Conheça 8 cidades-sede da Copa América 2015 no Chile

24/05/2015

A Copa América chega a sua 45ª edição nesse ano. Ela terá início no dia 11 de junho e ocorre até o dia 4 de julho. Nesse ano o torneio será no Chile, em oito cidades do país andino. O primeiro torneio foi organizado na Argentina, em 1916, e contou com a participação de Brasil, Chile e Uruguai, além do país-sede. Hoje, participam da competição os dez países membros da Commebol: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Venezuela e Uruguai. Veja quais serão as cidades que receberão a Copa América em 2015:

Antofagasta 

Foto por Dimitry B.

A cidade mais distante da capital Santiago entre as sedes da Copa América, Antofagasta está no meio do deserto do Atacama. Próxima à cidade há balneários como Mejillones, Hornitos e Juan López. Ao norte, há uma bela escultura natural: um arco de rocha, ótimo cenário para fotografias. Mistérios também cercam a região. No século XIX o Chile explorava salitre e povoados se formaram em torno das minas. Hoje eles estão abandonados, numa espécie de “povoado fantasma”.


Concepción

 
Foto por amy gizienski

A segunda cidade mais povoada do Chile fica ao sul da capital, Santiago. Concepción foi fundada por Pedro de Valdivia em 1550. Sua história reserva momentos como a vez em que foi sitiada por índios mapuches, atacada por piratas e quando foi destruída pelo terremoto de 2010. Um de seus atrativos é bairro universitário, com diversos murais de artistas nacionais e estrangeiros, museus e encontros musicais e audiovisuais.


Rancagua

Foto por patilincortes 

Em meio a vinícolas e minas, Rancagua é o que os chilenos chamam de a mistura entre o campo e a cidade. Além de ser um importante polo agrícola para o país, a cidade também possui uma importante marca histórica. Em Rancagua se encontra a Igreja de La Merced, que serviu de abrigo a Bernardo O’Higgins – símbolo da independência chilena – durante a Batalha de Rancagua. A cidade também sedia o Campeonato Nacional de Rodeio, que acontece desde 1949, durante todos os meses de abril.


Santiago

Foto por David Berkowitz

A capital chilena é uma das mais valorizadas na América do Sul. As montanhas da Cordilheira dos Andes cercam a cidade, que se caracteriza pela limpeza e organização. Está “estrategicamente” próxima às praias do Pacífico e às estações de esqui nos Andes. Andando pelas ruas da cidade, é possível visitar a casa que pertenceu a Pablo Neruda, conhecer a Catedral Metropolitana de Santiago e admirar a vista no Cerro San Cristóbal.


La Serena

Foto por Alessandro Caproni

Ao norte de Santiago, no meio do deserto do Atacama, La Serena é um balneário que atrai turistas, durante a primavera e verão, para suas praias de águas mornas – comparada com as demais praias chilenas. La Serena é uma cidade antiga – data de 1544 – e guarda muita história em suas construções, como a Igreja de San Francisco e o Monumento Nacional. Mas a cidade também oferece agito noturno. O Bairro Inglés se destaca pela vida noturna. Para quem gosta de ecoturismo, La Serena também é um ótimo passeio. Próximo à cidade se encontra o Parque Nacional Fray Jorge, uma floresta com 10 mil hectares. Mais ao norte há uma colônia de pinguins e golfinhos, a Reserva Pinguino de Humboldt.


Temuco

A cultura indígena ainda se faz presente, como nessa feira de artesanato em Temuco – Foto por paz guentelican

A cidade nasceu para conter a população indígena que vivia na região. Hoje, Temuco é uma das mais importantes cidades do Chile. A cultura indígena ainda permanece viva. Vale a pena conhecer o Mercado Municipal, onde é possível encontrar comidas típicas: pastel de choclo (torta de milho), humitas (milho ralado e cozido, com cebolas e envolto na palha do milho – uma espécie de pamonha local), peixes, cazuelas, entre outras opções gastronômicas.


Valparaíso

Foto por Sharon Hahn Darlin

O porto mais importante do Chile se encontra na cidade de Valparaíso. Sua origem data de 1536. A cidade é considerada Patrimônio Mundial pela Unesco desde 2003. A cidade é conhecida por seus 42 morros, que cercam a costa de Valparaíso. Suas ruas, estreitas e com suas casinhas coloridas, desenham a cidade e fazem o charme arquitetônico da cidade chilena.


Viña del Mar

Foto por Skellig2008

Apesar das águas do Pacífico serem um tanto geladas e as temperaturas médias no verão ficarem na casa dos 20ºC, a cidade é um dos principais destinos turísticos não só dos chilenos, mas de estrangeiros também. Durante o inverno, as temperaturas variam de 2º a 8ºC. Viña del Mar se destaca por seus jardins. Logo na entrada da cidade há um imenso Reloj de Flores. Não é à toa que Viña del Mar recebe o nome de Cidade Jardim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...