Copa 2014: viaduto ao lado do Beira-Rio está concluído, diz prefeitura

Viaduto estaiado da Pinheiro Borda está concluído, diz prefeitura 
(Foto: Paula Menezes/GloboEsporte.com)

03/06/2014

Prefeitura afirma que faltam detalhes para liberação do trânsito de veículos. Nesta etapa, trabalhadores ainda atuam na limpeza dos resíduos da obra

A 12 dias do primeiro jogo da Copa em Porto Alegre, o viaduto estaiado da Pinheiro Borda está concluído. Para que a liberação da pista aconteça, segundo a prefeitura, falta apenas a retirada do entulho das obras e a limpeza no entorno da construção. Até o início do Mundial, a garantia é que os carros possam começar a circular pela via.

Ainda não há data exata para a inauguração oficial, mas a expectativa é que os resíduos sejam retirados até a próxima sexta-feira (6). Por questões de segurança, a estrutura permanecerá fechada até que os trabalhos de limpeza sejam finalizados. Nesta etapa, também estão acontecendo vistorias rotineiras da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

- Nós estamos desmontando o canteiro de obras, fazendo o trabalho de limpeza, e a EPTC está realizando as últimas vistorias. Até o início da Copa do Mundo, no dia 12 de junho, vai estar liberado. É muito perigoso permitir o trânsito de veículos quando ainda temos o fluxo de caminhões. É uma questão dias”, aponta o engenheiro Rogério Baú, cooordenador técnico das obras de mobilidade urbana da Secretaria Municipal de Gestão.

Também no pacote das obras de entorno do Beira-Rio, estão incluídas a pavimentação na região do estádio, a duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, o alargamento da Padre Cacique e o corredor de ônibus na via. De acordo com Baú, todas elas chegaram à fase final e estarão prontas para a Copa.

No corredor de ônibus, por exemplo, os trabalhos concentram-se na instalação das estações, pinturas na pista e reparos no calçamento. Já a duplicação da Edvaldo Pereira Paiva recebe a instalação dos meios-fios na altura da Usina do Gasômetro, área que havia sido alvo de impasse em 2013 por conta de protestos contra o corte de árvores na região. Serão, no total, 5,8 quilômetros de extensão, da usina até a Avenida Pinheiro Borda.

A pavimentação do entorno do estádio acontece, nesta etapa, entre as ruas B e C. Na rua A, onde as estruturas temporárias estão sendo instaladas, o trabalho está concluído.

No ano passado, as obras previstas para o Mundial foram retiradas da matriz de responsabilidades da Copa e entraram no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Urbana. Com isso, a prefeitura garantiu os recursos oriundos de financiamentos federais e ganhou mais tempo para terminar os projetos. A maioria das mudanças que ocorreriam para o torneio estará pronta até 2015. Não por acaso, o que ficou para 2014 é o entorno do estádio, palco dos cinco jogos que a cidade vai receber.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...