EM JOGO AGITADO, PORTUGAL E MÉXICO EMPATAM NA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Cristiano Ronaldo não foi brilhante, mas contribuiu com uma assistência (Foto: Franck Fife/AFP)
 
19/06/2017

Por: Gazeta Esportiva

Em partida muito movimentada, Portugal e México ficaram no 2 a 2 neste domingo, em Kazan, pela primeira rodada do grupo A da Copa das Confederações. Os europeus ficaram duas vezes na frente, com gols de Quaresma e Cedric, mas o time de Juan Carlos Osorio, com Chicharito Hernández e Hector Moreno foram buscar a igualdade.

A partida contou com o uso do auxílio de vídeo em momento importante. Na primeira etapa, com o placar em 0 a 0, Pepe fez para os portugueses. Porém, após revisão do lance, foi marcado impedimento e o tento foi anulado.

Na segunda rodada, os comandados de Fernando Santos encaram a anfitriã Rússia, às 12 horas (de Brasília), em Moscou. O México, por sua vez, tem a Nova Zelândia pela frente, às 15, em Sochi.
México e Portugal ficaram no empate (Foto: Yuri Cortez/AFP)

O jogo – O início dos mexicanos foi melhor, com a equipe mais intensa, recuperando a bola rapidamente. Porém, não foi o suficiente para o time de Osorio criar chances claras de marcar o primeiro gol.

Assim, coube a Portugal marcar, com Pepe, aos 20. Porém, após auxílio do árbitro de vídeo, o gol foi anulado por impedimento. Mesmo sem o tento, os europeus cresceram, passando a chegar mais ao ataque.

Aos 33, o gol saiu. Cristiano Ronaldo saiu em velocidade e, com calma, achou Quaresma sozinho, na cara de Ochoa. O camisa 20 ainda driblou o goleiro antes de finalizar, marcando belo gol: 1 a 0 Portugal.

Antes do fim da primeira etapa, porém, veio o empate. Aos 41, após falha do lateral Raphael Guerreiro, Vela ficou com a bola e cruzou na medida para Chicharito Hernández. O camisa 14, de cabeça, colocou nas redes e definiu o placar do intervalo: 1 a 1.

Na segunda etapa, o jogo seguiu com o México tendo mais tempo com a bola, mas sem transformar a posse em chances claras. Assim, Portugal apostava na velocidade, o que também não funcionou no início do tempo final.

Sem muita inspiração, o tempo foi passando com as equipes pecando na hora de criar oportunidades. Os técnicos começaram a fazer substituições, buscando melhorar o desempenho de seus times.

Contudo, não foi o suficiente. O duelo seguiu sem grandes chances. Aos 34, Giovani dos Santos ainda assustou pelo lado do México, mas sem tanto perigo. Quando parecia que o empate seria inevitável, os europeus marcaram.

Aos 40, o lateral Cedric foi oportunista e, em bola que sobrou na área, finalizou firme, no alto, superando o arqueiro mexicano para recolocar os atuais campeões da Euro na frente, faltando poucos minutos.

Mesmo assim, o empate chegou. Aos 45, em cobrança de escanteio, Hector Moreno subiu mais que a zaga e superou Rui Patrício com ótima cabeçada: 2 a 2, placar que se manteve até o fim.

FICHA TÉCNICA
PORTUGAL 2 x 2 MÉXICO

Local:
Arena Kazan, em Kazan (Rússia)
Data: 18 de junho de 2004, quarta-feira
Horário: 12 horas (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernán Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)
Público: 34.372 pessoas
Cartões amarelos: Adrien Silva (Portugal), Guardado (México)
Gols: PORTUGAL: Quaresma, aos 33 minutos do primeiro tempo; Cedric, aos 40 minutos do segundo tempo
MÉXICO: Hernández, aos 41 minutos do primeiro tempo; Hector Moreno, aos 45 minutos do segundo tempo

PORTUGAL: Rui Patrício; Cedric, Pepe, Fonte e Raphael Guerreiro; William Carvalho, André Gomes, João Moutinho (Adrien Silva) e Quaresma (André Silva); Nani (Gelson Martins) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Fernando Santos

MÉXICO: Ochoa; Salcedo (Araujo), Reyes, Hector Moreno e Layún; Hector Herrera, Jonathan dos Santos e Guardado; Vela (Giovani dos Santos), Jimenez (Peralta) e Hernández
Técnico: Juan Carlos Osorio

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...