TITE DESTACA FASE DE LATERAIS BRASILEIROS NA CHAMPIONS: "FOMENTA A COMPETITIVIDADE"

Tite no desembarque em Madri (Foto: Gustavo Ferro/TV Globo)

13/05/2017

Na Europa para acompanhar semifinais da Liga dos Campeões, treinador exalta Daniel Alves e Marcelo em especial: "A organização das jogadas passa por eles"

Por Guilherme Pereira e Gustavo Ferro, Madri

Na Europa para acompanhar as semifinais da Liga dos Campeões, Tite vibrou com o excelente momento vivido pelos laterais da seleção brasileira. Daniel Alves e Marcelo têm sido fundamentais nas campanhas de Juventus e Real Madrid. O primeiro está classificado para a final, após ter marcado um gol e ter dado três assistências nas vitórias sobre o Monaco. O segundo deve se garantir nesta quarta-feira, em duelo com o Atlético de Madrid que o Real pode perder por até dois gols de diferença.

- Daniel Alves e Marcelo são dois jogadores de qualidade técnica. A organização das jogadas passa por eles. O Marcelo cresceu em termos defensivos e de marcação. O Dani, por trabalhar agora na Juve, tem agora o posicionamento de marcação e de sair jogando perfeitamente dominado. Tem o Filipe Luís, o Alex Sandro... o Jorge surgindo no Flamengo e agora no Monaco com uma qualidade muito grande. Eu vim ver o Fabinho para ver se trabalhava como lateral. Tem uma série de jogadores: o Fagner, o Rafinha no Bayern... – disse Tite, nesta quarta, no aeroporto de Madri.

Tite esteve nesta terça em Turim e viajou nesta quarta para Madri, onde acompanhará o clássico entre Real e Atlético no Calderón. Na viagem, ele vai aproveitar para analisar outros jogadores que também despertam sua curiosidade. Alex Sandro, da Juventus, e Fabinho e Jorge, ambos do Monaco, são nomes que chamaram a atenção do treinador para a lateral. Fora Filipe Luis, que já vem sendo chamado, Danilo... Não são poucos os alas brasileiros nas semifinais da Champions, o que significa uma concorrência alta no setor.

- Fico feliz (com o número de opções para a lateral). Fomenta a competitividade leal entre eles, fomenta que tem uma série de jogadores selecionáveis, fomenta que no Brasil vamos iniciar o campeonato no mais alto nível para competirem mais aqui em cima. Quanto melhor essa competição estiver, mais eles terão a possibilidade de estar na Seleção.

Tite e o filho Matheus, auxiliar da comissão técnica, na chegada à Espanha 
Foto: Gustavo Ferro/TV Globo

Depois de dar duas assistências na vitória por 2 a 0 no jogo de ida fora de casa, Daniel Alves fez o cruzamento que resultou em Mandzukic abrindo o placar e marcou um golaço para ampliar ainda na primeira etapa. Mbappé até descontou na segunda etapa e se tornou o jogador mais jovem a fazer um gol na semifinal da Liga dos Campeões, mas o 2 a 1 em Turim garantiu a Velha Senhora na final da Champions pela segunda vez nos últimos três anos. Tite estava lá e gostou do que viu.

- A Juventus está dentro da minha expectativa: alta. O Monaco um pouco abaixo, esperava mais. A Juve é muito forte e teve um dia iluminado do Daniel Alves e o Mandzukic esteve muito bem. Teve uma consistência muito grande, erra muito pouco. O Daniel ontem teve uma liberdade maior. Teve uma marcação mais forte em cima do Mbappe, com o Barzagli do lado direito e dobrando a marcação. Depois foi liberado mais no processo ofensivo e teve a felicidade da conclusão. Ele foi muito bem.

Agora, em Madri, ele conhecerá o adversário da Juve na final que será disputada no dia 3 de junho, um sábado, no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. O Real está em vantagem após ter vencido o jogo de ida por 3 a 0, e o Atlético precisará se reinventar na opinião de Tite.
- Se o Griezmann estiver bem, se o Koke no sentido de organização, se o Carrasco estiver inspirado... O Atlético vai ter que fugir um pouco de sua característica natural. Vai ter que propor jogo. A minha convicção é que vai ser um jogo tecnicamente melhor que o de terça.


Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...