Bélgica confirma favoritismo e estreia com vitória nas Eliminatórias

Lukaku foi o autor dos dois primeiros gols da Bélgica (Foto: Sakis Savvides/AFP)

06/09/2016

A “Ótima Geração Belga” estreou nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 confirmando o favoritismo contra o Chipre. Com dois gols do camisa 9 Lukaku e um de Carrasco, a equipe do técnico Roberto Martínez venceu por 3 a 0, jogando fora de casa.

Mesmo longe de seu domínio os belgas foram quem tomaram iniciativa no jogo. Com apenas 14 minutos, o atacante Romelu Lukaku colocou a cabeça na bola e marcou o primeiro gol do jogo. Já no segundo tempo, os belgas mantiveram a maior posse de bola e Lukaku, com mais um gol de cabeça ampliou o marcador. Perto do final do jogo, Carrasco recebeu dentro da área e só escorou. Antes do apito final do juiz, o atacante Batshuay ainda desperdiçou um pênalti: 3 a 0.

Com a vitória, a Bélgica garantiu os primeiros três pontos na competição e assumiu a terceira colocação do Grupo H. A “ótima geração belga” volta a campo apenas no próximo dia 10 de outubro, quando enfrentam a Bósnia. Já o Chipre mostrou que deve sofrer nessas Eliminatórias e amarga a última colocação do Grupo H. Na próxima rodada, os cipriotas encaram a vice-líder Grécia.

Supremacia belga – Mesmo atuando fora de casa, a Bélgica não deu chances para o Chipre. Logo no início do jogo, os belgas, agora comandados por Roberto Martínez e com Thierry Henry como assistente técnico, partiram para o ataque. Com 60% de posse de bola, não demorou para a Bélgica assustar. O lateral Meunier carregou a bola até a entrada da área e soltou uma paulada, mas viu a redonda tirar tinta da trave.

Com a pressão da Bélgica, não demorou muito para os visitantes abrirem o placar. Aos 14 minutos, Meunier recebeu cruzamento da esquerda e mandou uma paulada. O goleiro defendeu, mas no rebote o atacante Romelu Lukaku deu um estiloso peixinho para balançar as redes: 1 a 0.

O Chipre até tentou equilibrar a partida, mas não pecava nas finalizações. A Bélgica respondeu com o camisa 10 Eden Hazard em jogada individual, mas o craque acabou chutando sem muito perigo.

Lukaku iluminado – Já na volta do intervalo, a única chance do Chipre foi através de uma bola parada. Dossa Júnior chutou firme e viu a bola passar perto do travessão.

Com o domínio do jogo, a ótima geração belga voltou a balançar as redes. O camisa 9 Lukaku novamente aproveitou rebote dentro da área e, bem colocado, testou firme para o fundo do gol: 2 a 0. Com o gol, a Bélgica passou a tocar a bola no meio-campo, sem muita preocupação com o ataque.

Mesmo sem forçar, os belgas ainda ampliaram o marcador. De Bruyne arriscou de fora da área, o goleiro adversário soltou a bola nos pés de Meunier, que cruzou na medida para o meia Carrasco escorar e marcar o terceiro. Antes do apito final do juiz, a Bélgica ainda teve chance de ampliar, depois de Hazard sofrer falta dentro da área. Na cobrança, o centroavante Batshuayi chutou rasteiro e o goleiro Panayi defendeu para o Chipre.

Goleadas no Grupo H – A Bónsia-Hezegovinia assumiu a liderança do Grupo após golear a Estônia, em casa, pelo placar de 5 a 0. Spahic marcou dois gols, Dzeko deixou o dele de pênalti, e Medunjanin e Ibisevic fizeram um gol cada.

Mesmo jogando fora de casa, a Grécia venceu Gibraltar por 4 a 1 e chegou à vice-liderança do Grupo H. Os gols foram marcados por Mitroglou, Fortounis, Torosidis e Wiseman, contra.

Confira os resultados dos jogos desta terça-feira:

Gibraltar 1 x 4 Grécia

Bósnia-Herzegovinia 5 x 0 Estônia


Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...