GLOBO BUSCA JORNALISTAS RECÉM-FORMADOS PARA COBRIR COPA DO MUNDO DA RÚSSIA

Fotos: Reprodução/Youtube + Divulgação/Fifa

16/04/2017

De Érica Santos   

Uma oportunidade única de morar no exterior, ganhar experiência e participar da cobertura de um dos maiores eventos esportivos do mundo. A Globo, SportTV e globoesporte.com estão com processo seletivo para selecionar jornalistas para a cobertura da Copa do Mundo da Rússia. Os candidatos precisam ter formado entre 2014 e o 1º semestre de 2017. Também serão aceitos jovens cineastas, com até dois anos de formação em cinema.

Os interessados devem gostar de esporte, ser fluente em inglês e ter nível intermediário em outro idioma. Além de possuir disponibilidade para mudança, pois os selecionados poderão ser alocados em outro país durante o período.

O processo seletivo inclui avaliações online, teste de vídeo, inglês, atualidades, conhecimentos gerais, encontros presenciais e entrevistas. A seleção faz parte do projeto “Passaporte”. 

As inscrições estão abertas até o dia 30 de abril e podem ser feitas pelo site: www.vempraglobo.com.br/passaporte.

Na edição de 2017, os aprovados no programa, terão a oportunidade de produzir conteúdo para o Sportv, Esporte da Globo e Globoesporte.com e farão a cobertura da Copa de 2018, no Brasil ou em diferentes países do mundo.

Informações sobre o processo seletivo estão disponíveis online. 


Projeto Passaporte

A primeira edição do projeto, ainda com o nome de “Passaporte SporTV”, foi realizada em 2010. Os aprovados participaram da cobertura da Copa do Mundo disputada na África do Sul, atuando como repórteres correspondentes em países que disputaram o Mundial ou no Brasil.

Em 2011, foi realizada a segunda edição, com 11 jovens jornalistas, dos quais, oito tiveram a oportunidade de atuar durante seis meses como repórteres em seis países: Alemanha, Austrália, Espanha, Jamaica, Marrocos e Rússia. Acompanhando a repercussão de grandes eventos, como a Eurocopa e as Olimpíadas. Outros três jornalistas realizaram reportagens no Brasil.

Em 2014, foi a vez de 11 selecionados trabalharem no Projeto da Copa do Mundo FIFA 2014. Já o Rio2016 foi um marco para o Projeto Passaporte. O SporTV trouxe a maior cobertura dos Jogos, com 16 canais e 56 sinais com mais de 1000 profissionais envolvidos. E os “passaportes” estiveram presentes. Foram mais de 3,9 mil inscrições e oito repórteres selecionados que se dividiram entre Grécia, Quênia, Cuba, Catar, Rússia e China.

Desde a primeira edição, 41 jornalistas já passaram pelo projeto e a maioria permaneceu em empresas do Grupo Globo em funções de reportagem, produção, edição, redes sociais, narração e apresentação.

Fonte: BHAZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...