Sergipe empata com Seleção Olímpica do Japão na Arena Batistão

Sergipe e Japão se enfrentam em amistoso na Arena Batistão (Foto: Osmar Rios / GloboEsporte.com)

28/07/2016

Kohrogi abre o placar para os nipônicos e Rafael Vila empata para os colorados. Gols marcados no 1º tempo. Partida marca despedida do Sergipe na temporada

Por Neverton Matos

E o Sergipe continua sem vencer. Já são sete partidas consecutivas contando com a última partida da final do Estadual frente ao Itabaiana, no dia 07 de maio deste ano, na casa do rival. Seu último triunfo foi no dia 04 de maio, quando venceu o Tricolor Serrano, por 1 a 0, na Arena Batistão, no jogo de ida da decisão do título do Sergipão 2016.

E nesta quarta-feira à tarde, o Alvirrubro realizou uma partida amistosa, um confronto internacional, quando enfrentou a Seleção Olímpica do Japão, que faz um período de aclimatação na capital sergipana, para a disputa dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que tem início no próximo dia 05 de agosto.
A partida aconteceu na Arena Batistão e havia uma temeridade por parte dos sergipanos de que os japoneses deflagrasse uma sonora goleada sobre o Colorado sergipano e ela se tornou mais real quando no primeiro minuto de jogo, Kohrogi abriu o placar para os visitantes.

E o que parecia ser um prenúncio de um placar elástico para os orientais, acabou ficando só por aí mesmo. A empolgação dos japoneses foi diminuindo e o Sergipe acertou o passe e começou a ter o domínio do jogo. A torcida reclamou de dois pênaltis, que o árbitro ignorou.

Rafael comemora gol de empate frente ao Japão (Foto: Osmar Rios / GloboEsporte.com)

Rafael Vila chegou balançar a rede, mas o gol foi anulado, com protestos da torcida rubra. Porém no último minuto da etapa inicial, mais uma vez Rafael presente no ataque, aproveitou um cruzamento de Hiago vindo da linha de fundo, o meia dominou a bola e ainda teve tempo de girar e tirar o goleiro do Japão da jogada, e deixou tudo igual, ao empatar o confronto.

O Jogo

Os gols saíram no primeiro e último minuto da etapa inicial. O time japonês saiu com a bola e de imediato abriu o placar com Kohrogi. Os asiáticos dominaram as ações dentro de campo até os 25 minutos, mas sem incomodar o goleiro Giovani Luiz. Até que os anfitriões acertaram o passe e passou a dominar a partida.

O time colorado passou a ser mais efusivo e começou a buscar mais o ataque. Aos 21’ e 38’ a torcida reclamou pênaltis em cima de Hiago e Rafael, respectivamente, e o árbitro nada marcou.

Pra piorar a bronca da torcida colorada com o homem do apito, aos 39 minutos Rafael chuta rasteiro, balança a rede, mas árbitro anula jogada acusando impedimento no lance. Mas aos 45 minutos em lance legal, em mais uma jogada com o camisa 10 do Sergipe, o meia Rafael, ele aproveitou cruzamento na área dos japas e deixou tudo igual no Batistão.

Na segunda etapa algumas oportunidades foram criadas por ambas as equipes no setor de ataque, porém foram desperdiçadas de forma inacreditável e a partida ficou na igualdade do marcador.

Assim sendo, como o placar permaneceu no empate, o time rubro encerrou a temporada 2016 com a sensação de que poderia ter feito muito mais. Este foi o quinto empate consecutivo após a final do Estadual, deixando um sabor amargo. Sem nenhuma competição a mais para disputar nesta temporada, o Sergipe ganhou o direito para realizar este duelo internacional, quando conquistou o título Estadual deste ano.

Na Série D claudicou dentro de campo e com uma campanha abaixo do esperado, deixou de forma prematura a competição nacional. Com este confronto frente o Japão, encerra suas atividades na temporada e só retorna no final do ano, quando dará início a pré-temporada para 2017.

O Japão está no Grupo B dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ao lado de Nigéria, Colômbia e Suécia. Os nipônicos estream contra os nigerianos, no próximo dia 04 de agosto. Após este amistoso frente o Mais Querido, os japoneses embarcam para Goiás, onde farão uma outra partida amistosa, frente a seleção brasileira, no próximo sábado.

O Sergipe empatou com o Japão com a seguinte formação: Giovani, Jhon Lennon, Carlos Alexandre, André Ribeiro e Max; Gil Baiano (Fabrício Lusa), Mazinho (Lulinha) e Rafael Vila; Hiago, Marlon e Robert (Diego Neves). Técnico: Luciano Dias.

A Federação Sergipana de Futebol (FSF), colocou em disputa neste amistoso internacional, o troféu alusivo aos 47 anos da fundação do Estádio Lourival Batista, que levou o nome do radialista José Eugênio de Jesus. O vencedor da partida seria premiado com o mesmo. Como houve um empate, a seleção japonesa recebeu o mesmo, como um gesto de cordialidade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...