Rio 2016: Meninas do Brasil eliminam Austrália nos pênaltis e vão às semifinais

Goleira Barbara defendeu dois pênaltis e deixou Marta aliviada, porque perdeu o 5.º pênalti no Mineirão

13/08/2016

Brasil conquistou a classificação para a semifinal do torneio feminino dos Jogos Olímpicos na disputa por pênaltis

Depois de um empate sem gols no tempo normal e na prorrogação (120 minutos intensos) contra a Austrália, o Brasil conquistou a classificação para a semifinal do torneio feminino dos Jogos Olímpicos na disputa por pênaltis: 7 a 6. A partida disputada no Mineirão, em Belo Horizonte, exigiu muito fisicamente da duas equipes e terminou com emoção no pênalti perdido por Marta e nas defesas salvadoras de Bárbara.

Classificado, o Brasil enfrenta a Suécia na próxima terça-feira, às 13 horas, no Maracanã, pela semifinal. Também nesta sexta-feira, a seleção escandinava eliminou os Estados Unidos nos pênaltis após empate por 1 a 1. A outra semifinal é formada por Canadá e Alemanha.

Brasil e Suécia já se enfrentaram na fase de grupos com vitória tranquila das brasileiras. Marta e Bia, duas vezes cada, e Cristiane marcaram os gols da vitória por 5 a 1 na segunda rodada da primeira fase.

AUSTRÁLIA SEGURA ATAQUE 

As duas equipes tinham planos de jogo bem definidos desde os primeiros minutos. Enquanto o Brasil valorizava a posse de bola e buscava pressionar o adversário, a Austrália apostava em contragolpes rápidos e nas bolas paradas levantadas para a área, aproveitando a boa estatura de suas jogadoras.

Mesmo mais presente no campo de ataque, a Seleção Brasileira não conseguia levar perigo à goleira Williams. O time da casa rondava a área adversária, mas não conseguia se infiltrar na bem postada defesa australiana. Na melhor oportunidade da primeira etapa, Andressa Alves deu belo passe para Debinha, mas a atacante bateu por cima do gol após cortar a zagueira Alleway.

NADA DE GOLS

Na segunda etapa, a situação seguiu parecida. O Brasil ficava com a bola tentando pressionar, mas faltavam jogadas mais agudas e passes que encontrassem as atacantes em boas condições de finalizar. Aos poucos, a Austrália ia se soltando e ameaçava a meta da goleira Bárbara.

Com a prorrogação se aproximando, a Seleção Brasileira tomou um susto aos 40 minutos. Lorgarzo arriscou de fora da área e a bola explodiu no travessão, na melhor oportunidade do tempo normal. Para responder, o Brasil exigiu uma linda defesa de Williams em conclusão de Andressa Alves.

DECISÃO NO PÊNALTIS

Depois de mais dois tempos de 15 minutos sem gols na prorrogação, a classificação teve de ser definida na disputa por pênaltis. As quatro primeiras batedoras de cada equipe converteram suas cobranças até que Marta, justamente a melhor jogadora do Brasil, parou na goleira Williams.

Gorry era a quinta cobradora do time australiano e um gol eliminaria o Brasil, mas brilhou a estrela da goleira Bárbara, que fez linda defesa no canto direito e manteve a Seleção viva na disputa. Na sequência, os dois times seguiram acertando até que Bárbara defendeu mais uma, a nona cobrança da Austrália, da zagueira Kennedy, garantindo a emocionante classificação brasileira.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 0 x 0  AUSTRÁLIA

Fase: Quartas de Final
Rodada: 1ª rodada
Data: 12/08/2016
Horário: 22h00
Local: Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Carol Anne Chenard (Fifa-Canadá)
Assistentes: Marie-Josee Charbonneau (Fifa-Canadá) e Suzanne Morisset (Fifa-Canadá)

Cartões Amarelos
Brasil: Tamires, Marta, Andressa Alves
Austrália: Alleway, Kennedy, Foord


Brasil

Bárbara;
Fabiana (Poliana), Rafaelle, Mônica e Tamires;
Thaisa (Andressinha), Formiga e Marta;
Andressa Alves, Debinha e Bia.
Técnico: Vadão






Austrália

Williams;
Catley (Logarzo), Alleway, Kennedy e Foord;
Kellond-Knight, Gorry, Van Egmond, Kerr (Crummer) e De Vanna (Polkinghorne);
Simon (Heyman).
Técnico: Stajcic





Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...