Aturvarp se engaja na passagem da Tocha Olímpica por Santa Cruz

25/05/2016   

Imagem: Jacson Miguel Stülp/CaseMKT
A passagem da tocha olímpica por Santa Cruz do Sul foi um dos temas debatidos durante a reunião extraordinária da Associação de Turismo da Região do Vale do Rio Pardo (Aturvarp), na manhã desta segunda-feira, dia 23. O encontro foi realizado na sala 101 da Unisc, com a presença de integrantes da associação.

O presidente da Aturvarp, Carlos Corrêa da Rosa realizou inicialmente a apresentação dos novos gestores de turismo nos municípios de Santa Cruz do Sul, o secretário Léo Henrique Schwingel; e de Mato Leitão, também secretário, Diego Konrad. 

Schwingel destacou a importância dos municípios e entidades trabalharem em conjunto em prol do turismo para fortalecer a região. "À frente da Oktoberfest, sentimos várias vezes a necessidade de melhorarmos nossa cidade para recebermos os turistas e nada melhor que fortalecermos cada vez mais a nossa rede. Neste sentido também queremos intensificar a relação com a universidade para que possamos nos preparar cada vez mais para recebermos os visitantes, não apenas na Festa da Alegria, como também nos demais eventos que a cidade e a região recebem", destacou o secretário santa-cruzense. 

Já Diego Konrad destacou que o município criou o departamento de Turismo e, que no próximo ano, pretende desmembrar as áreas de Turismo, Cultura e Esporte numa nova secretaria no sentido de fortalecer essas atividades. 

A secretaria de Segurança, Cidadania, Relações Comunitárias e Esporte de Santa Cruz do Sul divulgou o evento da passagem da tocha olímpica na cidade, no dia 5 de julho. Daniel Frasncisco da Silva, gestor coordenador da força tarefa do revezamento da tocha olímpica, apresentou os detalhes para a passagem da tocha olímpica por Santa Cruz do Sul. O evento está programado para o dia 5 de julho, por volta das 13h. Ele destacou que no Vale do Rio Pardo, Santa Cruz será a única cidade a sediar a passagem da tocha. "Ela virá de Encantado, depois passará por Lajeado e, Santa Cruz, antes de ir a Santa Maria", observou. 

O secretário de Segurança, Cidadania, Relações Comunitárias e Esporte, Délsio Mayer, destacou que a região deve se integrar ao evento. "É preciso valorizar o momento que será único. Muitas gerações não vão presenciar isso novamente e por isso, estamos aqui para divulgar o roteiro e também as ações que serão feitas. Em contato com pessoas de outros municípios, já demonstraram interesse em acompanhar o evento, independente da divulgação dentro dos próprios municípios", completou.

No total, 25 pessoas irão carregar a tocha olímpica no percurso que terá partida da rotatória da Unisc e chegada, com celebração e encerramento na Praça Getúlio Vargas. Ao longo do percurso, escolas, entidades e as pessoas poderão se concentrar para ver a passagem do símbolo dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. As pessoas foram escolhidas pelos patrocinadores oficiais, pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), e algumas pela Prefeitura, dentro de parâmetros destacados pelo próprio COI.

"Já fizemos contato com escolas e entidades e estamos montando esta ocupação ao longo do trajeto. Queremos que os esportistas que irão carregar a tocha olímpica - e que irão trocar a cada 200 metros - tenham este apoio da população", destacou Mayer. Ele destacou que a visita à Câmara é importante para que os vereadores possam saber como irá funcionar este que será um dos eventos que ficará marcado na história da cidade.

Fonte: Expansão RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...