EX-DIRIGENTE DA GUATEMALA É PRESO POR CORRUPÇÃO NO ESCÂNDALO DA FIFA

Brayan Jimenez está preso em uma cela na Suprema Corte de Justiça 
da Guatemala (Foto: Agência Reuters)

16/01/2016

Foragido desde o mês passado, Brayan Jimenez deve ser extraditado para os EUA. Segundo a polícia, ele estava frágil e embriagado no momento da prisão

Brayan Jimenez, ex-presidente da Federação da Guatemala de Futebol, foi preso pela polícia guatemalteca nesta quarta-feira. O ex-dirigente está entre os 16 latino-americanos com mandados de prisão expedidos pela Justiça dos Estados Unidos por conta do escândalo de corrupção na Fifa. À frente da Federação de 2010 até o ano passado, Jimenez foi preso em um flat de um bairro nobre na Cidade da Guatemala, capital do país.

A polícia local afirmou que Jimenez estava frágil e embriagado quando foi preso. O ex-dirigente está preso em uma cela da Suprema Corte de Justiça na Cidade da Guatemala. A aparição de Jimenez foi bem diferente da última vez em que tinha sido visto pela mídia, em uma coletiva de imprensa, no dia 3 de dezembro. Na ocasião ele tinha cabelo preto e estava com a barba feita.

Em declaração publicada pelo site da BBC, o advogado do preso disse que não vai lutar contra o pedido de extradição da justiça americana e que Jimenez vai provar a inocência na Corte dos Estados Unidos.

Segundo a promotoria, ele e Hector Trujillo, ex-secretário-geral da Federação da Guatemala, receberam uma propina que alcançou seis dígitos na venda de direitos televisivos para as eliminatórias da Copa de 2018. Trujillo foi preso nos Estados Unidos, em dezembro do ano passado.

Fonte: Esportv

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...