Prefeitura promove festa para crianças desalojadas

Meninas com idades entre 4 e 7 anos não desgrudavam das bonecas novas
Foto: Luciano Lanes / PMPA

13/10/2015 

Num momento difícil, a soma de esforços da Prefeitura de Porto Alegre com a comunidade e iniciativa privada garantiu a realização de uma grande festa no Dia das Crianças. Cerca de 80 crianças puderam aproveitar as atividades promovidas nesta segunda-feira, 12. Os pequenos abrigados no Ginásio Tesourinha ganharam presentes, participaram de brincadeiras e jogos promovidos pelas equipes da prefeitura e de voluntários e saborearam muitas guloseimas como pipoca, cachorro-quente, bolo, doces e chocolates. 

“Eu gostei do caminhão”, disse o pequeno William, de 6 anos. Enquanto isso, um grupo de meninas com idades entre 4 e 7 anos, moradoras da Ilha Grande dos Marinheiros, não desgrudava das bonecas novas. O boneco da Guarda Municipal virou celebridade no meio da gurizada. No ônibus Brincalhão, da Secretaria Municipal de Esportes, olhinhos encantados descobriam um “mundo de faz de conta” nas páginas de livros. Numa quadra do lado externo do ginásio, jovens voluntários coordenavam jogos e atividades educativas. Até servidores da Secretaria Municipal da Cultura se vestiram de palhaços para animar a garotada.

“Mesmo num momento sofrido, de dor, conseguimos criar um ambiente lúdico, saudável e de diversão para essas crianças. Muitas vão voltar para casa com uma lembrança positiva do tempo que passaram aqui. Queremos dar o melhor acolhimento possível para essas pessoas e, graças à ajuda da comunidade, estamos conseguindo”, disse o prefeito José Fortunati. Ele ressaltou a rede de solidariedade que se formou para ajudar essas famílias. “É impressionante o volume de doações que chega ao Ginásio Tesourinha o tempo inteiro. Temos filas de carros aqui na avenida Érico Veríssimo, pessoas vindo até de taxi e bicicleta trazendo a sua contribuição”, concluiu.

O vice-prefeito Sebastião Melo e a primeira-dama e deputada estadual, Regina Becker Fortunati, também integraram a força tarefa no abrigo. Trabalham no atendimento aos desalojados equipes da Defesa Civil, Fundação de Assistência Social e Cidadania, secretaria municipais de Saúde, Esporte e Lazer, Governança Local, de Direitos Humanos, dos Direitos Animais, Guarda Municipal e EPTC. O Departamento Municipal de Limpeza Urbana mantém um gerador de energia em caso de necessidade. 

Desalojados – No Ginásio Tesourinha, estão abrigadas 225 pessoas, a maioria da Ilha Grande dos Marinheiros. Na Ilha do Pavão, 50 pessoas permanecem no salão de uma igreja. Na Ilha das Flores, são 80 abrigados num salão comunitário. A Defesa Civil trabalha no atendimento às famílias da Ilha da Pintada que se negam a deixar o local. Sessenta pessoas estão na sede do Centro Administrativo Regional (CAR - Ilhas). A Secretaria Especial dos Direitos Animais resgatou nas ilhas, nesta segunda-feira, 280 animais de estimação das famílias com a unidade móvel do projeto Amigo Bicho.

O Gabinete de Defesa Civil de Porto Alegre mantém plantão 24 horas nos telefones 199 e (51) 3268.9026 para atendimento de urgências e emergências em situação de risco.

Doações – Até o fim da tarde, mais de 4 toneladas de alimentos foram doadas aos desalojados. Também foram levados até o Ginásio Tesourinha roupas, cobertores, colchões, produtos de higiene e limpeza e fraldas. As doações estão sendo distribuídas às famílias que estão nos abrigos e também levadas até os moradores que permanecem nas ilhas.

A Prefeitura de Porto Alegre não recebe doações em dinheiro e também não autoriza nenhuma entidade a arrecadar doações em nome do governo municipal

Atendimento Médico – A Secretaria Municipal de Saúde está com uma equipe, composta por dois médicos, dois enfermeiros, dois técnicos e dois agentes voluntários de plantão no Tesourinha. Duas pessoas tiveram que ser removidas para hospitais da cidade. O prefeito José Fortunati solicitou nesta segunda-feira, 12, ao Ministério da Saúde, 1,5 mil kits de medicamentos e insumos estratégicos para serem utilizados em casos de emergência. O governo federal assegurou que irá repassar os produtos nesta quarta-feira, 14. Uma equipe do Samu também está de prontidão para atuar em caso de necessidade.

Suspensas coletas regulares - O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) informa que, em razão de alagamentos causados pelas fortes chuvas, os caminhões das coletas seletiva e domiciliar não estão conseguindo acessar alguns pontos da Capital. As coletas regulares estão suspensas nas regiões das ilhas (Arquipélago) até que se normalize a situação das cheias, onde o acúmulo de água obstrui as vias. 

Esses locais são: Arquipélago, Estrada São Caetano - Sítio Paloma, Estrada Jaques da Rosa, Acessos da Estrada do Varejão, Bairro Lajeado, Recanto do Sábia - Loteamento, Beco Franklin, Itú Sabará. Os moradores desses locais listados devem reter seus resíduos em casa, evitando que os sacos de lixo acabem entupindo bueiros e bocas de lobo ou contribuindo para o assoreamento de arroios. 

Na região das ilhas, o serviço permanecerá suspenso até que se normalize a situação das cheias, uma vez que as vias no local estão obstruídas pelo acúmulo de água. O DMLU organiza operação especial para atender à população atingida por esses problemas pontuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...