COPA AMÉRICA: Gareca reformula, Peru faz 2 a 0 no Paraguai e garante terceiro lugar

Guerrero deixou sua marca na vitória do Peru - Crédito: Divulgação/FI

03/07/2015

O atacante Guerrero foi novamente um dos destaques da partida, deixando sua marca novamente

A situação fica preocupante quando vemos o Peru terminar na terceira colocação da Copa América, enquanto que a Seleção Brasileira caiu muito anos, ficando bem longe de uma decisão e com um time mediano e olhe lá. Na noite desta sexta-feira, a equipe peruana, comandada pelo ex-palmeirense Ricardo Gareca, derrotou o Paraguai, algoz do Brasil, pelo placar de 2 a 0, atrás apenas de Chile e Argentina

Com o resultado, o Peru repete a campanha da última edição, em 2011, na Argentina, quando também ficou em terceiro. Já o Paraguai, que havia sido finalista há quatro anos, teve que se contentar com a quarta colocação. A decisão do título entre Chile e Argentina será neste sábado, em Santiago, às 17 horas (de Brasília).

PERU SOBRESSAIU! 

O jogo já dava impressão de que seria amarrado desde o primeiro minuto. Com muita marcação no meio de campo e pouquíssima criatividade de ambos os lados, o jeito era tentar arriscar de longe. Foi assim aos seis minutos, quando o Peru chegou pela primeira vez. Em rápido contra-ataque, Reyna recebeu no meio, arrancou e bateu de fora. Villar voou para espalmar.

A resposta do Paraguai veio na mesma moeda, aos 23, quando Óscar Romero aproveitou corte errado da defesa e bateu de fora da área, mas Gallese espalmou. A equipe de Ramón Díaz até ficava mais com a bola, mas tinha dificuldade para criar qualquer oportunidade.

Do outro lado, o Peru teve o melhor momento de toda a primeira etapa aos 25, em erro do adversário. Reyna cruzou da direita, a defesa deixou a bola passar por todo mundo e a sobra ficou para Lobatón. Sozinho, ele teve tempo de dominar no peito e bater, mas pegou muito mal e jogou longe.

GUERRERO DEIXOU O SEU!

O segundo tempo mal havia começado e o Peru encontrou o gol. Logo aos dois minutos, Cueva bateu escanteio, Guerrero tentou ajeitar e Bobadilla afastou mal de cabeça. Carrillo aproveitou a sobra na entrada da área e bateu de primeira, no canto esquerdo de Villar.

O gol embalou o Peru e esmoreceu o Paraguai. Os comandados de Gareca aproveitavam os erros na saída de bola do rival para criar boas oportunidades. Pela esquerda, Reyna chegava como queria. De fora da área, Vargas e Guerrero também tentaram, mas erraram o alvo.

Sem resposta, Ramón Díaz fez as três alterações, e só aí o Paraguai melhorou. Aos 21, Lucas Barrios deu enfiada precisa no lado direito para Romero, que chegou cruzando de primeira. Benítez entrava sozinho na área e marcaria com o gol vazio se não fosse Christian Ramos, que se atirou no caminho. Ainda assim, a bola mansamente tocou a trave.

Mas foi só. O Paraguai seguia exibindo toda sua fragilidade e só conseguia arriscar em chutes de longe. Nos contra-ataques, o Peru era até mais perigoso e Guerrero perdeu a chance de matar o jogo aos 36. Não faria falta, ele mesmo marcaria o segundo aos 43. Após ótima jogada de Sánchez, o atacante do Flamengo recebeu na área e bateu de primeira sob Villar.

FICHA TÉCNICA

PERU 2 x 0 PARAGUAI

Data:  03/07/2015
Horário: 20h30
Local: Estádio de Concepeción 
Árbitro: Raúl Orozco (Fifa/Bolívia)
Renda: Não disponível
Público: 29.143 torcedores

Gols
Peru: Carillo 2' 2T, Guerrero 43' 2T


Peru

Gallese; 
Advíncula, Christian Ramos, Ascues e Vargas; 
Ballón, Cueva, Reyna (Joel Sánchez) e Lobatón (Yotún); 
Carrillo (Hurtado) e Guerrero
Técnico: Ricardo Gareca






Paraguai

Justo Villar; 
Marcos Cáceres, Paulo da Silva, Aguilar e Samudio; 
Victor Cáceres (Aranda), Ortigoza (Ortiz), Martínez (Benítez) e Óscar Romero; 
Bobadilla e Lucas Barrios
Técnico: Ramón Díaz







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...