Comitê debate plano de segurança para passagem da Tocha Olímpica no Rio Grande do Sul



08/04/2016

O Comitê Estadual de Revezamento da Tocha Olímpica do Rio Grande do Sul promoveu uma reunião, nesta quinta-feira (7), para debater o plano estratégico de segurança para receber a tocha olímpica, a partir do dia 3 de julho.

Foram alinhadas as ações em desenvolvimento no Centro Integrado Nacional de Monitoramento e apresentados os pontos de risco dos 28 municípios gaúchos por onde a Tocha deve passar. O objetivo é planejar o controle e a segurança do tráfego na rota do revezamento, atuar para prevenir incidentes e garantir o fluxo do comboio olímpico, sem interrupções.

Na área da saúde, o Comitê definiu detalhes do plano de emergência para remoção de pacientes em território gaúcho, que deve acontecer por transporte aeromédico por helicóptero.

"O planejamento é um instrumento fundamental para que tenhamos êxito nesse evento mundial. Sabemos disso e trabalhamos para que o Rio Grande do Sul seja apresentado para o mundo como um estado diverso, rico em beleza natural e, claro, também muito unido. No Revezamento da Tocha Olímpica, queremos que o estado seja exemplo de gestão", garantiu o secretário do Turismo, Esporte e Lazer, Juvir Costella, que também preside o Comitê.

O encontro aconteceu no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) do Rio Grande do Sul, na Secretaria da Segurança Pública, com a presença dos secretários da Segurança Pública, Wantuir Jacini, e da Saúde, João Gabbardo dos Reis, além do secretário Juvir Costella.

Texto: Ernani De Lorenzi Campelo/Ascom Setel
Edição: Denise Camargo/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...