ELIMINATÓRIAS: Paraguai surpreende e vence a Argentina fora de casa

González fez o gol da vitória paraguaia e provocou a torcida argentina (Foto: Juan Mabromata/AFP)

11/10/2016

A Argentina começa a se complicar na disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Nesta terça-feira, a seleção alviceleste recebeu o Paraguai, no Estádio Mario Kempes, em Córdoba, e acabou derrotada pelo placar de 1 a 0.

Com o resultado, a Argentina se manteve na quinta colocação das Eliminatórias, que dá vaga somente para a repescagem, e viu os paraguaios se aproximarem na tabela de classificação. Na sexta posição, com 15 pontos conquistados, o Paraguai está a apenas um da seleção alviceleste, que estacionou nos 16 pontos e somou seu terceiro jogo sem vitória na competição.

A Argentina volta a campo pelas Eliminatórias Sul-Americanas no próximo dia 10 de novembro, às 21h45(de Brasília), no clássico contra a Seleção Brasileira, no Mineirão. Um pouco mais cedo, às 21h30(de Brasília), o Paraguai recebe o Peru, no Defensores del Chaco.

O jogo – Mesmo atuando em casa, a Argentina não começou a partida exercendo uma grande pressão. Com isso, o Paraguai começou a se sentir a vontade no jogo e atuar de igual para igual.

A primeira boa chance do confronto, inclusive, foi dos paraguaios. Aos seis minutos, Óscar Romero bateu falta para a área e encontrou Gómez. O zagueiro se jogou para cabecear, mas não pegou em cheio na bola, perdendo grande oportunidade.

À vontade no jogo, o Paraguai aproveitou contra-ataque e abriu o placar. Aos 17 minutos, após roubada de bola na defesa, Ángel Romero ligou González no ataque. O centroavante paraguaio arrancou em velocidade, invadiu a área e finalizou no canto para deixar a Albirroja em vantagem.

Após sair atrás no placar, a seleção argentina partiu para o ataque e quase empatou já aos 23 minutos. Di María recebeu a bola na entrada da área e realizou chute baixo que carimbou a trave defendida por Justo Villar.

Logo na sequência, aos 25, foi a vez de Rojo pegar sobra de bola dentro da área e, de frente para o gol, finalizar mal, mandando por cima.

Nos minutos finais do primeiro tempo, a Argentina abusou dos erros de finalização. Com isso, o Paraguai levou a vantagem parcial para o intervalo.

Na segunda etapa, a seleção argentina voltou para campo com uma pressão ainda mais intensa e teve a oportunidade para empatar logo com um minuto de jogo, em pênalti marcado após o árbitro ver toque de mão de Paulo da Silva. No entanto, Aguero foi para a cobrança e viu o goleiro Villar saltar bem para fazer a defesa e evitar o gol.

Na sequência, aos três, o goleiro paraguaio fez outra defesa impressionante. Em novo duelo, Aguero recebeu cara a cara com Villar e chutou colocado, porém, o arqueiro exerceu uma ótima intervenção para novamente salvar o Paraguai.

A pressão seguiu e os argentinos tiveram um gol anulado aos oito minutos. Após falta cobrada para a área, Mercado subiu de cabeça e mandou para as redes. No entanto, o auxiliar sinalizou impedimento.

Depois dos minutos iniciais, a pressão argentina foi diminuindo. Com isso, a falta de poder ofensivo se transformou em nervosismo.

Na melhor chance da Argentina após o gol anulado, aos 31, Dybala soltou uma bomba para defesa de Villar, porém, Lucas Pratto chegou no rebote cometendo falta.

A seleção alviceleste seguiu pressionando em busca de um gol milagroso, principalmente com Higuaín, porém parava no erros de finalização.

Com isso, os paraguaios conseguiram se segurar e garantir uma vitória fundamental fora de casa.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA 0X1 PARAGUAI

Local: Estádio Mario Kempes, em Córdoba (Argentina)
Data: 11 de outubro de 2016, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (Uruguai)
Assistentes: Nicolas Taran (Uruguai) e Miguel Nievas (Uruguai)
Cartões Amarelos: Sergio Aguero e Marcos Rojo (Argentina); Paulo da Silva(Paraguai)
Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS:
PARAGUAI – Derlis González, aos 17 minutos do primeiro tempo

ARGENTINA: Sergio Romero, Gabriel Mercado, Martín Demichelis, Mateo Musachio e Marcos Rojo; Javier Mascherano, Éver Banega(Lucas Pratto) e Nicolás Gaitán(Paulo Dybala); Ángel Dí Maria, Sergio Agüero e Gonzalo Higuaín
Técnico: Edgardo Bauza



PARAGUAI: Justo Villar, Jorge Moreira, Gustavo Gómez, Paulo da Silva e Júnior Alonso; Miguel Almirón(Celso Ortiz), Marcos Riveros, Juan Rodrigo Rojas(Bruno Valdez) e Óscar Romero; Ángel Romero(Hernán Pérez) e Derlis González
Técnico: Francisco Arce




Cursos Online na área de Ciências Biológicas e da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...