Ministro imita Zidane em 1998 na chegada da taça da Copa à Polônia

28/03/2014

Representante do governo local ergue réplica do troféu e lembra jogador francês, algoz da seleção brasileira no Mundial realizado há 16 anos

A taça da Copa do Mundo chegou à Polônia na manhã desta quarta-feira, sob um clima animado. Os primeiros a ver o troféu, ainda no avião do tour, foram representantes da patrocinadora, da imprensa e o ex-técnico da seleção nacional, Jacek Gmoch. Ao fim da pequena cerimônia, uma comitiva partiu para o Palácio de Cultura e Ciência, na cidade de Varsóvia. Após comentar sobre a Copa de 2014, que será disputada no Brasil, o ministro de esportes e turismo polonês ergueu uma réplica da taça lembrando de uma das maiores tragédias da seleção verde e amarela. 

Andrzej Biernat ganhou uma pequena reprodução do troféu, das mãos de um representante francês da Fifa, Nicolas Maingot. Após ouvir dele que a Polônia já o havia feito triste na Copa de 1982, ao bater a França na disputa pelo terceiro lugar, o ministro decidiu descontrair o clima, dizendo que imitaria o capitão dos Bleus em 1998, Zinedine Zidane, erguendo o troféu inédito. O embaixador brasileiro em Varsóvia, Jorge Geraldo Kadri, estava logo ao lado e também riu com a brincadeira.

- Vou fazer como o Zidane, veja! - disse, entre risos.

Andrzej Biernat, ministro de esporte e turismo de Varsóvia, ergue 
réplica da Taça (Foto: Rodrigo Faber)

Apesar da lembrança de Biernat em relação ao craque francês, destaque naquela edição do Mundial, o capitão na partida contra o Brasil, na decisão, era Didier Deschamps, atual técnico dos Bleus. O então camisa 10 ficou marcado pelos dois gols anotados diante da Seleção, que buscava o penta, após ter conquistado o título em 1994. 

Mesmo fora do Mundial no Brasil, a Polônia montou uma grande estrutura para receber a taça. A imprensa local foi em grande número ao Aeroporto Frédéric Chopin para acompanhar cada ato envolvendo o objeto. Gmoch, figura querida na cidade por ter construído sua carreira no Legia Varsóvia, se mostrou emocionado ao posar para fotos ao lado do troféu. Segundo ele, uma forma satisfatória para quem nunca pôde tocar o troféu - uma vez que apenas campeões e chefes de Estado podem encostar nele. 

- Já que nunca pude erguê-lo, assim fico bem, não? É realmente muito bonito. A Copa do Mundo é algo maravilhoso - comentou. 

A taça permanece na capital polonesa até o próximo sábado, quando parte para a Alemanha, onde passará por Berlim e Frankfurt. A Polônia é o penúltimo país da Europa a receber o troféu, que ainda passará por Coreia do Sul, Japão, China e Estados Unidos antes de chegar ao Brasil. 

Hanna Gronkiewicz-Waltz, prefeita de Varsóvia, e Jorge Geraldo Kadri, embaixador 
brasileiro (Foto: Rodrigo Faber)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...