Com renovação gradual e Dunga no comando, Brasil inicia preparação para 2018

05/09/2014

Dois meses após a Copa o Brasil volta a campo. Enfrenta nesta sexta-feira, às 22h, a Colômbia, no Estádio Sun Life, em Miami. Para o rival é uma revanche, já que foi eliminado pelos brasileiros nas quartas de final do Mundial. Para a Seleção, este primeiro jogo com Dunga no comando marca o início de uma fase na qual ela luta para apagar seu maior vexame.

- Vamos pensar que a frustração com as derrotas para Alemanha e Holanda passou um pouco. Vamos pensar em recomeço, com um técnico novo. E voltar a vencer. Não vamos enfrentar um adversário fraco e um bom resultado será um ótimo começo para este ciclo com o pé direito – disse Oscar, um dos cinco titulares de Felipão que seguem em alta e começam a partida (os outros são David Luiz, Maicon, Luiz Gustavo e Neymar).

Além do quinteto, outros três reservas de Felipão base pouco vão jogar: o goleiro Jefferson, o volante Ramires e o meia William. Este último lembrou que Dunga mostrou preocupação com o ânimo dos protagonistas daquele jogo.

- A primeira coisa que ele disse é que devemos passar uma borracha. E é isso mesmo, procurar esquecer, seguir em frente e trabalhar. A nossa única resposta é dentro de campo e precisamos mudar essa historia a partir de agora, a cada jogo, a cada vitória.

Como se vê, as mudanças no time foram poucas. No time titular, só Miranda, Filipe Luis e Tardelli não estiveram na Copa. E a presença de Diego Tardelli é a principal novidade. Com ele, o Brasil fica com um ataque mais leve.

- Será um pouco parecido com o que eu faço no Atlético, não igual. Mas o Dunga pode me escalar onde quiser do meio para frente. Só quero permanecer na Seleção e dar a minha parte para esse recomeço. E se tudo der certo, permanecer por muito tempo – disse.

Na Colômbia, o treinador José Pékerman fez nesta quinta-feira um treino fechado. A grande atração é a volta do atacante Falcao García, que não jogou a Copa e voltará a fazer companhia a James Rodríguez. Este último deverá jogar um pouco mais recuado, enquanto Falcao fará dupla com Gutiérrez. Há uma única dúvida na escalação: o goleiro Ospina está com dores musculares e pode ser substituído por Vargas.


Cortado da Copa em função de uma lesão no joelho esquerdo que o deixou sete meses afastado dos gramados, Falcao García comemora o retorno e, apesar de enfrentar um Brasil sob processo de reformulação, espera uma partida disputada.

– A Seleção Brasileira começa um novo ciclo, com novo técnico e novos jogadores. Eles vão querer dar o melhor para mostrar que têm condições de jogar. O Brasil é uma seleção importante e com grande capacidade – destacou Falcao.

O Brasil eliminou a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, em Fortaleza. Na ocasião, James Rodríguez marcou o único gol a favor dos colombianos. Apesar da derrota, o meia diz que o reencontro não tem contexto de revanche.

– É uma partida a mais. Não tem isso de revanche. Temos de jogar para ganhar, como sempre fizemos – destacou o camisa 10.

FICHA TÉCNICA

BRASIL: Jefferson, Maicon, David Luiz, Miranda e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Ramires, Oscar e William; Neymar e Tardelli. TÉC: Dunga

COLÔMBIA: Vargas (Ospina), Zúñiga, Zapata e Valdez; Armero, Sánchez, Aguilar, Rodríguez e Cuadrado; Gutiérrez e Falcao. T: José Pékerman

DATA/HORA: 5 de setembro, 22h

LOCAL: Estádio Sun Life, Miami (EUA)

ÁRBITRO: David Gantar (CAN)

AUXILIARES: Daniel Bellau (EUA) e Philippe Brier (CAN)

Fonte: Terra


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...