Seleção prepara terceira visita ao país da Copa-2018 em busca de hotéis e CTs

CBF tentará encontrar locais de preparação na Rússia que atendam às 
necessidades de Tite para a Copa do Mundo, em 2018 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

24/03/2017

Delegação com coordenador Edu Gaspar e preparador físico Fábio Mahseredjian irá à Rússia após jogos das eliminatórias para analisar possíveis locais de preparação

Depois das partidas contra Uruguai e Paraguai, pelas eliminatórias, parte da equipe de suporte à seleção brasileira voltará à Rússia para mais uma etapa da escolha de seu local de preparação durante a Copa do Mundo de 2018. Dessa vez com a presença do coordenador Edu Gaspar, será a terceira visita da CBF ao país do Mundial

O sorteio dos grupos da Copa será feito somente em dezembro, em Moscou, e o Brasil, embora em ótima situação no torneio classificatório, ainda não pode garantir sua presença na competição, mas todas as seleções precisam, desde já, visitar o país para analisar possibilidades de hospedagem e treinamento.

A Fifa oferece 67 opções de “pacote”. As seleções escolhem um “combo” formado por um hotel e um local de treino. Não se pode misturar combinações. Cada hospedagem tem seu campo correspondente.

As confederações podem marcar seu nome em até três opções, um deles com prioridade. Então, por exemplo, o Brasil tem prioridade de escolha em um desses pacotes. No outro, é segunda opção, e dependeria da desistência de quem está à frente ou de sua não classificação para a Copa do Mundo.

Como ainda não sabe em quais das 11 cidades jogará na fase de grupos, a CBF tem priorizado Moscou, por dois motivos: além de ser a região mais central e com mais opções disponibilizadas pela Fifa, também é garantido que todas as equipes disputarão pelo menos uma partida na capital russa na primeira fase da Copa.

Vários aspectos são analisados nessa escolha: conforto dos hotéis, qualidade e estrutura dos centros de treinamento, distância e trânsito entre esses dois locais. Para a Copa-2014 no Brasil, por exemplo, muitos resorts foram construídos e as seleções puderam ter hospedagem e treinos no mesmo complexo. Isso é bem mais raro na Rússia.

Tite gosta de ter um local com pelo menos dois campos em condições iguais de serem utilizados para treinos simultâneos. Tudo isso faz parte dessa “expedição” da CBF, que também contará com o preparador físico Fábio Mahseredjian.

O Brasil foi a segunda delegação a visitar o país do próximo Mundial. A primeira foi a Holanda, que já foi seis vezes à Rússia desde então. A Copa-2018 será disputada entre 14 de junho e 15 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...