Sem pontaria, México e Bolívia ficam no empate em estreia



13/06/2015

Equipes fazem jogo morno, não saem do zero na estreia e deixam o Chile na liderança isolada do Grupo A

No jogo que fechou a primeira rodada do Grupo A da Copa América 2015, México e Bolívia se esforçaram, lutaram, mas não conseguiram sair do 0 a 0 no Estádio Sausalito, em Viña del Mar. Com o empate na estreia, as duas equipes dividem agora a segunda posição do grupo que tem o time anfitrião na liderança, com três pontos.

Miguel Herrera teve que dividir a convocação da Seleção Mexicana já que parte de seus atletas irá disputar a Copa de Ouro da Concacaf, em julho.  Por isso, o treinador acabou levando um time que não é tido como o melhor para a competição. Depois da dura derrota para a Argentina na última semana, a Bolívia também chegou ao Chile sob desconfiança. Porém, assim como o México, a equipe de Mauricio Soria queria surpreender a todos.

O jogo

O México começou melhor. Tentou controlar a partida, teve mais posse de bola, mas não chegou a assustar o goleiro adversário. Já a Bolívia, que começou mais recuada, foi crescendo ao longo da partida e, mesmo com menos posse de bola, acabou criando os lances mais perigosos da primeira etapa.

A primeira chance da Seleção Boliviana foi logo aos 13 minutos. Smedberg fez o cruzamento para Pedriel, que se adiantou ao zagueiro e desviou para o gol. No entanto, a bola acabou carimbando a trave mexicana.

Já no final primeira etapa, Jhasmani Campos pegou o rebote, após a tentativa de cruzamento de Morales, e da entrada da área soltou a bomba para o gol. Corona foi bem no lance e fez boa defesa ao espalmar a bola pela linha de fundo.



As duas equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas dificuldades da primeira etapa. No entanto, o México melhorou após a entrada de Jiménez no meio da segunda etapa e por muito pouco não abriu o placar.

Aos 21 minutos, Corona arrancou em velocidade pela esquerda, levantou a bola na cabeça de Jiménez, que testou para o gol e viu a pelota passar tirando tinta da trave Quiñonez. O México continuou pressionando, enquanto a Bolívia se fechava atrás e explorava o contra-ataque.

Aos 37 minutos, o México teve a sua melhor oportunidade do jogo. Após o levantamento na área, a defesa boliviana não conseguiu afastar, e a bola sobrou com Vuoso que chutou para o gol. No entanto, ela acabou desviando na marcação e passando por cima da baliza..

A Bolívia volta a campo na próxima segunda-feira quando enfrenta o Equador, às 18h, no Estádio Regional Chiledeportes, em Valparaíso. Mais tarde, às 20h30, a Seleção Mexicana enfrenta os anfitriões no Estádio Nacional Julio Martínez Prádanos, em Santiago.

FICHA TÉCNICA:
MÉXICO X BOLÍVIA

Local: Estádio Sausalito, em Viña del Mar (Chile) 
Data: 12 de junho de 2015 (Sexta-feira)
Horário: 20h30(de Brasília)
Árbitro: Roberto Garcia (México)
Assistentes: Jorge Luis Camargo e Marvin Torrentera (ambos do México)

MÉXICO: Alfredo Talavera, Gerardo Flores, Juan Carlos Valenzuela, Rafael Márquez e Julio Domínguez; Efraín Velarde, Jesús Corona, Marco Fabián e Javier Aquino; Raúl Jiménez e Enrique Esqueda 
Técnico: Miguel Herrera

BOLÍVIA: Romel Quiñonez, Edemir Rodríguez, Ronald Raldes, Edward Zenteno e Leonel Morales; Danny Bejarano, Sebastián Gamarra, Pablo Escobar e Damián Lizio; Martín Smedeberg e Marcelo Martins 
Técnico: Mauricio Soria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...