Uruguai 1 x 3 Costa Rica - O show de Campbell


14/06/2014

O camisa 9 costarriquenho entrou inspirado em campo e resolveu o jogo
    
O jogo válido pela primeiro rodada do Grupo D, entre Uruguai e Costa-Rica, a celeste decepcionou na estréia. Mesmo com a grande distância a torcida uruguaia compareceu no jogo e chegou até a cantar “Soy Celeste”, mas sofreu ao ver os gols de Campbell, Duarte e Ureña.

O JOGO

O jogo começou truncado, com as duas equipes brigando pela bola no meio de campo, mas com a Costa Rica mostrando que foi a Fortaleza afim de jogo. Já o Uruguai mostrou que mesmo sem Suarez, ainda tinham nomes de peso na frente, como Cavani, que começou o jogo correndo muito, se movimentando e querendo um gol.

Em um lance claro (o primeiro até agora na Copa do Mundo) de penalidade, Diaz agarra Diego Lugano dentro da área, sofre o pênalti e já levanta comemorando. Cavani pega a bola decidido em marcar o primeiro gol da celeste na Copa do Mundo. E foi o que aconteceu. Cavani bateu um pênalti com perfeição no canto esquerdo do goleiro, forte, sem chances para Navas.

Cavani continuou correndo atrás da bola, mas a partir dali o jogo caiu de rendimento. Do outro lado, Campbell correu muito, tentava jogadas individuais e arriscava de fora da área, mas a partida voltou a ficar truncada no meio de campo. Fim do primeiro tempo, e as equipes vão para os vestiários.

No segundo tempo tudo mudou. A equipe costarriquenha, liderada pelo nome do jogo, Campbell, procurou muito o gol. E a rede balançou mais três vezes para a Costa Rica. Logo no começo do segundo tempo, um cruzamento em que o lateral direito acreditou até o final na bola, e um erro de posicionamento da defesa celeste dentro da área, a bola sobrou no pé de Campbell que não perdoou e disparou para as redes de Muslera. Um a zero.

Quatro minutos depois, em uma falta distante da área, a bola foi levantada para a cabeça de Duarte, dentro da pequena área, jogar no contrapé do goleiro e marcar. Festa da torcida da Costa Rica. O terceiro gol foi pra consagrar a equipe de Campbell. Com um belo passe do camisa 9 para Ureña – que entrou no segundo tempo – o reserva só teve o trabalha de empurrar para o gol e tirar de Muslera. Um show de bola costarriquenho.

E ainda coube mais show de Joel Campbell. O costarriquenho bagunçou e fez o que quis com a defesa uruguaia. Arriscou de fora da área, tentou lances individuais e provocou a primeira expulsão da Copa do Mundo, Maxi Pereira. O defensor uruguaio perdeu a cabeça e deu no meio do camisa 9 costarriquenho, e até o paciente árbitro alemão não aceitou. Chuveiro mais cedo pra ele.

A decepção do jogo ficou por conta de Luiz Soárez, que não entrou no jogo e provavelmente está sendo poupado para a próxima partida.


PRÓXIMOS JOGOS

O Uruguai enfrente a Inglaterra na quinta-feira, na Arena Itaquera, às 16h pela segunda rodada do Grupo D. A Costa Rica entra em campo contra a forte Itália na sexta-feira, no gramado da Arena Pernambuco, às 13h, pela mesma rodada.

FICHA TÉCNICA:

URUGUAI: Muslera; Maxi Pereira, Godín, Lugano e Cáceres; Gargano (González) e Arévalo Ríos; 'Cebola' Rodríguez (Hernández), Forlán (Lodeiro) e Cavani; Stuani.

COSTA RICA: Navas; Gamboa, González, Umaña, Duarte e Díaz; Borges, Tejeda (Cubero) e Ruiz (Ureña); Bolaños (Barrantes) e Campbell.

GOLS: Cavani aos 23’ do primeiro tempo (Uruguai), Campbell aos 9’, Duarte aos 13’ e Ureña aos 39‘ do segundo tempo (Costa Rica)

CARTÕES AMARELOS: Diego Lugano 4’, Gargano 11’ e Cáceres 36’ (Uruguai)

CARTÃO VERMELHO: Maxi Pereira

RENDA E PÚBLICO: Não disponíveis

ÁRBITRO: Felix BRYCH (ALE)

ASSISTENTES: Mark BORSCH (ALE) e Stefan LUPP (ALE)

LOCAL: Castelão, em Fortaleza



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...