Del Nero reúne vices e retorna à presidência da CBF após licença de 3 meses

Marcelo Sayão/EFE

12/04/2016

Marco Polo Del Nero está de volta à presidência da CBF. Após três meses de licença, o mandatário reuniu seus vice-presidentes nesta segunda-feira e comunicou o retorno ao posto máximo da entidade - ocorrido na última quinta-feira (07).

A reunião foi o primeiro compromisso do presidente em seu retorno às atividades. A informação apurada pelo UOL foi confirmada pelo departamento de comunicação da CBF.

O futuro da presidência da CBF, no entanto, ainda é uma incógnita. Presidentes de Federação ouvidos pela reportagem não descartam uma nova licença de Del Nero nos próximos dias. Ele seguiria mandando na Confederação, mas ficara oficialmente afastado novamente. Uma definição pode ocorrer nesta terça, quando presidente e vices se encontram mais uma vez na sede da Barra da Tijuca.

Mesmo licenciado, Del Nero já tinha voltado a dar as cartas na Confederação nas últimas semanas. Como mostrou o Blog do Juca nesta segunda, ele mesmo convocou a reunião com os cinco vice-presidentes em ofício assinado pelo chefe de gabinete, Ivan dos Santos Souza, na última sexta-feira.

Na última terça-feira (05), Marco Polo sentou-se à mesa com o técnico Dunga e o coordenador Gilmar Rinaldi e comandou a reunião que cobrou melhores resultados da seleção brasileira. Dias antes, já circulava na sede da Barra da Tijuca e discutia com o diretor executivo e financeira da CBF, Rogério Caboclo, assuntos econômicos e estratégicos.

Após uma primeira licença entre 3 de dezembro de 2015 e 5 de janeiro deste ano - quando o vice Marcus Vicente ficou como interino -, Del Nero se licenciou novamente em 7 de janeiro. Em seu lugar, um novo substituto: o Coronel Nunes, vice mais idoso e presidente da Federação do Pará. A ideia era ter alguém que aceitasse suas ordens sem maiores "rebeldias".

Oficialmente, o presidente informou que deixava momentaneamente a cadeira para preparar sua defesa em relação às acusações de corrupção no processo que corre no Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Durante todos os três meses da licença, no entanto, Marco Polo jamais se afastou do comando. Com Coronel Nunes sem autonomia, Del Nero participou de todas as decisões do período. O retorno, agora, no entanto, é oficial. O Coronel Nunes volta ao posto de vice-presidente da casa - ao lado de Marcus Vicente, Delfim Peixoto, Fernando Sarney e Gustavo Feijó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...