Argentina 0 (5) x (4) 0 Colômbia - Pênaltis premiam quem mereceu a classificação

Ospina parou a Argentina nos 90 minutos

26/06/2015

Nos 90 minutos, a Colômbia deu apenas dois chutes ao gol e não fosse o goeliro ospina, teria sido eliminada antes

Dizem que jogo bom de futebol é aquele que vai além dos 90 minutos. Por essa visão, Argentina e Colômbia fizeram um jogaço, na noite desta sexta-feira, pelas quartas de final da Copa América, na cidade de Viña Del Mar. Depois de shows de defesas do goleiro Ospina e um empate por 0 a 0, a Argentina conseguiu a classificação por 5 a 4 nas cobranças de pênaltis.

A Rádio Futebol Interior não deixou o seu ouvinte fora de toda a emoção e transmitiu a partida para todo o Brasil.

Como nas quartas de final da Copa América não há a prorrogação, o jogo foi levado para as cobranças dee pênaltis após o empate sem gols. Com a vitória, a Argentina enfrenta o vencedor do confronto entre Brasil e Paraguai. A partida da semifinal acontecerá na terça-feira, em Concepción.

O JOGO

O técnico da Colômbia iniciou a partida já surpreendendo a todos com Téo Gutiérrez no lugar de Falcao, pela primeira vez no banco de reservas.Se buscava mais mobilidade, não deu certo, porque a alteração só deixou os colombianos com menos opções no ataque e o domínio argentino foi enorme.

O primeiro lance de perigo aconteceu aos nove minutos. Messi fez uma de suas jogadas características e deixou o adversário para trás antes de tocar para Di Maria. O meia colocou a bola para dentro da área e antes que ela chegasse a Aguero, Murillo conseguiu afastar.

O gol argentino só não saiu no primeiro tempo graças a um milagre do goleiro Ospina. Pastore saiu da marcação e cruzou para Aguero. O atacante desviou e o arqueiro defendeu e ainda conseguiu voltar para espalmar uma cabeceada de Messi em seguida.
A Argentina ainda teve mais uma boa oportunidade aos 43 minutos. Messi rolou para Pastore e Ospina tirou da área. Na sobra, o mesmo Pastore tentou a finalização para uma nova defesa.

MUITA FALTA E POUCAS CHANCES

o segundo tempo foi bem mais quente que o primeiro, mas pela violência dos jogadores. O número de faltas praticamente dobrou e, em consequência, as chances de gols diminuíram. A Colômbia finalizou pela primeira vez no jogo aos 21 minutos, após cabeceio de Jackson Martínez que Romero agarrou com tranquilidade.

Em sua primeira jogada, Banega quase abriu o placar para a Argentina. Após tabela de Messi com Tevez, a bola foi rolada para o volante, que soltou uma bomba de fora da área e a bola passou tirando tinta da trave, aos 32 minutos.

A melhor chance, entretanto, aconteceu dois minutos depois. Otamendi desviou o cruzamento e Ospina praticou mais um milagre. Ele espalmou, a bola foi na trave e Zuñiga tirou em cima da linha, antes que a bola entrasse na meta.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA 0 (5) x (4) 0 COLÔMBIA

Data: 26/06/2015
Horário: 20h30
Local: Estádio Sausalito - Viña del Mar 
Árbitro: Roberto García Orozco (México).

Cartões Amarelos
Argentina: Agüero, Mascherano, Messi
Colômbia: James Rodríguez, Mejía, Cuadrado, Arias, Falcão


Argentina

Romero;
Zabaleta, Otamendi, Garay e Rojo; 
Mascherano, Biglia e Pastore (Banega); 
Messi, Di Maria (Lavezzi) e Agüero (Tevez).
Técnico: Tata Martino






Colômbia

Ospina;
Zuñiga, Zapata, Jeison Murillo e Arias;
Mejía, Ibarbo (Muriel), Cuadrado e James Rodríguez;
Téo Gutiérrez (Cardona) e Jackson Martínez (Falcao Garcia).
Técnico: Jose Pekerman








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...