Natureza, dança, futebol e ciência: conheça detalhes da cerimônia de abertura da Copa

Arena Corinthians passa pelos últimos ajustes antes da cerimônia de abertura, na quinta-feira, 12 de junho - Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

10/06/2014 

Espetáculo começa às 15h15 e a bola rola para Brasil e Croácia a partir de 17h em São Paulo. Antes do apito, o mundo poderá ver um pontapé inicial simbólico, dado por um paciente paraplégico, na demonstração do projeto Andar de Novo

As expectativas dos apreciadores do futebol giram em torno da partida marcada para 17h de 12 de junho, entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Mas, antes do apito inicial, um grande espetáculo promete emocionar os cerca de 61 mil fãs que estarão no estádio, além dos milhões – ou bilhões - que acompanharão a cerimônia de abertura da Copa do Mundo da FIFA 2014 pela televisão.

Os torcedores podem chegar cedo: os portões serão abertos às 13h e o show começará às 15h15. Dançarinos, capoeiristas, ginastas, entre outros artistas farão uma apresentação de cerca de 25 minutos. Mais de 600 bailarinos entrarão em campo antes dos jogadores para mostrar a diversidade do país anfitrião, comandados pela belga Daphné Cornez, diretora artística do show.

A cerimônia é uma homenagem a três “tesouros” brasileiros : a natureza, as pessoas e o futebol. Cada um deles será representado artisticamente por personagens e adereços. O elemento principal do espetáculo é uma “bola viva”, com mais de 90 mil clusters com 7 mil nits de luminosidade, e que se movimenta durante o show, dividido em quatro atos:

Ato 1: Natureza: maravilhas minerais e vegetais

Ato 2: Pessoas: alegria de viver, diversidade e paixão pela música e pela dança

Ato 3: Futebol: uma verdadeira arte brasileira

Ato final: apresentação da música oficial “We Are One” pelo rapper Pitbull, pela cantora Claudia Leitte e pelo Olodum

Entre os participantes da cerimônia, estarão cerca de 60 atletas de ginástica acrobática e de trampolim que estão se preparando desde março para a apresentação. “Eu nunca fiz nada parecido e estou treinando para fazer bonito. Tudo está sendo divertido e foi ótimo conhecer novas pessoas. Estamos bem preparados e tenho certeza de que será emocionante”, comentou Marcela Guadagne, de 15 anos.

Preparação

Um ensaio técnico foi realizado neste domingo (8.06) no palco do espetáculo. Mas a grandiosidade do show não perdeu de vista a preocupação com o campo: os componentes da cenografia foram testados antecipadamente com o a companhamento de um especialista em gramados.

Os organizadores estimam que cada minuto do show representará 20 horas de preparação artística. Até o momento da cerimônia, serão 84 horas de ensaio, sendo que cada hora ensaiando requer outras seis de preparação. Outro cuidado foi o desenvolvimento de vocabulário artístico: para isso, 150 horas de workshop foram realizadas desde março. Compor a trilha sonora também foi um trabalho longo: durou dois meses e meio.

Por trás do figurino, estão 15 costureiras, 120 mil metros de tecido, 50 mil metros de linhas, outras 50 mil pedrarias e cristais, 300 metros de zíper e 606 adereços, para que a emoção da abertura do Mundial comece bem antes do começo da partida.

Miguel Nicolelis diante do exoesqueleto desenvolvido no projeto Andar de Novo
Frame de vídeo

Andar de Novo

Antes de a Brazuca ser disputada por brasileiros e croatas, um pontapé inicial simbólico, porém histórico, será realizado na Arena Corinthians. Um pacientes paraplégico, movimentando uma veste robótica controlada pela atividade cerebral (exoesqueleto), irá se levantar de uma cadeira de rodas, caminhar por cerca de 25 metros no campo e dar o primeiro chute da Copa. O exoesqueleto foi apelidado pelos pesquisadores de Exo BRA-Santos Dumont.

Será uma demonstração do projeto Andar de Novo, um consórcio formado por 156 cientistas, engenheiros e técnicos de universidades e institutos de pesquisa distribuídos pelo mundo. O coordenador do projeto é brasileiro: o neurocientista Miguel Nicolelis, que divulgou recentemente em uma rede social a realização de um dos úlimos passos do trabalho. “Exo BRA-Santos Dumont 1, controlado por um dos nossos voluntários, completou com total sucesso testes no gramado onde será realizada a abertura da Copa do Mundo”, disse Nicolelis, em 3 de junho.

Para o espetáculo, para a demonstração científica, para a bola rolar: faltam apenas dois dias.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...