Neymar na era Dunga: excesso de cartões e ausências em jogos oficiais

Neymar durante duelo entre Brasil e Uruguai - GETTY

26/03/2016

A seleção brasileira disputará contra o Paraguai a sexta partida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, mas pela terceira vez não terá o atacante Neymar a disposição. Essa tem sido a sina do técnico Dunga nesta segunda passagem como técnico da equipe nacional.

Dunga pôde contar com Neymar em cinco jogos oficiais dos nove já disputados. Para piorar o atacante marcou apenas uma vez em partidas oficiais. Ele não enfrentará o Paraguaina terça porque tomou o segundo cartão contra o Uruguai, no empate por 2 a 2, na sexta-feira.

Na Copa América de 2015, o primeiro torneio oficial na nova era Dunga, Neymar jogou a estreia contra o Peru e a segunda rodada contra a Colômbia, quando foi expulso por confusão com Murillo. A punição foi a suspensão por dois jogos de suspensão, o que o tirou de dois compromissos pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Neymar participou de três jogos da eliminatórias: Venezuela, Peru e Uruguai. Foi bem apagado nas duas primeiras partidas, mas na terceira foi o melhor em campo durante o primeiro tempo. Deu uma assistência e criou pelo menos quatro boas chances para a seleção.

O segundo tempo, contudo, não foi igual. Para piorar, Neymar fez uma falta desnecessária em Álvaro González, numa jogada longe da área, e levou o cartão amarelo.

O momento atual contrasta com o retrospecto dele em amistosos. Com Dunga, Neymar ficou fora de apenas um duelo, participando dos outro 11 e fez dez gols.

A outro fator: Neymar também tem levado muitos cartões, são 14 na seleção, sendo que com Dunga foram seis amarelos e um vermelho - o técnico está há quase dois anos na seleção e foram 20 jogos que ele dirigiu a seleção.

Os jogadores que convivem com Neymar negam que os problemas extra-campo tenham o atrapalhado - ele é investigado pela Receita Federal no Brasil e o Fisco espanhol averigua os valores da transação que tiraram ele do Santos e o levaram o Barcelona, em 2013. Justificam que a fase dele no clube catalão é ótima.

Suspenso do jogo com o Paraguai, Neymar só deve voltar a seleção em junho, quando Dunga chamará os jogadores para a Copa América do Centenário, ou em agosto, para os Jogos Olímpicos no Rio. Mas até a presença nas duas competições ainda é possível.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...