Porto Alegre integra comitê de revezamento da Tocha Olímpica

Passagem da tocha acontece entre os dias 3 a 9 de julho em 27 cidades do RS
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

30/03/2016 

Porto Alegre está engajada com as demais cidades do Estado por onde passará a tocha, símbolo das Olimpíadas de 2016. Nesta terça-feira, 29, após uma reunião entre representantes dos municípios gaúchos, foi lançado, no Palácio Piratini, o Comitê Estadual de Revezamento da Tocha Olímpica. Com a presença do governador José Ivo Sartori, o evento reuniu o prefeito José Fortunati e prefeitos dos demais municípios envolvidos, além de representantes do Ministério dos Esportes e atletas de diversas modalidades. 

Para a definição das cidades-sede da Copa do Mundo, conforme observou Fortunati, foi feito um forte e longo trabalho para garantir que Capital recebesse os jogos. “Sabíamos o que isso significava para o turismo e para receber investimentos. Agora, nas Olimpíadas, os ganhos serão diferenciados, mas também significativos”, disse. Ele referiu-se ao exemplo que os atletas, dentro da diversidade de modalidades, podem dar a jovens e adolescentes. “Não tenho dúvidas de que será um momento importantíssimo para chamar nossas crianças e cativá-las para uma infinidade de modalidades. O esporte ensina a ganhar e a perder, a viver em comunidade, a atuar em grupo e a respeitar regras. Esse ganho é inestimável”, apontou Fortunati, ao falar em nome dos demais prefeitos.

A passagem da tocha também foi classificada pelo governador Sartori como um fator de superação, em um momento de crise pelo qual passam o país, os estados e os municípios. “Como disse Mandela, o esporte tem o poder de mudar o mundo. É isso que queremos”, lembrou Sartori.

O comitê reúne 14 secretarias de Estado, conforme explicou seu presidente, o secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Juvir Costella. Junto com os municípios, foi definido o cronograma e as formas de divulgação. Participaram do lançamento, o coordenador-geral do Grupo Temático das Olimpíadas do Ministério dos Esportes, Maurício Nunes Santos, e o diretor executivo da Rio 2016, General Marco Aurélio Amaral. 

Sobre o comitê - O comitê coordenará a passagem da Tocha Olímpica que acontece entre os dias 3 a 9 de julho em 27 cidades do Rio Grande do Sul. Destas, cinco que realizarão celebrações da tocha.

Sobre o acendimento da Tocha Olímpica - A cerimônia de acendimento da Tocha Olímpica acontece no dia 23 de abril, na cidade olímpica, na Grécia, passando por Atenas em 28 de abril. No dia 2 de maio a chama embarcará em Lausanne, na Suíça, com chegada em Brasília em 3 de maio para o início do revezamento no Brasil. O revezamento terá a duração de aproximadamente 100 dias com passagem em mais de 500 cidades brasileiras com 300 revezamentos. A passagem da Tocha Olímpica acontecerá em locais de interesse nacional, geográfico, histórico e cultural para o país e terá um mínimo de 12 mil condutores da Tocha. O objetivo do revezamento é promover o engajamento nacional, criar um clima de expectativa para a realização dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos e também, sensibilizar o maior número possível de pessoas.

Trajetória no RS 

No Estado do Rio Grande do Sul, as cidades de Celebração da Tocha Olímpica serão: Passo Fundo, Santa Maria, Pelotas, Porto Alegre e Caxias do Sul. No dia 3 de julho a primeira cidade gaúcha a comemorar será Erechim, passando por Passo Fundo. No dia 4 de julho será realizada especial operação em São Miguel das Missões, continuando por Santo Ângelo, Ijuí e Cruz Alta. No dia 5 de julho passa por Encantado, Lajeado, Santa Cruz do Sul e Santa Maria. No dia 6 de julho passa pelas cidades de São Sepé, Caçapava do Sul, Canguçu, Rio Grande/ Cassino e Pelotas. No dia 7 de julho em São Lourenço do Sul, Camaquã, Guaíba e Porto Alegre. No dia 8 de julho em Canoas, Esteio, Novo Hamburgo, Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Caxias do Sul. No dia 9 de julho termina o percurso em Bento Gonçalves e Torres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...