No 1º amistoso preparatório para a Copa América, Brasil vence o México

Meia fez um golaço e abriu o placar no Allianz Parque
Foto:  Mowa Press / Divulgação

08/06/2015

Seleção construiu o placar ainda no 1º tempo e deixou o gramado do Allianz Parque com um 2 a 0 sem emoções

No primeiro jogo da nova era do técnico Dunga sem Neymar, o Brasil não sentiu a falta de seu principal jogador e conseguiu vencer o México em um amistoso preparatório para a Copa América, neste domingo. O estádio do Palmeiras foi o palco da partida que terminou 2 a 0, gols de Philippe Coutinho e Diego Tardelli, ainda no primeiro tempo. A Seleção continua 100% neste retorno de Dunga, o treinador assumiu o posto depois do vexame na Copa do Mundo. Desde então, foram nove jogos e todos terminaram com vitória da Amarelinha. Robinho, sentindo dores no joelho direito, também não marcou presença na partida.

A seleção brasileira retorna aos gramados na quarta-feira, para um amistoso, desta vez contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, às 22h.

O JOGO

O início do amistoso entre Brasil e México foi sem brilho. As seleções criavam pouco e não levaram perigo aos goleiros Jefferson e Jesús Corona. Na primeira chance de perigo, só aos 27 minutos, gol do Brasil.

Elias, pela direita, virou o jogo para Filipe Luis, que subia sozinho. O lateral recebeu pela esquerda e acionou Philippe Coutinho, que penetrava na área. O atacante deu um drible de corpo no seu marcador e ficou cara a cara com o goleiro mexicano. Sem ângulo, o brasileiro mandou diretamente para o gol, surpreendendo o goleiro que esperava um cruzamento. Golaço.

O gol deu moral para o Brasil, que logo aumentou. Elias recebeu passe de Willians, deu uma caneta em Rafael Márquez e ficou frente a frente com o goleiro Jesús Corona. O volante não foi fominha e tocou para o meio, onde Diego Tardelli penetrava na pequena área sem marcação, livre para marcar o segundo da Seleção. O time mexicano quase não assustou Jefferson na primeira etapa.

O início da segunda etapa repetiu a sonolência da primeira. O Brasil controlava a posse de bola e tentava armar jogadas em velocidade. O restante da partida foi dessa forma, arrastada e sem criatividade. Os mexicanos não se mostraram um adversário perigoso para a seleção brasileira. Jefferson nem deve ter sujado seu uniforme pois não teve nenhum grande trabalho.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 2 X 0 MÉXICO

Estádio: Allianz Parque (São Paulo) 
Árbitro: Julio Quintana Rodriguez (Paraguai) 
Público pagante: 34.659 
Renda: R$ 6.737.030,00 milhões 
Cartões Amarelos: Javier Guemez (MEX, 29' do 1ºT), George Corral (MEX, aos 43' do 1ºT), Rafa Márquez (MEX, aos 11' do 2ºT) 
Cartões Vermelhos: nenhum 
Gols: Phillipe Coutinho (BRA, 27' do 1ºT), Diego Tardelli (BRA, 37' do 1ºT)

Brasil: Jefferson; Danilo (Fabinho, intervalo), David Luiz, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias (Casemiro, aos 33' do 2ºT), Fred (Felipe Anderson, 38' do 2ºT), Willian (Douglas Costa, aos 29' do 2ºT) e Phillipe Coutinho (Éverton Ribeiro, aos 24' do 2ºT); Diego Tardelli (Roberto Firmino, aos 13' do 2ºT). Técnico Dunga.

México: Jesús Corona, George Corral (Gerardo Flores, intervalo), Hugo Ayala (Carlos Salcedo, intervalo), Rafael Márquez e Cata Domíguez; Adrián Aldrete, Mario Osuna (Marco Fabián, intervalo), Javier Guemez (Juan Medina, aos 22' do 2ºT) e Tecatito Corona (Luis Montes, aos 30' do 2ºT); Eduardo Herrera e Raúl Jiménez (Vicente Vuoso, aos 19' do 2ºT). Técnico Miguel Herrera.

Fonte: O Dia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...