Grupo B: Espanha vence fácil El Salvador no seu último amistoso

Foto: Divulgação

08/06/2014

Na etapa final, Del Bosque promoveu as alterações que mantêm a Espanha sempre em seu ritmo de jogo

Em seu último amistoso antes da Copa do Mundo, a Espanha dominou todas as ações do amistoso deste sábado, em Washington, e venceu El Salvador por 2 a 0, com dois gols de David Villa, um deles "roubado" de Diego Costa. Por sua vez, o brasileiro naturalizado espanhol mostrou que está recuperado para o Mundial e deixou o campo como certeza para o técnico Vicente Del Bosque.

O time espanhol poderia ter goleado El Salvador, que desde o início não conseguia sair da armadilha do esquema tático europeu, com muito toque de bola perto da área do adversário e marcação firme na perda da posse de bola. Logo aos 3 minutos, Fábregas desperdiçou a primeira grande chance para abrir o marcador ao isolar um pênalti contra os latino-americanos.

A partir deste lance, a partida se tornaria um festival de oportunidades criadas pelo time espanhol, como grandes defesas e chutes que passavam perto da meta do assustado Carrilo. O goleiro de El Salvador, aliás, foi o principal responsável pelo placar reduzido da primeira etapa, com baos defesas em conclusões de Diego Costa e Pedro.

Na etapa final, Del Bosque promoveu as alterações que mantêm a Espanha sempre em seu ritmo de jogo. David Villa, David Silva e Busquets entraram para impor um toque de bola mais incisivo, que logo traria a vantagem no marcador para os espanhóis. Em um confronto de ataque contra defesa, aos 14, em jogada aérea, Sérgio Ramos recebeu lançamento de Xabi Alonso. O zagueiro campeão europeu pelo Real Madrid cabeceou para o meio da área. Quando parecia que Diego Costa completaria para as redes sem goleiro, Villa apareceu antes do atacante e "roubou" o gol de Diego Costa. O brasileiro naturalizado ficou parado, mas depois foi festejar a vantagem com Villa.

Na sequência, outro festival de chances perdidas, um verdadeiro bombardeio contra a defesa salvadorenha, com bola na trave de Busquets e defesas excepcionais de Carrilo. Até os 41 minutos, quando David Silva acionou David Villa no comando de ataque. O jogador dominou no peito e bateu no canto para fazer o segundo.

A Espanha agora só volta a entrar em campo contra a Holanda, na reedição da final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. O duelo acontece na Arena Fonte Nova, em Salvador, no próximo dia 13. Após a estreia, a Espanha encara o Chile, no dia 18, no Maracanã, e fecha a participação na primeira fase contra a Austrália, dia 23, na Arena da Baixada, em Curitiba.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...