JUSTIÇA DO RIO SUSPENDE ELEIÇÃO PARA VICE-PRESIDENTE DA CBF

Presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua pediu suspensão da eleição

12/12/2015

A 2ª Vara Cível acatou pedido do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto Filho, no fim da tarde desta sexta-feira.

A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu, em caráter liminar, a realização de assembleia geral extraordinária convocada pela CBF para eleição de um novo vice-presidente. A 2ª Vara Cível acatou pedido do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto Filho, no fim da tarde desta sexta-feira. Assim, a eleição marcada para a próxima quarta-feira está suspensa.

Segundo despacho do juiz Mauro Cunha Olinto Filho, "há uma convocação pelo Presidente em exercício da ré (CBF), para suprir um dos cargos de Vice-Presidente, sem que haja sequer a indicação de qual dos cinco cargos estaria vago". O magistrado considerou ainda "que há indícios de irregularidades na forma de convocação (em 4 de dezembro de 2015), feita às pressas por conta do pedido de licença de [Marco Polo] Del Nero no dia anterior".

A assembleia geral extraordinária foi convocada na sexta-feira da semana passada como primeiro ato do presidente em exercício da CBF, Marcus Vicente. A intenção da entidade é eleger um candidato para a vaga de José Maria Marin, que supostamente estaria vaga por ausência do cargo.
Marcus Vicente assumiu a presidência da entidade em caráter temporário enquanto Marco Polo Del Nero, indiciado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, decidiu se licenciar do cargo por 150 dias para se concentrar em sua defesa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...