Brasil atropela Senegal com 5 a 0 e pegará Sérvia pelo hexa do Mundial Sub-20



17/06/2015

A seleção brasileira não teve dificuldades para confirmar o seu favoritismo diante dos senegaleses

O Brasil avançou em grande estilo à decisão do Mundial Sub-20 ao atropelar Senegal com uma goleada por 5 a 0, na madrugada desta quarta-feira, em Christchurch, na Nova Zelândia, em uma das semifinais da competição. Cinco vezes campeã da competição, a seleção brasileira assim ficou a uma vitória de faturar o hexacampeonato da categoria.

O adversário da final, no próximo sábado, a partir das 2 horas (de Brasília), em Auckland, será a Sérvia, que na outra semifinal derrotou o Mali por 2 a 1, na prorrogação, também nesta quarta. Caso triunfe diante dos sérvios, os brasileiros irão se igualar aos argentinos como maiores campeões do torneio.
Campeão do Mundial Sub-20 em 1983, 1985, 1993, 2003 e 2011, o Brasil se sagrou vencedor da competição organizada pela Fifa pela última vez ao bater Portugal por 3 a 2, na prorrogação, há quatro anos. Nesta edição do torneio, os portugueses foram superados justamente pelos brasileiros nos pênaltis, após empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, nas quartas de final, no último sábado.

Desta vez, porém, a seleção brasileira não teve dificuldades para confirmar o seu favoritismo diante dos senegaleses. Com apenas 34 minutos do primeiro tempo, a equipe nacional já vencia por 4 a 0. O placar foi aberto já aos 4, quando João Pedro invadiu a área pela direita e tentou cruzar, mas a bola desviou em Andelinou Correa, que marcou gol contra.


E o segundo gol veio logo em seguida, aos 6 minutos. Após bobeada do Senegal na marcação, Gabriel Jesus puxou contra-ataque e deu passe na direita para Marcos Gabriel, que entrou na grande área e chutou forte para fazer 2 a 0.
O baile continuou com o terceiro gol aos 18. Jean Carlos tabelou com Marcos Guilherme pela esquerda e cruzou rasteiro. O goleiro Ibou Sy defendeu apenas parcialmente e Boschilia, na marca do pênalti, completou para as redes.

Mesmo diminuindo um pouco o seu ritmo após o terceiro gol, o Brasil voltou a se aproveitar da fragilidade do rival africano na defesa para ampliar para 4 a 0 aos 34. Jean Carlos fez linda jogada individual, se livrando de dois marcadores com um só drible, e depois ficou a cara a cara com o goleiro e tocou com tranquilidade na saída de Ibou Sy.

Se a missão brasileira já estava fácil, ela ficou ainda mais tranquila a partir dos 43 minutos, quando o zagueiro Cissé, que já tinha cartão amarelo, foi expulso ao derrubar Marcos Guilherme em lance pelo lado esquerdo do ataque.

Com larga vantagem e um homem a mais em campo, o Brasil disputou o segundo tempo em ritmo de treino, já se poupando para a final de sábado. Mas mesmo assim conseguiu marcar mais um gol aos 32 minutos. Após receber lindo passe de calcanhar, Boschillia invadiu a área pela esquerda e tocou para Marcos Guilherme, com o goleiro já batido, apenas completar para as redes.

Na outra semifinal, realizada em Auckland, a Sérvia abriu o placar já aos 4 minutos do primeiro tempo, com um gol de Andrija Zivkovic. Aos 39, porém, Youssouf Kone deixou tudo igual para Mali. Na prorrogação, Ivan Saponjic fez, aos 6 minutos da etapa final, o gol que assegurou a classificação dos sérvios.

Fonte: Futebol Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...