COPA DAS CONFEDERAÇÕES: EM JOGO TENSO, MÉXICO VENCE E ELIMINA A NOVA ZELÂNDIA

Jiménez e Fabian - México x Nova Zelândia
Foto: Patrik Stollarz / AFP / LANCE!

22/06/2017

Clima entre as equipes esquentou nos minutos finais, mas o árbitro, que teve péssima atuação, não expulsou ninguém

A Nova Zelândia fez um ótimo primeiro tempo, mas não conseguiu segurar a pressão do México na segunda etapa e acabou perdendo por 2 a 1 no Olimpiyskiy Stadion Fisht, em Sochi. Os gols foram marcados por Raúl Jiménez e Oribe Peralta. Wood descontou.

Com esse resultado, os mexicanos assumem a liderança do Grupo A e encaminham sua classificação para a semifinal da Copa das Confederações, precisando apenas de um empate na última rodada contra a Rússia ou uma derrota de Portugal para se classificar. Já a Nova Zelândia está eliminada e só cumpre tabela contra os portugueses. 

O JOGO 

O primeiro tempo de partida começou morno e sem muita emoção. Os neozelandeses, porém, começaram a pressionar e criaram uma ótima oportunidade aos 26 minutos. Os mexicanos, com dificuldades de se encontrar em campo, não conseguiram achar espaços e tiveram problemas para segurar as investidas dos adversários, se complicando. 

Aos 41 minutos, após falha da defesa do México, Néstor Araujo afastou mal, Lewis tocou de primeira e deixou Wood na cara do gol para abrir o placar e marcar para a Nova Zelândia, que não fazia um gol há cinco jogos.

No segundo tempo, a partida mudou de cenário, o México voltou mais ligado e determinado a decidir o confronto. O gol de empate saiu logo aos nove minutos. Aquino deu uma caneta em Ingham, avançou e tocou para Fabián, que rolou para Raúl Jiménez girar e soltar uma pancada, fazendo belo gol. 

Usando bastante o lado esquerdo e aproveitando um Aquino inspirado, os comandados de Juan Carlos Osorio conseguiu a virada aos 26 minutos. O meia fez boa jogada, levou na linha de fundo e rolou para Oribe Peralta chutar de primeira e marcar. 

A metade final da partida foi movimentada. Sem aproveitar as boas chances criadas no primeiro tempo, a Nova Zelândia precisou correr atrás do prejuízo. O meia Ryan Thomas ainda colocou uma bola no travessão aos 39 minutos, porém, nenhuma das equipes conseguiu marcar. O clima esquentou nos minutos finais de partida, mas o árbitro, que teve péssima atuação, acabou sem expulsar ninguém. 

Na próxima e última rodada da fase de grupos, a Austrália encara o Chile, no próximo dia 25, domingo, às 12h (de Brasília), no Arena Otkrytie, em Moscou. Já Camarões enfrenta a Alemanha, no mesmo dia e horário, no Olimpiyskiy Stadion Fisht, em Sochi.

FICHA TÉCNICA: 

MÉXICO 2 X 1 NOVA ZELÂNDIA 

DATA/HORA: 21/06/2017, às 15h (de Brasília) 
LOCAL: Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi (RUS) 
ÁRBITRO: Bakary Gassama (GAM) 

PÚBLICO: 25,133 torcedores 
GOLS: Wood (41'/1ºT), Raúl Jiménez (9'/2ºT), Oribe Peralta (27'/2ºT) 
CARTÕES AMARELOS: Ryan Thomas (25'/1ºT), Diego Reyes (50'/2ºT), Boxall (50'/2ºT) 
CARTÕES VERMELHOS: - 

MÉXICO: Talavera; Alanís (Héctor Herrera - 1'/2ºT), Araujo, Salcedo (Héctor Moreno - 32'/1ºT) (Rafa Márquez - 23'/2ºT), Diego Reyes; Fabián, Damm; Gio, Aquino, Oribe; Raúl Jiménez. Técnico: Juan Carlos Osorio. 

NOVA ZELÂNDIA: Marinovic; Durante, Boxall, Wynne, Smith; Ingham (Patterson - 37'/2ºT), McGlinchey, Lewis (Tuiloma - 12'/2ºT), Thomas; Wood, Rojas (Barbarouses - 28'/2ºT). Técnico: Anthony Hudson.

Fonte: Terra

Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...