Brasil x Chile: A história e números do confronto

Brasil e Chile entram em campo neste domingo - Crédito: Divulgação

29/03/2015

Time canarinho tem retrospecto altamente favorável contra La Roja

Embalado pela boa vitória contra a França e os sete triunfos em sete jogos sob o comando do técnico Dunga, o Brasil encara o Chile neste domingo, às 11h (de Brasília), em Londres, para manter a boa fase e, além disso, aumentar a supremacia contra o rival sul-americano.

O time canarinho e La Roja fazem um tradicionalíssimo clássico do continente. Uma história que começou em 8 de julho de 1916, em empate por 1 a 1 na Copa América da Argentina. E cujo mais recente capítulo foi um dos mais emocionantes de todos os tempos: nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014, com o Brasil avançando nos pênaltis (leia mais detalhes abaixo).

Na frieza dos números, a vantagem da equipe verde-amarela diante dos chilenos é absoluta. De acordo com dados da Opta, o Brasil venceu 49 jogos contra o adversário, empatou 13 e perdeu só sete. Foram 159 gols a favor dos pentacampeões e 59 contra.

Nesta lista de 69 partidas, destaque para quatro encontros válidos por Copa do Mundo. Em 1962, o Brasil faturou o bicampeonato mundial no Chile eliminando os anfitriões com uma vitória por 4 a 2 na semifiinal, com dois gols de Garrincha e outros dois de Vavá.

Depois disso, os países sul-americanos se cruzaram nas oitavas de final dos Mundiais de 1998 e 2010. E a equipe canarinho levou a melhor em ambas: 4 a 1 na França, com dois gols de Ronaldo, e 3 a 0 na África do Sul (Robinho, Juan e Luís Fabiano marcaram).



O Chile foi dificultar mais a vida para o Brasil justamente na casa de seu algoz. No último encontro entre as seleções, nas oitavas de final da Copa do Mundo do ano passado, um jogo inesquecível. David Luiz colocou os donos da casa em vantagem, mas Alexis Sánchez deixou tudo igual. O duelo foi para a prorrogação, e o Chile quase avançou no último lance – Mauricio Pinilla acertou a trave. Nos pênaltis, brilhou a estrela de Júlio César, que pegou duas cobranças e garantiu o 4 a 3.

O duelo foi a prova de que o Chile hoje assusta o Brasil. Sem vencer o rival desde 2000 (3 a 0 em Santiago, pelas Eliminatórias do Mundial de 2002), o time do técnico Jorge Sampaoli sabe que pode encerrar este jejum neste domingo em Londres. O Brasil tem o retrospecto favorável e o bom momento pós-7 a 1 para defender sua supremacia. 

Fonte: Goal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...