Neymar decide no chão e de pé, Messi brilha, e Barcelona goleia


25/01/2015

Há quem diga que Neymar cai muito, cava faltas, exagera em suas reações ao ser atingido. Há quem diga que Neymar é decisivo, faz gols, sabe como se comportar na pequena área, desequilibra.

Neste sábado, na goleada por 6 a 0 sobre o Elche, Neymar deu um pouco de razão aos primeiros. E ainda mais argumentos aos segundos. O camisa 11 caiu, sim; exagerou, também. Sofreu pênalti, cavou expulsão, desestabilizou a defesa.

Mas Neymar também ficou de pé. E foi assim, bem postado, sempre pela esquerda, sempre com passes de Messi, que marcou duas vezes, decidindo o jogo em Alicante.

O Elche era um rival considerado fácil para o Barcelona. Nos três jogos anteriores da temporada, foram três vitórias tranquilas, 12 gols marcados, nenhum sofrido. Neste sábado, a história se repetiu, mas o roteiro começou bem diferente.

O Barcelona não se encontrava, tinha dificuldades sobretudo para tocar a bola no meio-campo e se movimentar no ataque.

Gerard Piqué celebra seu gol contra o Elche - Crédito: Getty

O primeiro gol saiu aos 35 minutos do primeiro tempo, em uma jogada de bola parada. Xavi cobrou falta na área, Piqué matou no peito e chutou de direita. Foi o terceiro gol do zagueiro na temporada.

Mas nem a vantagem fez o Barcelona engrenar. O segundo tempo começou com muitos erros, e o Elche chegou a ter chances de empatar.

Então, apareceu o Neymar que sofre faltas, que sabe cair com estilo, impressionar a arbitragem. Aos 9 minutos, em um contra-ataque, o brasileiro foi tocado por Pelegrín na área. A queda performática ajudou o árbitro a marcar pênalti. Messi chutou para fazer 2 a 0.

Aos 12 minutos, este Neymar apareceu outra vez. Faiçal Fajir fez falta no brasileiro e já tinha cartão amarelo. Foi expulso. Em 5 minutos, sem marcar um gol e mal tocando na bola, o camisa 11 mudou o jogo.

Aí, entrou em ação o Neymar que faz gols, que desequilibra. Uma tarefa que fiz mais fácil com um companheiro inspirado como Lionel Messi.

Neymar toca por cima do goleiro Tyton para marcar - Crédito: Getty

Aos 24 minutos, o argentino deu um passe preciso, e o brasileiro teve apenas o trabalho de tocar na saída do goleiro Tyton. Três minutos depois, o passe de Messi foi por cima de defesa, e o desfecho foi o mesmo - 4 a 0, com dois gols com a assinatura da dupla.

A dois minutos do fim do tempo regulamentar, Messi ainda teve tempo para fazer o quinto: ele recebeu passe de Bartra na área e chutou cruzado, marcando pela segunda vez no jogo. 


A única polêmica em uma vitória que o Barcelona conseguiu tornar tranquila foi Luis Suárez. O uruguaio passou o dia de seu 28º aniversário no banco. Pedro, o titular, fechou o placar após nova assistência de Neymar para colocar dúvidas na cabeça do treinador Luis Enrique.

Na quarta-feira, o Barcelona volta a campo com um desafio mais complicado: enfrenta o Atlético de Madri, no Vicente Calderón, na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Rei.

Fonte: ESPN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...