COPA AMÉRICA: Colômbia perde da Costa Rica e vira provável rival do Brasil nas quartas

Costa Rica se despediu com vitória sobre a Colômbia

12/06/2016

Seleção comandada por Dunga irá ficar na ponta independentemente do resultado do jogo entre Equador e Haiti

Classificada por antecipação às quartas de final da Copa América Centenário, a Colômbia acabou sendo surpreendida pela eliminada Costa Rica, em jogo encerrado no início da madrugada deste domingo (no horário de Brasília), ao perder por 3 a 2, em confronto realizado com casa cheia no NGR Stadium, em Houston, no Texas (EUA).

A partida fechou a última rodada do Grupo A da competição continental e o resultado acabou sendo bom para os Estados Unidos, que horas mais cedo derrotaram o Paraguai por 1 a 0 e também asseguraram classificação à próxima fase.

Com seis pontos ganhos, mesma pontuação atingida pelos colombianos, os norte-americanos acabaram ficando com a ponta da chave pelo melhor saldo de gols, fruto principalmente dos 4 a 0 sobre os costarriquenhos na segunda rodada.

Com a liderança do Grupo A, os Estados Unidos agora esperam pela definição do segundo colocado do Grupo B para saber quem serão seus adversários nas quartas de final. Isso será determinado neste domingo, quando o Brasil enfrenta o Peru, às 21h30 (de Brasília), pela rodada final do Grupo B.

Caso confirme favoritismo e derrote os peruanos, a seleção comandada por Dunga irá ficar na ponta independentemente do resultado do jogo entre Equador e Haiti, que se enfrentam a partir das 19h30 deste domingo. Ainda com chances de classificação, os equatorianos estão no terceiro lugar da chave, com dois pontos, e precisam vencer para ter chance de classificação à próxima fase.

O JOGO

Embora eliminada por antecipação, a Costa Rica mostrou vontade de vencer desde o início e abriu o placar logo no primeiro minuto. Venegas levou a melhor sobre Aguilar, chutou com categoria de fora da área e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Zapata.

Depois do susto, porém, a Colômbia empatou já aos seis minutos. Fabra fez boa jogada pela esquerda, saiu enfileirando defensores e tentou o passe para Martínez, mas a bola cortou parcialmente e a bola sobrou no pé do próprio Fabra, que finalizou para as redes.

Entretanto, o mesmo Fabra que empatou o jogo acabou fazendo a lambança que resultou no segundo gol da Costa Rica, aos 34 minutos. Venegas colocou a bola entre as pernas de Aguilar pela esquerda e cruzou. A bola atravessou a área, passou por Zapata e iria para a outra lateral do campo, mas Fabra, que estava no meio do caminho, se enrolou na hora de fazer o corte e tocou a bola para o próprio gol.

E, se a missão colombiana de terminar o Grupo A na liderança se tornou difícil, ela se complicou ainda mais aos 12 minutos da etapa final. Após boa jogada pelo lado direito, Oviedo cruzou e Celso Borges finalizou de primeira para o gol: 3 a 1.

A Colômbia ainda mostrou força ao descontar aos 27 minutos. Em bela jogada pela direita, Cuadrado cruzou e Marlos Moreno também entrou batendo de primeira para marcar. A partir dali, os colombianos passaram a exercer grande pressão para buscar o empate, mas pararam nos defensores e no goleiro Pemberton.

Poupados, Cuadrado e James Rodríguez entraram em campo apenas no decorrer do confronto, assim como Cardona, e assim tiveram menos tempo de ajudar a Colômbia a evitar a derrota que poderá lhe render um possível duelo com o Brasil nas quartas.


FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA 2 x 3 COSTA RICA

Fase1ª Fase
Rodada3ª rodada
Data11/06/2016
Horário22h00
LocalNRG Stadium - Houston 
ÁrbitroJosé Argote (VEN)
Público45.808 espectadores

Cartões Amarelos
Colômbia: Roger Martinez
Costa Rica: Campbell, Pemberton, Azofeifa, Watson

Gols
Colômbia: Fabra 7' 1T, Moreno 27' 2T
Costa Rica: Venegas 2' 1T, Fabra 33' 1T (contra), Borges 12' 2T

Colômbia

Zapata; 
Medina, Mina, Aguilar (Cuadrado) e Fabra; 
Carlos Sánchez, Celis, Sebastián Pérez (James Rodríguez) e Dayro Moreno (Cardona); 
Marlos Moreno e Martínez.
Técnico: José Pekerman




Costa Rica

Pemberton; 
Acosta, Salvaterra (Oviedo), Watson e Francisco Calvo; 
Matarrita, Celso Borges (Tejeda), Bolaños e Azofeifa; 
Bryan Ruiz (Joel Campbell) e Venegas.
Técnico: Oscar Ramírez






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...