Por determinação da Fifa, Neymar pode ficar fora do início das Eliminatórias para Copa de 2018

Neymar corre o risco de desfalcar a Seleção Brasileira no começo das 
Eliminatórias Sul-Americanas para 2018

26/06/2015

Atacante foi suspenso por quatro jogos por expulsão após derrota para Colômbia

Suspenso por quatro jogos pela Conmebol, Neymar a princípio cumpriria o resto de seu gancho na próxima Copa América caso o Brasil não chegue à final da edição atual. Nesta terça-feira, no entanto, o cenário mudou. A Fifa enviou uma notificação à entidade máxima do futebol sul-americano determinando que punições aplicadas no torneio continental deverão terminar de ser cumpridas, se necessário, na próxima competição oficial, no caso as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Como já cumpriu uma partida de suspensão no duelo final da fase de grupos, contra a Venezuela, Neymar tem mais três jogos de gancho pendentes. Caso o Brasil caia nas quartas de final diante do Paraguai, neste sábado, o camisa 10 ficará de fora das duas primeiras rodadas das Eliminatórias para o Mundial da Rússia.

Caso avance à semifinal, no entanto, a Seleção disputará pelo menos mais a disputa de terceiro lugar no Chile e terá seu principal destaque liberado para atuar nas Eliminatórias.

A princípio, o Tribunal de Disciplina da Conmebol informou que a punição dada a Neymar era válida apenas para competições organizadas pela própria entidade sul-americana. Após a notificação da Fifa, no entanto, as seleções já foram avisadas do novo impacto de eventuais novas punições.

A determinação da Fifa se embasa no parágrafo segundo do artigo 38 de seu Código Disciplinar, que delibera: “(em) competições nas quais os times foram escolhidos de acordo com determinado critério (cultural, geográfico, histórico): se o regulamento dessas competições remete às regulamentações da Fifa para punições disciplinares, a suspensão é carregada para a próxima partida oficial do respectivo time do indivíduo”. Assim, sobrepõe-se ao artigo 112 do Regulamento Disciplinar da Conmebol, que prevê o cumprimento de suspensões na seguinte competição organizada pela entidade.

Neymar recebeu quatro jogos de suspensão por suas ações intempestivas após o fim da partida contra a Colômbia, pela segunda rodada da fase de grupos. Na ocasião, além de ter levado seu segundo cartão amarelo da competição durante o jogo, ele chutou a bola em Armero depois do apito final, tentou dar cabeçada em Murillo, xingou Zuñiga e ainda esperou o árbitro Enrique Osses no túnel de acesso aos vestiários, onde o teria ofendido. Sem poder disputar o restante do torneio continental, o craque do Barcelona já curte suas férias no Guarujá, cidade do litoral sul paulista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...