Futebol na Arena Fonte Nova: confira no calendário do Rio 2016 horários e ingressos para as partidas em Salvador

O público de Salvador terá dez grandes jogos para acompanhar e lotar 

a Arena Fonte Nova (Foto: Getty Images/Jeff Gross)

30/07/2016  

Além do Brasil, a Alemanha, queridinha dos baianos durante a Copa do Mundo 2014, é uma das seleções que jogam no estádio baiano

Na Copa do Mundo de 2014, Salvador foi palco de jogos memoráveis e de muita bola na rede. E tem tudo para manter a tradição nos Jogos Rio 2016, pois será sede de dez partidas dos torneios de futebol masculino e feminino. Enquanto a tocha Olímpica chegava à capital baiana, seleções de todos os continentes se preparam para invadir a Arena Fonte Nova, que receberá jogos de seleções tradicionais, como Alemanha e México, além de uma partida da seleção brasileira, contra a Dinamarca. 

Confira horários e ingressos de cada partida: 

 


Fonte de gols 

A Arena Fonte Nova foi o estádio com mais gols marcados na Copa do Mundo 2014: 24 gols em seis partidas, média de quatro por partida. Lá foram disputados alguns dos jogos mais movimentados da competição, como Holanda 5 x 1 Espanha, Alemanha 4 x 0 Portugal e França 5 x 2 Suíça. 

Além de sediar partidas cheias de gols, a Bahia foi também a casa da Alemanha durante a competição. A seleção tetracampeã do mundo, que teve como sede Santa Cruz Cabrália, deu show de simpatia em terras baianas em 2014 e voltará ao Estado neste ano para os seus dois primeiros jogos no Rio 2016, contra México e Coreia do Sul, em Salvador. 

Partidas da Copa das Confederações de 2013, como a vitória por 4 a 2 do Brasil sobre a Itália, também estão no currículo do estádio, assim como o primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro de 1988, em que o Bahia venceu o Internacional por 2 a 1 (e se tornou campeão brasileiro após o 0 a 0 em Porto Alegre). 

Destaques do torneio Olímpico na Arena Fonte Nova 

No feminino 

Austrália x Zimbábue

A estreia da seleção feminina do Zimbábue nas disputas Olímpicas de futebol será difícil. As australianas vêm embaladas por um título inédito, o do torneio pré-Olímpico realizado no Japão. 

Nova Zelândia x França 

Um 7 a 1 em cima de Papua Nova Guiné classificou em janeiro a Nova Zelândia para os Jogos Rio 2016. No dia 9 de agosto, o time da Oceania enfrenta a seleção francesa, que perdeu o bronze para a Suécia em Londres 2012 e segue na luta pela primeira medalha na modalidade. 

Quarta de final: 2º do grupo E x 2º do grupo F

No equilibrado grupo E, Brasil, Suécia e China brigam por duas vagas – a seleção de Marta e cia. pode, portanto, estar nesta partida. No grupo F, a tendência é que a Alemanha se classifique em primeiro e que Canadá e Austrália disputem a segunda vaga. 

Em Salvador, Zimbábue (de verde) faz sua estreia em Jogos Olímpicos 

Foto: Getty Images/Gallo Images

No masculino 

México x Alemanha

Em Londres 2012, o México venceu o Brasil por 2 a 1 na final e ficou com a medalha de ouro. Já a Alemanha ganhou a última Copa do Mundo e, pela primeira vez após a reunificação em 1990, vai participar da disputa masculina do futebol em Jogos Olímpicos. A equipe alemã, porém, jamais foi campeã Olímpica, tendo como melhor posição o bronze de 1988. O duelo logo na primeira fase promete ser um jogaço e agitar a capital baiana. 

Fiji x Coreia do Sul

A partida marca a estreia de Fiji nas disputas Olímpicas de futebol. O país da Oceania encara a Coreia do Sul, bronze em Londres 2012 e que se classificou para o Rio 2016 após uma vitória por 3 a 1 sobre o Catar, que jogava em casa, na semifinal do Campeonato Asiático Sub-23 realizado em janeiro. 

Fiji x México

De um lado, um campeão Olímpico. Do outro, um iniciante sem tradição no esporte. Uma surpresa nesse jogo, dada a falta de tradição de Fiji e a força do campeão Olímpico México, é estremamente improvável. Mas é justamente essa diferença de nível que pode tornar a partida interessante, quem sabe com muitos gols. Será disputada no dia 7 de agosto às 17h. 

Alemanha x Coreia do Sul

A partida terá um gosto de revanche para os asiáticos. Na Copa do Mundo de 2002, a Coreia do Sul foi eliminada em casa pelos europeus por 1 a 0 na semifinal. Mais tarde, o Brasil venceu a Alemanha na final e ficou com o caneco. Catorze anos depois, os alemães já se refizeram do baque e deram o troco com juros nos brasileiros, em 2014. Já os asiáticos têm na conta o terceiro lugar nos Jogos Londres 2012. 

Dinamarca x Brasil

O terceiro desafio da seleção brasileira rumo ao inédito ouro Olímpico é a Dinamarca. Mas é bom tomar cuidado: os dinamarqueses são os donos do recorde de gols em uma única partida dos Jogos Olímpico. O placar? 17 a 1 contra a França, em Londres 1908. Soa familiar? 

Neymar lidera a seleção nos Jogos Rio 2016 (Foto: Jeff Gross/Getty Images) 

Japão x Suécia

No grupo mais equilibrado do torneio masculino, a última rodada da terceira fase deve ser decisiva. O Japão busca superar a participação nos Jogos Cidade do México 1968, quando conseguiu o bronze. Já a Suécia quer reviver as glórias do passado: a seleção já conquistou um ouro (Londres 1948) e dois bronzes (Paris 1924 e Helsinque 1952). 

Quarta de final: 1º do grupo B x 2º do grupo A

Enquanto Brasil e Dinamarca são os favoritos no grupo A, tudo pode acontecer no equilibrado grupo B, com Japão, Nigéria, Colômbia e Suécia. A partida pode reeditar um confronto entre Brasil e Nigéria, semifinal traumática para a seleção brasileira em Atlanta 1996, quando a seleção africana venceu por 4 a 3 na prorrogação.

Fonte: RIO2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...