Internacional 3 x 1 Universidad de Chile - Colorado respira e torcida comemora 100° jogo pela Liberta

Crédito: Divulgação/FT

28/02/2015

O clube gaúcho venceu a sua primeira partida no torneio e entrou na zona de classificação do Grupo 4

Ufa! O Internacional sofreu, mas conseguiu respirar aliviado na sua estreia em casa pela Copa Libertadores da América 2015. Na noite de quinta-feira (26/02), o Colorado derrotou o Universidad de Chile pelo placar de 3 a 1. A partida, realizada no Estádio Beira-Rio, pela 2ª rodada, marcou o 100° jogo do time na competição, o que foi muito comemorado pelos 35 mil torcedores presentes.

O primeiro triunfo nesta edição da competição levou o Inter a assumir a vice-liderança do Grupo 4 da Libertadores, com três pontos, mesma pontuação do The Strongest, que caiu para o terceiro lugar por ter pior saldo após ter sido derrotado pelo Emelec por 3 a 0, na última quarta-feira, no Equador. O time equatoriano é o líder isolado da chave, com seis pontos, enquanto a Universidad de Chile ocupa a lanterna, sem nenhum ponto em duas partidas.

Agora vice-líder, o Inter voltará a jogar pela Libertadores no próximo dia 4 de março, contra o Emelec, novamente no Beira-Rio. Já a equipe chilena irá para o tudo ou nada contra o The Strongest, em Santiago, pois precisa da vitória para manter chances matemáticas de classificação às oitavas de final.

PODE SOLTAR O GRITO NAÇÃO COLORADA!
Tentando esquecer a derrota para o The Strongest, na primeira rodada, o Internacional entrou no clima da torcida e foi para cima da Universidad de Chile desde o minuto inicial. Após cobrança de falta de D'Alesandro, Fabrício desviou de cabeça e obrigou Jonhny Herrera fazer grande defesa. Na sobra, Alan Costa tentou, mas também parou no ex-goleiro do Corinthians.

O Colorado seguia firme ao ataque e ficou perto de marcar aos nove minutos. Meio que sem querer, Sasha aproveitou cruzamento de Vitinho e mandou uma bicicleta para fora. A Universidad de Chile estava sendo pressionada, mas não morta. A La U apostava nos contra-ataques e poderia ter aberto o marcador com um pouco mais de sorte. Máxi Rodríguez arrancou na velocidade e mandou uma bomba no travessão de Alisson.

Após início arrasador, a partida caiu em produção do meio da primeira etapa para frente. O Inter chegava com perigo, mas sofria com a marcação rival, que abusava das faltas. Os jogadores do Colorado reclamam de duas penalidades não marcadas, porém, na terceira, não teve erro. Aos 46 minutos, D'Alesandro é derrubado dentro da área e o árbitro apontou a marca do cal. O próprio argentino foi para cobrança e mandou no ângulo, colocando o clube gaúcho à frente do placar.

"VAMOS, VAMOS, INTER"!
O Internacional demorou para engrenar no segundo tempo. A primeira boa chance aconteceu apenas aos 15 minutos, quando Fabrício cruzou para Sasha, que cabeceou para defesa de Johnny Herrera. Diego Aguirre colocou Alex no lugar de Vitinho, a torcida vaiou, mas o treinador estava em dia estrelado. O ex-corintiano lançou para Jorge Henrique. O meia saiu na frente do goleiro e mandou para o fundo das redes.

A Universidad de Chile, longe dos tempo áureos, sentia dificuldade para ameaçar o Internacional, mas acabou ganhando uma sobrevida aos 21 minutos, quando Lorenzetti cruzou para Ubilla, que apenas ajeitou para Canales diminuir. A esperança da La U, porém, não durou muito tempo. O Colorado não se abateu, foi para cima e ainda marcou o terceiro.

Aos 32 minutos, Aránguiz lançou para Eduardo Sasha. O atacante pegou de canhota e soltou o pé para deixar o seu. Herrera chegou a tocar na bola, mas não conseguiu impedir o gol colorado. Nos minutos finais, a torcida entrou em festa, D'Alesandro foi ovacionado e o Inter saiu do Beira-Rio com seus primeiros três pontos na Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Internacional-BRA 3 x Universidad de Chile-CHI

Fase: Fase de Grupos
Rodada: 2ª rodada
Data: 26/02/2015
Horário: 20h15
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Árbitro: Víctor Hugo Carrillo (PER)
Renda: R$ 1.286.365,00.
Assistentes: César Escano (PER) e Jorge Yupanqui (PER)
Público: 35.833 torcedores

Cartões Amarelos
Internacional-BRA: Léo, Fabrício
Universidad de Chile-CHI: Ubilla, Maxi Rodríguez, Pereira, Gonzalo Espinoza, Paulo Magalhães

Gols
Internacional-BRA: D'Alessandro 46' 1T, Jorge Henrique 16' 2T, Eduardo Sasha 32' 2T
Universidad de Chile-CHI: Gustavo Canales 21' 2T

Internacional-BRA
Alisson; 
Léo, Alan Costa, Réver e Fabrício;
Nilton, Aránguiz, Jorge Henrique (Nicolás Freitas), D'Alessandro (Martín Luque) e Vitinho (Alex); 
Eduardo Sasha.
Técnico: Diego Aguirre

Universidad de Chile-CHI
Johnny Herrera; 
Magalhães, Suárez, González Espinoza (Sebastían Muñoz) e Rojas; Espinoza, Pereira, Máxi Rodríguez (Benegas) e Lorenzetti; 
Ubilla (César Cortés) e Canales.
Técnico: Martín Lasarte








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...