Vinte grandes investimentos que ficarão para a população após a Copa

23/05/2014 

A 20 dias de a bola rolar para o Mundial de 2014, conheça alguns dos exemplos do plano de obras relacionadas à Copa em áreas como mobilidade urbana, aeroportos, portos, segurança, telecomunicações, turismo e instalações complementares

1. Aeroporto de Brasília
A construção do Píer Sul é um dos investimentos que ficarão para a população. São 20 mil metros quadrados que aumentam a capacidade do aeroporto de 16 para 21 milhões de passageiros por ano. Investimento: R$ 900 milhões da Inframérica (concessionária que administra o aeroporto).

2. Terminal Marítimo do Porto de Recife
Essencial para receber os turistas que chegam ao Brasil via mar, o Terminal Marítimo do Porto de Recife tem uma área de 23,4 mil metros quadrados. O investimento total foi de R$ 28,1 milhões, sendo R$ 21,8 milhões de recursos federais.

3. Aeroporto de Guarulhos em São Paulo
O terminal 3 de Guarulhos tem capacidade para receber até 12 milhões de passageiros por ano. Com a inauguração, o aeroporto se tornou o maior do hemisfério sul. O investimento desde que a concessionária assumiu o aeroporto é de R$ 3 bilhões.

4. Centros de Comando e Controle
Os Centros de Comando e Controle são estruturas móveis de monitoramento que ficam como legado de segurança. Os investimentos de R$ 1,9 bilhão na área também qualificam profissionais em vários pontos do país para atuar nas áreas de inteligência e prevenção de situações de risco.

5. Estação Cosme e Damião, em Recife 
Essencial para atender os moradores de São Lourenço da Mata, a estação Cosme e Damião faz parte dos investimentos em Recife para a Copa do Mundo. Foram investidos R$ 7,4 milhões do Governo Federal na obra.

6. Aeromovel de Porto Alegre
Com o aeromovel de Porto Alegre, o trajeto metrô-aeroporto, de 814 metros, é feito em dois minutos.  O meio de transporte 100% nacional apresenta baixo custo de implantação e operação, reduzido impacto ambiental e é a primeira linha comercial da tecnologia no Brasil.

7. Infraestrutura turística
Foram 200 milhões de investimentos em infraestrutura turística. Apenas na Copa das Confederações, o setor movimentou R$ 740 milhões no país. A previsão para a Copa do Mundo é que 710 mil empregos sejam gerados na área.

8. Aeroporto de Manaus
O Aeroporto Eduardo Gomes passou por remodelação e várias áreas já foram entregues. Após a conclusão, mais que duplicará de tamanho, passando de 39 mil m² para mais de 97 mil m². A capacidade operacional sairá de 6,4 milhões de passageiros por ano para 13,5 milhões. O investimento é de R$ 445 milhões na obra.

9. Transcarioca, no Rio de Janeiro
O corredor de ônibus vai ligar o Aeroporto do Galeão à Barra da Tijuca. Vários dos trechos já estão prontos. A previsão é de que a inauguração oficial ocorra em junho. Com 39 km de extensão, o corredor atravessa 14 bairros da cidade com 45 estações e deve atender 400 mil pessoas diariamente. O investimento é de R$ 802 milhões.

10.  Aeroporto de Recife
O terminal ganhou uma reforma e está modernizado para receber os passageiros durante a pós a Copa. O terminal tem capacidade para receber mais de 16 milhões de passageiros por ano e registrou, no ano passado, 6,8 milhões de embarques e desembarques.

11.  Telecomunicações
São 400 milhões em investimentos para 12 projetos para expansão da rede metropolitana de fibra ótica e 46 de implantação de equipamentos e sistemas. Tudo isso é essencial para a implantação de banda larga em locais ainda não cobertos com a tecnologia.

12.   Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro
Duas novas áreas no desembarque internacional (Terminal 2) e no doméstico (Terminal 1) estão em operação. Com investimento total de R$ 354,75 milhões, a reforma dos terminais amplia a capacidade do aeroporto de 17,4 milhões de passageiros por ano para 30,8 milhões.

13.  Aeroporto de Natal
O Rio Grande do Norte ganhou um novo aeroporto no município de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal. Um complexo de obras viárias que está em fase de finalização fará a ligação entre o terminal e a cidade.

14.  Pronatec Turismo
166 mil pessoas se inscreveram no Programa de Qualificação Profissional do Ministério do Turismo. O projeto oferece gratuitamente 54 cursos de idiomas e profissionalizantes ligados ao setor de turismo, como garçons, camareira, bartender, recepcionista de hotel, entre outros. Taxistas, agentes de turismo, policiais civis e militares, guardas municipais e corpo de bombeiros também estão sendo treinados para recepcionar os visitantes durante a Copa do Mundo.

15.  Passagem subterrânea do balão do aeroporto de Brasília. 
Com 700m de extensão, sendo 300m de área coberta, o túnel facilita o fluxo de automóveis na região, por onde trafegam cerca de 80 mil veículos por dia. Além do túnel, a DF-047 foi ampliada e ganhou duas vias marginais.

16.  Porto de Mucuripe (Fortaleza)
Com capacidade para até 4,5 mil passageiros por turno, o projeto foi orçado em cerca de R$ 205 milhões e possibilitará que um navio da MSC atraque em Fortaleza com 3,7 mil mexicanos no dia 16 de junho. Os torcedores assistirão ao jogo entre Brasil e México no dia seguinte.

17.  BRT de Belo Horizonte
Dentro dos investimentos para mobilidade urbana está o BRT MOVE de Belo Horizonte, um novo sistema de transporte, já em operação nos principais corredores da cidade. No total, são 23 quilômetros de vias exclusivas.

18.  Obras da Passarela da Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro
Com ou sem Copa, o Maracanã é patrimônio brasileiro. A área ao redor da arena foi transformada em um espaço para lazer e prática esportiva. Com investimento de R$ 109,5 milhões foram feitas obras de infraestrutura, como a construção de novas calçadas, ciclovia, acessibilidade, iluminação e paisagismo.

19.  Intervenções viárias em Curitiba
A canaleta de ônibus biarticulados e as vias marginais já foram recapeadas e novos postes de iluminação estão instalados. As obras mais complexas da ponte sobre o canal paralelo ao Rio Iguaçu e o viaduto sobre a linha férrea foram concluídas.

20.  VLT Cuiabá
No campo das obras, a principal intervenção urbana de Cuiabá, o VLT, está em fase de consolidação e ficará como legado para a população depois do Mundial. No último dia 8, chegou à cidade a oitava remessa de trens. Com isso, o número de composições (VLTs) no pátio de estacionamento chega a 29, o equivalente a 72,5% do total encomendado pelo Governo de Mato Grosso, que é de 40 veículos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...