MEIA DO PALMEIRAS, GUERRA ANUNCIA APOSENTADORIA DA SELEÇÃO VENEZUELANA

Guerra não vai mais atuar pela seleção venezuelana (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

08/08/2017

Aos 32 anos, jogador não vai mais entrar em campo pela equipe que representa seu país nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo

Alejandro Guerra não vai mais vestir a camisa da seleção venezuelana de futebol. Em comunicado publicado pela federação local, a entidade afirma que o meia do Palmeiras, de 32 anos, decidiu se aposentar da equipe que representa o seu país por, segundo ele, não ter mais idade para disputar uma Copa do Mundo.

Contratado no início de 2017 pelo Verdão, Guerra recebe atenção especial da comissão técnica de Cuca na temporada. Por desgaste, ele vem sendo preservado de algumas partidas para priorizar a recuperação física. Dono da camisa 18 palmeirense, ele é uma das principais esperanças do Verdão na Libertadores.

Guerra é um dos principais nomes do futebol da Venezuela. Pela seleção, estreou em 2006, fez 45 partidas no total e marcou dois gols. Campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional, no ano passado, ele é o único venezuelano a ser campeão e eleito o melhor jogador da principal competição de clubes da América do Sul. Veja a baixo o que disse o jogador:

– Eu pensei muito com a minha família, meu povo, e o que mais me motivou foi pensar no melhor para a seleção e para meu futuro, que agora não está na seleção. Tenho uma idade que praticamente já não posso jogar um Mundial, e a satisfação de jogar uma eliminatória é poder jogar o Mundial, e já não tenho mais essa motivação.

Na última colocação das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a Venezuela não tem mais chances de ir ao Mundial. Com isso, Guerra teria de sonhar apenas com a próxima, no Qatar, quando ele terá 37 anos, uma idade já considerada avançada.


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...