Presidente da federação de Taiwan é investigado por manipulação de partida

26/04/2015

O presidente da Associação de Futebol de Taiwan, Lin Cheng-Yi, está sendo investigado por suposto envolvimento na manipulação do resultado de partida da primeira fase das Eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, entre a seleção do país e a do Brunei.

O jogo em questão é o de ida, disputado em Kaohsiung, em que os visitantes venceram por 1 a 0. Na volta, Taiwan reverteu a qualificatória, venceu por 2 a 0, e se garantiu na segunda fase, que será iniciada em 11 de junho deste ano.

A promotoria do país abriu investigação sobre o caso, e se Lin Cheng-Yi for condenado, poderá pegar pena de um a sete anos de prisão, além de multa de US$ 1,2 milhão (R$ 3,62 milhões).

De acorco com o jornO presidente da Associação de Futebol de Taiwan, Lin Cheng-Yi, está sendo investigado por suposto envolvimento na manipulação do resultado de partida da primeira fase das Eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, entre a seleção do país e a do Brunei.

O jogo em questão é o de ida, disputado em Kaohsiung, em que os visitantes venceram por 1 a 0. Na volta, Taiwan reverteu a qualificatória, venceu por 2 a 0, e se garantiu na segunda fase, que será iniciada em 11 de junho deste ano.

A promotoria do país abriu investigação sobre o caso, e se Lin Cheng-Yi for condenado, poderá pegar pena de um a sete anos de prisão, além de multa de US$ 1,2 milhão (R$ 3,62 milhões).
De acorco com o jornal "Pingguo Ribao", o presidente da federação nacional pediu que o técnico da seleção não escalasse o principal jogador de Taiwan, o atacante nascido na Turquia Onur Dogan, conhecido localmente como Chu En-Le.

A derrota dos anfitriões teria rendido ao dirigente um lucro de 40 milhões de dólares taiuaneses (R$ 3,87 milhões).

O técnico da seleção do país, Chen Kuei-Jen, descartou qualquer interferência de Cheng-Yi na escalação de Onur Dogan no primeiro jogo das Eliminatórias.

Taiwan está no grupo F da competição que dará quatro vagas diretas na Copa do Mundo, e encarará a partir de junho Indonésia, Iraque, Tailândia e Vietnã. al "Pingguo Ribao", o presidente da federação nacional pediu que o técnico da seleção não escalasse o principal jogador de Taiwan, o atacante nascido na Turquia Onur Dogan, conhecido localmente como Chu En-Le.

A derrota dos anfitriões teria rendido ao dirigente um lucro de 40 milhões de dólares taiuaneses (R$ 3,87 milhões).

O técnico da seleção do país, Chen Kuei-Jen, descartou qualquer interferência de Cheng-Yi na escalação de Onur Dogan no primeiro jogo das Eliminatórias.

Taiwan está no grupo F da competição que dará quatro vagas diretas na Copa do Mundo, e encarará a partir de junho Indonésia, Iraque, Tailândia e Vietnã.

Fonte: ESPN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...