ELIMINATÓRIAS: Paraguai 2 x 2 Brasil - Seleção mostra poder de reação, mas não é o bastante!

Ricardo Oliveira marcou o primeiro gol do Brasil e ainda acertou uma bola no travessão
29/03/2016

O time de Dunga deixou a zona de classificação à Copa do Mundo após a sexta rodada

Ainda não foi na noite desta terça-feira que a Seleção Brasileira conquistou sua primeira vitória em 2016, mas, levando em conta como foi a partida, o empate por 2 a 2 com o Paraguai, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, pode ser considerado um bom resultado. A partida era válida pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas.

Apesar de ter mostrado poder de reação, o resultado não foi bom para a Seleção Brasileira, pois praticamente todos os concorrentes diretos, com exceção de Paraguai e Equador, venceram nesta rodada. Com nove pontos, o time de Dunga caiu para o sexto lugar e deixou a zona de classificação à Copa do Mundo. Com os mesmos nove pontos, o Paraguai é o sétimo colocado por conta do saldo de gols (3 contra 1).

PRESSÃO E VACILO

O Brasil criou a primeira chance do jogo logo aos três minutos. Willian recebeu na entrada da área, passou por dois adversários e soltou a bomba por cima do gol de Villar. Mesmo fora de casa, era a seleção canarinha quem tomava a iniciativa da partida, mas aos poucos o Paraguai foi equilibrando as ações.

Aos 18, Aguilar subiu mais que todo mundo e cabeceou a bola na trave. No rebote, Gómez, em posição de impedimento, chegou finalizando de primeira em cima de Daniel Alves. Logo depois, Gómez aproveitou desviou e, dentro da pequena área, soltou a bomba para defesa espetacular de Alisson. O momento era todo do Paraguai e a torcida fazia muito barulho no estádio.

As principais jogadas dos donos da casa eram pelo alto. Após cobrança de escanteio, Aguilar ficou com a sobra e bateu por cima. O Brasil quase abriu o placar aos 28. Willian foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Ricardo Oliveira chegar batendo de primeira. A bola explodiu no travessão de Villar.

E o que todos brasileiros temiam aconteceu aos 40 minutos. Fernandinho perdeu bola no meio-campo e Benítez puxou contra-ataque. Ele foi até a linha de fundo e cruzou para Lezcano. Livre de marcação, o atacante bateu forte e tirou do alcance de Alisson. No último lance de perigo do primeiro tempo, Ricardo Oliveira recebeu dentro da área e bateu de virada por cima.

REAÇÃO

Dunga voltou do intervalo com Hulk no lugar de Fernandinho, mas recebeu um balde de água fria logo aos três minutos do segundo tempo. Roque Santa Cruz passou como quis por quatro marcadores e tocou para Ortiz, que deu lindo passe para Benítez. O atacante dominou tirando de Daniel Alves e finalizou na saída de Alisson, colocando o Paraguai na frente do placar.

Em desvantagem, o Brasil passou a ter mais posse de bola, mas rondava a área paraguaia sem muita objetividade. Filipe Luis cruzou e Renato Augusto cabeceou fraco, nas mãos de Villar. Aos 18, a seleção finalmente conseguiu balançar as redes em cabeçada de Gil, mas o árbitro assinalou falta do zagueiro.

O Brasil diminuiu aos 33. Villar rebateu chute forte de Hulk e Ricardo Oliveira completou para o gol vazio. No minuto seguinte, Dunga tirou o camisa 9 e coloco Jonas. Depois disso, a seleção se lançou toda ao ataque, enquanto o Paraguai apenas se defendia e começava a fazer cêra, tanto que Villar recebeu amarelo.

Aos 46 minutos, Daniel Alves recebeu de Willian dentro da área, cortou um adversário e bateu colocado no cantinho de Villar, marcando o gol de empate do Brasil. E quase que a seleção não vira no minuto seguinte. Daniel Alves arriscou, Villar espalmou e Filipe Luis, de carrinho, parou no goleiro paraguaio.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas seleções voltam a campo apenas no início de setembro, mas as datas ainda serão definidas pela Conmebol. O Paraguai recebe o Chile em Assunção, enquanto o Brasil tem pela frente o Equador, em Quito.

FICHA TÉCNICA

Paraguai 2 x 2 Brasil

Rodada: 6ª rodada
Data29/03/2016
Horário21h45
LocalEstádio Defensores del Chaco - Assunção (Paraguai) 
ÁrbitroWilmar Alexander Roldán Pérez (Colômbia)
RendaNão disponível.
AssistentesAlexander Guzmán Bonilla (Colômbia) e Cristian De la Cruz Achicanoy (Colômbia)
Público: Não disponível.

Cartões Amarelos
Paraguai: Gómez, Samudio, Villar
Brasil: Miranda

Gols
Paraguai: Lezcano 40' 1T, Benítez 3' 2T
Brasil: Ricardo Oliveira 33' 2T, Daniel Alves 46' 2T

Paraguai

Villar;
Paulo da Silva, Pablo Aguilar, Gustavo Gómez e Samudio; 
Richard Ortiz (Jonathan Santana), Néstor Ortigoza, Derlis González e Edgar Benítez; 
Jorge Benítez (Roque Santa Cruz) e Lezcano (Iturbe). 
Técnico: Ramón Díaz





Brasil

Alisson; 
Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luís; 
Luiz Gustavo (Lucas Lima), Fernandinho (Hulk), Renato Augusto e Willian; 
Douglas Costa e Ricardo Oliveira (Jonas).
Técnico: Dunga






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...