Fifa triplica dinheiro a ser dividido por clubes que cederem atletas às Copas de 2018 e 2022

Joseph Blatter e Lionel Messi após a final da Copa do Mundo de 2014 - Getty

23/03/2015

No final de fevereiro deste ano, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, bateu de frente com os clubes europeus e garantiu que não haveria compensação financeira para os atletas que fossem convocados ao Mundial no Catar, em 2022.

Nem um mês se passou, e a entidade que controla o futebol voltou atrás: nesta sexta-feira, após a reunião do comitê executivo, ela anunciou que as equipes vão dividir 209 milhões de dólares (cerca de R$ 693 milhões) pelos jogadores que vão à Copa.

O valor será o mesmo de compensação para o Mundial da Rússia, em 2018.

"Nós estamos dando um passo gigante para promover as relações entre Fifa e clubes em um espírito de cooperação mútua e construtiva", disse Joseph Blatter, presidente da Fifa e candidato a outra reeleição no pleito de maio.

O dinheiro que a Fifa repartirá entre os clubes triplicou com relação ao que foi pago na Copa do Mundo do Brasil, no ano passado: US$ 70 milhões (R$ 229 milhões).

Além disso, o montante a ser dividido também será maior do que aquele que a Uefa distribuirá entre as equipes pelos atletas que vão disputar a Eurocopa da França no ano que vem - US$ 160 milhões (R$ 523 milhões).

Fonte: ESPN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...