Advíncula, no meio-de-campo, e deixou o marcador desnorteado. A solução encontrada, clara, foi a falta.

Neymar reclamou delas. Reclamou demais. E acabou levando o cartão amarelo.

Douglas Costa toca para dar a vitória ao Brasil 
GETTY

Na volta do intervalo, um susto nos peruanos logo de cara: aos sete minutos, ele recebeu na entrada área e mandou no travessão.

O ritmo do jogo acabou não sendo o mesmo no segundo tempo.

A melhor oportunidade foi parar nos pés de William aos 24 minutos. Em combinação entre Neymar e Daniel Alves, o meio-campista do Chelsea pegou sobra na área, mas, na hora de finalizar, bateu em cima de Zambrano. Douglas Costa e Neymar também tiveram chances claras.

Nos acréscimos, aos 46, Neymar encontrou Douglas Costa sozinho na área e o ex-gremista virou para o Brasil. Um passe sensacional.

Com o resultado, o Brasil divide a liderança do grupo C com a Venezuela, que ganhou da lanterna Colômbia por 1 a 0 e também tem três pontos. Peru e Colômbia ficam com nada.

Os comanados de Dunga voltam a campo na próxima quarta-feira, contra a Colômbia, às 21h (de Brasília), no Estádio Nacional, em Santiago.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 2 x 1 PERU

Local: Estádio Germán Becker, em Temuco (CHI)
Data: 14 de junho de 2015, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Garcia (MEX)
Assistentes: Jose Luis Camargo (MEX) e Marvin Torrentera (MEX)
Público: 16.342 espectadores
Cartões amarelos: Neymar, Diego Tardelli e Filipe Luís (Brasil); Guerrero e Vargas (Peru)

GOLS:
Brasil: Neymar, aos quatro minutos do primeiro tempo, e Douglas Costa, aos 46 minutos do segundo tempo
Peru: Cueva, aos dois minutos do primeiro tempo

BRASIL: Jefferson; Daniel Alves, David Luiz, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, Willian (Éverton Ribeiro) e Fred (Roberto Firmino); Neymar e Diego Tardelli (Douglas Costa)
Técnico: Dunga

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Ascues e Vargas (Yotún); Ballón, Lobatón, Cueva (Reyna) e Sánchez; Farfán (Carrillo) e Guerrero
Técnico: Ricardo Gareca

Fonte: ESPN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...