Eliminatórias: Sete jogadores da Seleção de Tite voltam ao Mineirão

Marcelo esteve na Copa do Mundo de 2014 (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)
08/11/2016

Dois anos e quatro meses após o maior fiasco da história do futebol brasileiro, o Brasil voltará a jogar no estádio onde foi humilhado pela Alemanha

A Seleção Brasileira começa a se reunir neste domingo para os dois maiores desafios da era Tite: encarar a Argentina de Messi e o Mineirão dos 7 a 1. Dois anos e quatro meses após o maior fiasco da história do futebol brasileiro, o Brasil voltará a jogar no estádio onde foi humilhado pela Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014. Mesmo que o momento, o elenco e o adversário sejam outros, a lembrança daquele jogo ainda deixa muito torcedor desconfiado e, por isso, o retorno da seleção a Belo Horizonte é recheado de expectativas.

Quando convocou o grupo de jogadores para as duas próximas partidas da seleção nas Eliminatórias - além da Argentina, o Brasil enfrentará o Peru, em Lima, no dia 15 -, Tite tratou de afastar qualquer preocupação com o retorno ao palco dos 7 a 1. Para ele, que jamais foge das perguntas sobre aquele jogo, muita coisa aconteceu desde então.

“O trabalho psicológico parece que ao longo do tempo já foi perfeitamente colocado, e segue sendo. É verdade esse fato (a derrota acachapante), mas também é verdade que dois anos se passaram, assim como uma série de circunstâncias. Aconteceu e passou. Estamos em outro momento”, disse.

Deixar de lembrar aquele jogo, porém, é uma tarefa quase impossível. Nada menos do que sete jogadores que estiveram na Copa do Mundo foram convocados por Tite, sendo que quatro deles foram a campo naquele fatídico 8 de julho de 2014 - Marcelo e Fernandinho começaram a partida e Paulinho e Willian entraram no decorrer do jogo.

Mais do que tirar o Brasil da final, a goleada sofrida diante da Alemanha também deu à seleção outros dois recordes negativos. O placar de 7 a 1 foi a maior goleada sofrida por um país anfitrião na história das Copas e os quatro gols que o time sofreu em seis minutos (dos 23 aos 29 do primeiro tempo) foram a mais rápida sequência em Mundiais.

A péssima impressão deixada naquela partida, contudo, não parece afetar o torcedor mineiro. Mesmo que a CBF tenha colocado os preços dos ingressos em patamar de Copa do Mundo - a entrada mais barata custa R$ 200 -, a maior parte dos 61.949 bilhetes disponíveis já foi vendida.

Quase todos os jogadores convocados chegam a Belo Horizonte ainda neste domingo. Na tarde desta segunda-feira, a seleção fará o seu primeiro treino na capital mineira. Ele será aberto ao público e acontecerá no estádio Independência. A CBF colocou 8 mil entradas para o torcedor que quiser acompanhar a atividade. Os bilhetes, que são trocados por alimento não-perecível, também estão praticamente esgotados.

Líder das Eliminatórias Sul-Americanas, o Brasil ficará em Minas Gerais até o próximo domingo. Depois, viaja ao Peru para o último jogo na temporada de 2016.

Fonte: Band

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...