COPA AMÉRICA: Equador vence, elimina o México e ajuda o Brasil para chegar à segunda fase

Equador elimina o México que mandou à copa América um Time "B" de olho na 
Copa Ouro - Crédito: Divulgação/FI
19/06/2015

O Brasil pode se classificar para as quartas de final da Copa América mesmo se perder por um gol de diferença para a Venezuela, domingo, em Santiago

O Brasil pode se classificar para as quartas de final da Copa América mesmo se perder por um gol de diferença para a Venezuela, domingo, em Santiago. Isso porque, no primeiro jogo do dia nesta sexta-feira no Chile, o Equador venceu o México por 2 a 1 e se colocou, por enquanto, como o pior terceiro colocado. O resultado classificou Chile e Bolívia.

Na Copa América, avançam às quartas de final os dois primeiros de cada grupo, mais os dois melhores terceiros colocados. O Equador encerrou o Grupo A com três pontos e saldo negativo de dois gols. O Brasil também tem três pontos, com saldo zero, na liderança do Grupo C. Todos os rivais na chave da seleção, entretanto, também têm três pontos.

O México, por sua vez, volta para a casa. O time da América do Norte, que joga a Copa América como convidado, pagou o preço da decisão de enviar ao Chile uma equipe reserva, poupando seus melhores atletas para a Copa Ouro.

SÓ VALIA A VITÓRIA

No jogo, o México e Equador precisavam da vitória. Os equatorianos saíram na frente aos 25 minutos. Bolaños recuperou a bola no meio e iniciou o contra-ataque. Valencia recebeu pela esquerda da área, chutou errado e fraco, mas acabou dando o passe para o próprio Bolaños, que veio de trás de completou antes de a bola sair.

No segundo tempo, Bolaños deu mais uma assistência para Enner Valencia, que desta vez não desperdiçou. Bateu no canto direito, rasteiro, e fez 2 a 0. O México descontou de pênalti, com Raúl Jiménez, do Atlético de Madrid.

FICHA TÉCNICA

MÉXICO 1 X 2 EQUADOR

GOLS - Bolaños, aos 25 minutos do primeiro tempo; Enner Valencia, aos 11, e Raúl Jiménez, de pênalti, aos 18 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - José Argote (Venezuela).

CARTÕES AMARELOS - Hugo Ayala, Marco Fabián e Eduardo Herrera (México); Lastra, Ibarra e Miler Bolaños (Equador).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio El Teniente, em Roncágua (Chile).


MÉXICO 

Corona; Gerardo Flores, Hugo Ayala, Julio Domínguez, Valenzuela e Velarde (Javier Aquino); Javier Güemez (Marco Fabián), Juan Medina e Jesús Corona (Eduardo Herrera); Vuoso e Raúl Jiménez. Técnico - Miguel Herrera.









EQUADOR 

Domínguez; Paredes, Achilier, Arturo Mina e Walter Ayovi; Lastra, Noboa, Jefferson Montero (Fidel Martínez) e Ibarra (Juan Cazares); Miler Bolaños e Enner Valencia. Técnico - Gustavo Quinteros.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...