Mapa interativo marca contagem regressiva para o revezamento da Tocha Olímpica

04/04/2016

Revezamento ocorrerá de 3 de maio a 4 de agosto. Chama olímpica passará por 335 cidades de norte ao sul do país

Em um mês o Brasil assiste ao início de uma das principais mobilizações em torno dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, que terá grande impacto no turismo nacional.  Começará no dia 3 de maio, em Brasília, a largada para o revezamento da tocha olímpica. Será uma viagem de três meses por 335 localidades, que reúnem um pouco de tudo o que forma a alma e a vida brasileira. Os atrativos destes locais podem ser conferidos no mapa interativo lançado nesta segunda-feira (04.04) pelo Ministério do Turismo.


A chama olímpica passará por cenários do Cerrado, da Mata Atlântica, do Pantanal, da Caatinga, dos Pampas e da Amazônia. O revezamento contempla, ainda, paisagens como o caldeirão cultural de cada região e estado, já que a tocha, seja de carro ou de avião, passará por todos eles, sem exceção. Não é à toa que o Ministério do Turismo vê no revezamento a grande oportunidade para os destinos se apresentarem e encantarem o público que acompanhará a tocha ao vivo, pela TV, pelos jornais e nas redes sociais.

A passagem da tocha será uma oportunidade também para expor as políticas públicas que tornam os municípios mais atrativos e receptivos ao turista.  Nos mais de 300 destinos de passagem da tocha, a marca do Ministério do Turismo aparece em estradas turísticas pavimentadas, na sinalização que ajuda a orientar o visitante, nos prédios históricos restaurados, na urbanização e saneamento de praias e nas diversas outras obras de infraestrutura nas quais foram investidos mais de R$ 3,3 bilhões nos últimos anos.

Para o ministro do Turismo interino, Alberto Alves, “as obras são um item fundamental dos preparativos do Brasil para atender com qualidade os turistas internacionais que desembarcarão no país e os brasileiros que formarão o público da Olimpíada. Além de infraestrutura adequada, é preciso oferecer serviços e atendimento de qualidade. Esse é o nosso objetivo”, afirmou. Com o projeto de isenção de vistos para americanos, canadenses, australianos e japoneses, o Ministério do Turismo espera que o Brasil receba, no período dos jogos, até 500 mil turistas internacionais.

Cidade Olímpica

O Ministério do Turismo está investindo R$ 14,5 milhões na sinalização dos principais bairros turísticos do Rio de Janeiro, como Copacabana e o Centro. Das 500 placas previstas, 277 já foram instaladas.

A pasta pretende chegar à Olimpíada com um time bem treinado para receber o turista nos hotéis, bares e restaurantes e mesmo nas praias e pontos turísticos do Rio de Janeiro e das demais cidades do futebol olímpico (Manaus, Brasília, Salvador, São Paulo e Belo Horizonte).  Por meio do Pronatec Turismo serão cerca de 4 mil profissionais atendidos, com cursos relacionados ao receptivo turístico (organizador de eventos, camareira, idiomas e Libras para profissionais de segurança pública). Em outra frente, serão capacitados 9 mil donos de quiosques de praia e trabalhadores em albergues/hostel da cidade maravilhosa.

O governo federal reuniu, ainda, um grupo de ministérios (Turismo, Cultura, Esporte, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, entre outros) no planejamento da principal ação de promoção do país com foco no público da Olimpíada. A Casa Brasil será implantada na região portuária do Rio de Janeiro, reunindo o que há de mais representativo na cultura, da gastronomia, em atrativos turísticos, no esporte, e em avanços tecnológicos do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...