Por onde anda a tocha Olímpica Rio 2016?

A bela ilha de Zaquintos, na Grécia, faz parte da rota da tocha na terra
natal dos Jogos (Foto: Divulgação/visitgreece.gr)

23/04/2016

Confira os próximos passos do símbolo dos Jogos: da Grécia ao Brasil

A chama Olímpica foi acesa na última quinta-feira (21), na cidade de Olímpia, como manda a tradição. É apenas o início de uma longa jornada que termina em outra cerimônia emocionante: a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no Estádio do Maracanã, em 5 de agosto. Só que antes de chegar à Brasília, ponto de partida do revezamento brasileiro, em 3 de maio, a tocha percorre 31 cidades na Grécia - em uma rota de mais de 2 mil quilômetros que cruza a terra natal dos Jogos Olímpicos. Também passa por duas na Suíça: Genebra, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), e Lausanne, onde fica exposta no Museu Olímpico Internacional.

Os próximos passos da tocha Rio 2016:

Na Grécia

O primeiro dia do revezamento grego começou agitado. Depois da cerimônia de acendimento - que evocou os rituais da Grécia Antiga no Templo de Hera, em Olímpia -, a tocha passou pela cidade de Pyrgos. Lá um caldeirão foi aceso pelo recordista mundial júnior de salto com vara, Emmouil Karalis. Depois seguiu para outra cidade histórica: Ilida, um dos principais centros culturais da península do Peloponeso e cidade-sede dos Jogos da Antiguidade. 


Nesta sexta-feira (22), segundo dia de revezamento, a tocha passou pela ilha de Zaquintos, além das cidades de Patras, onde visitou a maior ponte estaiada do mundo. Depois seguiu para os municípios de Astakos, Mesolonghi, Nikopoli e Preveza.

No fim de semana, o símbolo percorre outras 11 cidades, incluindo a principal cidade da região da Macedônia, Tessalônica.

A partir da segunda-feria (25), os destaques da rota do revezamento são a cidade histórica de Maratonas e a região de Eleonas, onde um nadador sírio representa os refugiados como condutor, até chegar à Atenas. Lá, ela passa pelas ruínas da Acrópole e o Partenon (templo da deusa grega Atenas).
O revezamento termina no Estádio Panathinaiko, sede dos Jogos Atenas 1896, com show do pop star grego Sakis Rouvas, na quarta-feira (27), quando a chama é entregue oficialmente ao Brasil.

Ao todo, são 450 condutores da Tocha Olímpica na Grécia. Confira a rota completa do revezamento aqui (em inglês).

Na Suíça

Dois dias depois, o destino da tocha Rio 2016 é Genebra, na Suíça, para uma cerimônia na ONU. No domingo (30), é levada ao Museu Olímpico, em Lausanne, sede do Comitê Olímpico Internacional (COI), onde fica exposta até 3 de maio, data em que embarca para Brasília. 

Palácio das Nações Unidas, em Genebra (Foto: ONU)

No Brasil

A capital federal é o ponto de partida do revezamento no Brasil. Com 12 mil condutores, a tocha percorre 327 cidades das cinco regiões do país ao longo de 95 dias até chegar ao Maracanã, para a cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016.


Revezamento pretende mostrar  para o mundo alguns dos lugares mais
bonitos do Brasil (Fotos: Ministério do Turismo)

Fonte: Rio 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...