ELIMINATÓRIAS: ARGENTINA FAZ 1 A 0 NA COLÔMBIA E MANDA A ZICA EMBORA

Argentina enfim vence nas Eliminatórias

17/11/2015

Mesmo sem Lionel Messi, Sérgio Agüero, Carlitos Tevez, Zabaleta e Garay, os Hermanos foram bem superiores

A Argentina, enfim, conseguiu um respiro nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. Mais uma vez cheia de desfalques, mas com um futebol sóbrio, sem muito brilho, bem compactado e com jogadores determinados a cumprir suas tarefas, foi até a cidade de Barranquilla e conquistou uma importantíssima vitória por 1 a 0 sobre a Colômbia, pela quarta rodada - última antes do final do ano.

Assim, com o primeiro triunfo na competição, os argentinos viram o ano com 5 pontos e os colombianos, com 4. Em março, quando as Eliminatórias serão retomadas, a Argentina jogará mais uma vez como visitante - desta vez contra o Chile, em Santiago, em uma reedição da final da última Copa América, em julho, vencida pelos chilenos. A Colômbia também viaja para encarar a Bolívia, em La Paz.

QUEM DIRIA, EIN!
O técnico Tata Martino mais uma vez não pôde contar com alguns de seus principais jogadores. Machucados, Lionel Messi, Sérgio Agüero, Carlitos Tevez, Zabaleta e Garay não puderam entrar em campo. No primeiro tempo, a seleção colombiana começou o jogo em ritmo forte e partiu para o ataque com tudo. Logo no primeiro minuto, o time tentou fazer uma blitz na área argentina e Palácios foi à linha de fundo e cruzou com muito perigo ao gol defendido por Sergio Romero.

Depois disso, aos poucos, o melhor toque de bola da Argentina foi prevalecendo. Mesmo com seus desfalques, o time tentou colocar a bola no chão e conseguiu ditar o ritmo do jogo. Com calma, e usando muito bem as jogadas pelas laterais do campo, conseguiu criar uma série de chances e poderia ter saído para o intervalo com um placar ainda mais favorável.

O primeiro lance de perigo da Argentina surgiu aos 12 minutos da primeira etapa. O atacante Di María, um dos astros do Paris Saint-Germain, foi até a linha de fundo pela esquerda do campo e cruzou rasteiro, nos pés do companheiro de ataque Gonzalo Higuaín. O atacante do Napoli pegou de primeira, mas mandou a bola por cima da meta do goleiro Ospina.

O gol do primeiro tempo saiu logo depois. Aos 19 minutos, o volante Biglia puxou rápido contra-ataque pela intermediária, passou pela marcação e tocou para Banega, que deu ótimo passe para Lavezzi. Ele cruzou rasteiro para a área, a zaga da Colômbia deixou a bola passar e Biglia, que começou a jogada, só teve o trabalho de empurrar a bola para dentro do gol.

Atrás do placar, a Colômbia tentava se articular, mas o meia James Rodríguez, seu principal jogador, não fazia uma boa partida. Os donos da casa chegaram com perigo aos 33 minutos, quando o lateral Funes Mori se atrapalhou ao recuar a bola para Romero. Bacca partiu com a bola e tentou cavar um pênalti ao invés de chutar para o gol.

Aos 39 minutos, a Argentina perdeu chance clara de marcar o segundo gol. Em rápida trama, Higuaín deixou Di María livre, de frente para o gol de Ospina. Ele caminhou com a bola e bateu de esquerda da entrada da área, tirando do goleiro. A bola passou raspando na trave esquerda da meta colombiana.

A Colômbia voltou melhor na segunda etapa. Aos cinco minutos, a Colômbia teve boa chance com Frank Fabra, que balançou na frente da marcação e arriscou de fora da área. A bola passou com perigo, à esquerda. Os colombianos perderam outro oportunidade aos 19, quando Muriel recebeu dentro da área e bateu firme. A bola passou com perigo sobre a meta de Romero.

Depois disso, a Argentina travou o jogo e esperou o tempo passar. Aos 45 minutos, ainda perdeu boa chance de ampliar com Dybala, que ficou na trave. A última chance da Colômbia surgiu aos 47, quando a defesa argentina se atrapalhou, Romero saiu mal do gol e Murillo, com o gol livre, mandou para fora.

FICHA TÉCNICA

Colômbia 0 x Argentina

4ª rodada

Data: 17/11/2015
Horário: 18h30
Local: Estádio Metropolitano Barranquilla - Barranquilla (Colômbia) 
Árbitro: Antonio Arias (PAR)

Cartões Amarelos
Colômbia: Zapata, Palacios
Argentina: Mascherano, Lavezzi, Dybala

Gols
Argentina: Biglia 20' 1T

Colômbia

Ospina;
Palacios, Zapata, Murillo e Frank Fabra;
Daniel Torres, Mejía (Adrián Ramos), James Rodríguez e Macnelly Torres (Luis Muriel);
Teo Gutiérrez (Cardona) e Bacca
Técnico: José Pekerman





Argentina

Sergio Romero;
Mercado (Peruzzi), Otamendi, Funes Mori e Rojo;
Mascherano, Biglia, Banega e Di María;
Higuaím (Dybala) e Lavezzi (Enzo Pérez) 
Técnico: Gerardo Martino



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...